Fórmula E ePrix da Cidade do México

F-E: Frijns fratura punho em batida com Nato no México e vira dúvida para Diriyah

Abt acredita que ausência do holandês pode atrapalhar evolução da equipe, que já está atrasada em relação aos rivais

Robin Frijns, ABT CUPRA Racing

O saldo final do ePrix da Cidade do México de Fórmula E não foi dos melhores para Robin Frijns. O piloto da Abt acertou a traseira da Nissan de Norman Nato ainda no começo da prova e terminou com uma fratura no punho, virando dúvida para a próxima etapa, em Diriyah, na Arábia Saudita.

Frijns foi levado ao hospital logo após o acidente, onde foi descoberta a fratura no punho esquerdo como resultado do impacto.

Leia também:

"Robin fraturou o punho esquerdo e precisará fazer uma cirurgia aqui no México", disse a equipe Abt em um comunicado.

Isso deve deixá-lo de fora da rodada dupla na Arábia Saudita, com a equipe alemã precisando buscar um substituto para Frijns para as corridas de Diriyah em duas semanas. Kelvin van der Linde, do DTM, é o favorito para substituí-lo, mas a Mahindra, fornecedora de trens de força da Abt, tem o indiano Jehan Daruvala caso necessário.

A lesão de Frijns deve atrapalhar ainda mais a equipe Abt, com o chefe Thomas Biermaier acreditando que o time esteja "seis a oito semanas" atrás dos demais. 

O holandês foi investigado pelos comissários durante a corrida devido à colisão com Nato, mas eles optaram por não puni-lo, julgando ser um incidente de corrida.

Nico Muller, ABT CUPRA Formula E Team, Mahindra M9Electro, Robin Frijns, ABT CUPRA Racing, Mahindra M9Electro, Norman Nato, Nissan Formula E Team, Nissan e-4ORCE 04

Nico Muller, ABT CUPRA Formula E Team, Mahindra M9Electro, Robin Frijns, ABT CUPRA Racing, Mahindra M9Electro, Norman Nato, Nissan Formula E Team, Nissan e-4ORCE 04

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Nico Müller terminou em 14º no que foi um retorno difícil da Abt à Fórmula E após um ano fora, tendo originalmente saído junto da Audi. 

Frijns trocou a Envision pela Abt nesta temporada após quatro anos com o time britânico, fazendo parceria com Müller, que retorna à categoria este ano. Os dois foram companheiros de equipe no DTM com a Abt, guiando o Audi RS5 no antigo regulamento Classe 1.

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #212 – Polêmica: as verdades inconvenientes sobre a F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F-E: Dennis vence com folga o ePrix da Cidade do México; Di Grassi é 3º
Próximo artigo Com carro defasado, Di Grassi crava a pole e conquista 40º pódio na Fórmula E

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil