Fórmula E ePrix de São Paulo

F-E: Da Costa pede desculpas à Porsche por erro no ePrix e fala sobre carinho do público brasileiro

Português da Porsche chegou a estar na segunda posição, mas um erro na primeira curva na reta final da prova comprometeu luta pela vitória, terminando em P4

Antonio Felix da Costa, Porsche, Porsche 99X Electric Gen3

António Félix da Costa teve um ePrix de São Paulo bem movimentado. O campeão de 2020 da Fórmula E chegou a estar em segundo, mas um erro na frenagem da primeira curva fez com que o português caísse para sétimo, precisando se recuperar para terminar em quarto, o que fez com que o piloto pedisse desculpas à Porsche.

Em entrevista após a corrida, Da Costa lamentou o erro, afirmando que "sem dúvidas" isso lhe custou o pódio, já que vinha fazendo uma boa prova até então. O português ainda citou o fator estratégico do ePrix de São Paulo, com as longas retas do circuito do Sambódromo do Anhembi fazendo com que a liderança não fosse a melhor saída, devido ao uso do vácuo pelos outros pilotos.

Leia também:

"Eu estava gerenciando a corrida de forma perfeita. Eu tinha um plano bem certo na minha cabeça. Eu só não queria estar em primeiro. Quando eu estava em primeiro, consegui 'perder' essa liderança rápido, mas também não queria estar para trás do segundo colocado, no máximo terceiro".

"Em um certo momento, caí para quarto, e rapidamente voltei a ser segundo. Depois tive aquele erro na curva um e eu tive que parar. Isso me custou muito, porque eu caí de segundo para sétimo. E nesse momento passar os carros era mais complicado".

Da Costa pediu desculpas à Porsche pelo erro, mas vê isso como um ponto positivo, provando que ele e a equipe alemã vivem um bom momento no campeonato.

"Enfim, hoje tenho que pedir desculpa à equipe pelo meu erro. Mas, por outro lado, se há um mês me dissessem que eu ficaria chateado com um quarto lugar, eu não acreditaria. Por isso que, olhando para o todo, acho que temos que ficar contentes com a progressão das últimas três etapas, com pódios, vitórias, boas classificações".

O piloto português seguiu elogiando o trabalho feito na organização do ePrix de São Paulo, com o clima das arquibancadas sendo um destaque.

"O evento foi muito, muito bem organizado. A pista tem grandes condições, tudo estava limpo. Foi um evento muito bem feito. Nas voltas com o safety car, conseguíamos ouvir as pessoas as arquibancadas cheias. Eu adorei".

Ao longo da semana, Da Costa vinha reforçando a importância da etapa de São Paulo para ele, considerando uma "corrida de casa", já que a F-E não corre em Portugal. Após o ePrix, sua opinião apenas ganhou mais força.

"Eu me sinto [bem recebido pelos brasileiros]. Sempre que eu venho correr aqui, na Stock, os pilotos poderiam me receber mal, poderiam me querer fora, mas eles me recebem de braços abertos, com muito carinho. A imprensa, as equipes, os fãs também. Por isso adoro correr aqui. Eu venho dizendo isso a semana toda: isso é o mais próximo que eu tenho de uma corrida de casa".

Devido ao carinho que tem com o Brasil, Da Costa ainda foi questionado se não gostaria de correr na etapa de abertura da Stock Car, que acontece no próximo final de semana em Goiânia, e revelou um convite inusitado.

"O Maurício Ferreira [chefe da Full Time] estava no meu box, e falou que, se eu quiser tem um carro pra mim".

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com #222 – ‘Buraco’ da Ferrari é maior que o da Mercedes em 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Fórmula E: Evans, Cassidy e Bird celebram 'trinca' da Jaguar no ePrix de São Paulo
Próximo artigo Di Grassi: "Subestimei diferenças" desse ano na Fórmula E; brasileiro projeta etapas melhores em Londres, Roma e Mônaco

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil