Fórmula 1 Fórmula E IndyCar
R
Long Beach
16 abr
Canceled
R
Birmingham
16 abr
Próximo evento em
41 dias
NASCAR Cup Stock Car Brasil
26 mar
Próximo evento em
20 dias
23 abr
Próximo evento em
48 dias
MotoGP
25 mar
Próximo evento em
19 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Postponed

FIA admite erro em punição a Samaia e pede desculpas a brasileiro

Piloto da Campos Racing teve que cumprir parada obrigatória de 10 segundos no final da corrida deste sábado (12) em Mugello

compartilhar
comentários
FIA admite erro em punição a Samaia e pede desculpas a brasileiro

Neste sábado aconteceu a primeira corrida da rodada dupla da F2 em Mugello. Em prova bastante movimentada, a vitória ficou com Nikita Mazepin. Vivendo uma temporada de estreia difícil, Guilherme Samaia chegou a se colocar na disputa pelos pontos.

A escolha errada no pit stop, a apenas 12 voltas do final, mais uma punição equivocada aplicada pela direção de prova, fizeram o piloto terminar na 18ª colocação.

Leia também:

Quando o carro de Giuliano Alesi parou na área de escape após o estouro do motor, o Safety Car Virtual foi determinado e os pilotos, por regulamento, devem reduzir em 30% o ritmo, sem fazer ultrapassagens. Com a demora na remoção do carro de Alesi, a direção de prova determinou a entrada do Safety Car para controlar o ritmo e aproximar o pelotão. Foi justamente neste momento que a equipe mandou que Guilherme aumentasse o ritmo de maneira segura, depois de passar pelo local onde o carro de Alesi era retirado, para se juntar aos outros carros.

O software que auxilia a direção de prova forneceu dados errados, como se Guilherme houvesse aumentado o ritmo durante a vigência do Safety Car Virtual, quando na verdade o piloto só o fez quando a entrada do carro de segurança foi ordenada.

O erro custou caro. A direção de prova puniu Samaia com um stop and go de 10 segundos, já nas voltas finais da corrida.

“Estávamos sob regime de Safety Car Virtual e quando foi determinada a entrada do Safety real, a equipe me mandou chegar no pelotão, então eu já podia acelerar um pouco mais, fora da zona de perigo, para me juntar aos outros carros. A direção de prova errou e me puniu por ter feito o que era correto. Tive que pagar a penalidade ficando dez segundos parado no box e aí não havia nada o que eu podia fazer”, reclamou Samaia.

Horas depois, a FIA reconheceu o erro e confirmou que Guilherme não descumpriu o artigo 39.7 do Regulamento Esportivo da Fórmula 2 e se desculpou com o piloto, revogando os três pontos de penalização que haviam passado a constar em sua carteira de piloto.

“Agora é pensar na corrida de domingo e fazer um trabalho mais consistente. Felizmente reconheceram o erro e revogaram os três pontos de penalização na minha carteira de piloto. Infelizmente, quanto ao resultado da prova, não há mais nada que possa ser feito. Só restou mesmo o pedido de desculpas. Uma pena”, lamentou.

A segunda prova da Fórmula 2 tem largada neste domingo (13) às 6h55 no horário de Brasília. Serão 23 voltas ou 45 minutos de disputa com transmissão ao vivo pelo canal oficial da Fórmula 1 no YouTube.

F1 2020: Hamilton desbanca Bottas, Leclerc 'brilha' em quinto e Vettel fica atrás de Kimi em Mugello

PODCAST: Vitória de Gasly prov que F1 é ambiente 'onde os fracos não têm vez'?

 

Mazepin vence prova caótica da F2 e Drugovich 'arranca' 4º lugar

Artigo anterior

Mazepin vence prova caótica da F2 e Drugovich 'arranca' 4º lugar

Próximo artigo

Lundgaard domina e vence na F2 em Mugello; Piastri é campeão da F3

Lundgaard domina e vence na F2 em Mugello; Piastri é campeão da F3
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria FIA F2