Hauger ganha primeira na F2 em Mônaco; Fittipaldi é 4º e Drugovich abandona

Atual campeão da F3 aproveitou problemas do pole position, Hughes, para herdar ponta e mantê-la até o fim; corrida principal é neste domingo

Hauger ganha primeira na F2 em Mônaco; Fittipaldi é 4º e Drugovich abandona
Carregar reprodutor de áudio

Dennis Hauger conquistou sua primeira vitória na Fórmula 2 ao triunfar em Mônaco, aproveitando a 'não-largada' do pole deste sábado (28), Jake Hughes. Após um difícil início em sua temporada de estreia, o atual campeão da Fórmula 3 finalmente desencantou pela Prema. Felipe Drugovich, que larga da pole amanhã, abandonou com problemas em sua MP e Enzo Fittipaldi foi o quarto pela Charouz.

Com Hughes não conseguindo partir com seu carro da Van Amersfoort Racing, Hauger o passou e se manteve firme até a bandeirada, tendo acumulado uma vantagem de cinco segundos sobre o segundo colocado, Jehan Daruvala, seu companheiro de equipe. Marcus Armstrong completou o pódio, seu segundo no ano pela para a Hitech.

Leia também:

Apesar dos problemas com Jake, os 20 carros restantes passaram sem nenhum incidente grave. Os quatro primeiros ganharam um lugar, enquanto mais atrás, depois de superar o carro parado, o vencedor da mesma corrida em 2021, Théo Pourchaire, ultrapassou Jack Doohan pelo sexto posto.

O safety car foi acionado na volta 10 depois que Clement Novalak, da MP, acabou na barreira na saída da La Rascasse, com Ayumu Iwasa tendo feito contato enquanto tentava passar por dentro. O piloto da DAMS recebeu uma penalidade de dez segundos pelo incidente.

A prova recomeçou na volta 14 e, embora Fittipaldi tenha tentado de início ultrapassar Armstrong pela terceira colocação, teve que se contentar em ficar atrás, defendendo os movimentos de Juri Vips, que era o quinto.

Na volta 23, Hauger construiu uma vantagem de cinco segundos para Daruvala, tendo feito várias voltas mais rápidas em seu comando para a vitória, mas ele perdeu a 'disputa' pelo ponto de volta mais rápida para Doohan, que marcou 1:22.832 no último giro.

Liam Lawson, que foi destituído da pole para a corrida de domingo por causa de uma violação da bandeira amarela, ficou em oitavo, com Roy Nissany (DAMS) e Logan Sargeant (Carlin) completando o top 10.

Drugovich, que segue na liderança do campeonato, foi forçado a um pit stop depois de furar o pneu traseiro direito no caos inicial, com a MP Motorsport apostando em uma possível chuva e mandando-o de volta com compostos de pista molhada.

No entanto, parou nos boxes novamente apenas duas voltas depois, depois que o risco deles não valeu a pena, e recebeu uma penalidade de cinco segundos por excesso de velocidade no pitlane.

Tudo indicava que abandonaria, mas ele retornou à pista cinco voltas atrás do pelotão antes de receber outra punição pelo mesmo motivo várias giros depois, com confusão sobre se deveria continuar ou parar de correr. Ele finalmente abandonou na volta 19.

feature race da F2 está marcada para às 4h50 no horário de Brasília, com transmissão da BandSports para a TV fechada no Brasil.

compartilhar
comentários
F2: Chefe de Drugovich 'manda' Brasil "acordar" para levá-lo à F1
Artigo anterior

F2: Chefe de Drugovich 'manda' Brasil "acordar" para levá-lo à F1

Próximo artigo

F2: Drugovich dá mais um show, vence em Mônaco e aumenta liderança; Enzo Fittipaldi é 5º

F2: Drugovich dá mais um show, vence em Mônaco e aumenta liderança; Enzo Fittipaldi é 5º