António Félix da Costa conquista título da Fórmula E em Berlim

compartilhar
comentários
António Félix da Costa conquista título da Fórmula E em Berlim

Português foi o segundo colocado na quarta prova da fase final da categoria em Berlim e trouxe terceiro título seguido da Techeetah

A Fórmula E volta a falar português. E desta vez não com os brasileiros Nelsinho Piquet ou Lucas di Grassi, já campeões, mas agora com António Félix da Costa, que conseguiu seu primeiro título neste domingo, em Berlim, na quarta corrida da fase final, ao terminar na segunda posição. O vencedor foi Jean-Eric Vergne, companheiro de equipe do novo campeão.

Sebastién Buemi foi o terceiro colocado, fechando o pódio. Lucas di Grassi foi o melhor brasileiro, em sexto, Felipe Massa o 10º e Sérgio Sette Câmara o 21º

Leia também:

A vida do piloto português foi facilitada pelo acidente logo após a largada de Max Gunther, quando pôde chegar até na terceira posição na prova que poderia comemorar. Ele e Vergne se revezaram na ponta durante toda a prova, com o francês levando a melhor e o português comemorando o título.

A Corrida

Na largada, o pole position, Vergne, manteve a ponta, com Da Costa em segundo. Max Gunther acabou atingindo Oliver Turvey e teve seu carro destruído, trazendo logo de cara o safety car, devido aos detritos deixados na pista. Massa perdeu uma posição e era o sétimo, di Grassi o 10º e Sette Câmara 21º.

Na relargada, o francês manteve a ponta, e conseguiu fazer seguidas voltas mais rápidas na prova. O português tentava acompanhar, na segunda posição.

Mesmo a previsão não apontando, os primeiros minutos de corrida também foram marcados por uma pequena chuva, mas sem atrapalhar os pilotos.

Faltando 30 minutos, Vergne e Da Costa foram buscar o modo ataque jutos, mas apenas o bicampeão da F-E conseguiu manter a posição, com Rowland entre os dois ponteiros.

Mas a resposta do português foi fulminante, utilizando a energia extra do modo ataque sobre Rowland e depois sobre seu companheiro de equipe – com tranquilidade -, assumindo a ponta restando 26 minutos para o final.

Di Grassi avançava aos poucos e restando 15 minutos, ocupava a oitava posição, com Massa à sua frente, em sétimo. Nesse momento, a dupla da Techeetah pegava o modo ataque novamente, desta vez sem sustos.

Sem qualquer acidente, como na corrida do sábado, di Grassi superou Massa pelo sétimo lugar, faltando 13 minutos. O brasileiro avançou para a sexta posição em seguida. 

Restando sete minutos, Vergne passou Da Costa pela ponta, resultado que ainda lhe daria o título.

Vergne cruzou a linha de chegada em primeiro, Da Costa em segundo e Buemi em terceiro. Di Grassi foi o sexto, Massa o 10º e Sette Câmara o 21º.

A Fórmula E volta na próxima quarta-feira, às 14h, com a quinta corrida da fase final em Berlim.

Resultado final

Cla   # Piloto Equipe Voltas Tempo Diferença Intervalo km/h Abandono Pontos
1   25 France Jean-Eric Vergne China Techeetah 37 46'24.803         25
2   13 Portugal Antonio Felix da Costa China Techeetah 37 46'25.300 0.497 0.497     18
3   23 Switzerland Sébastien Buemi France DAMS 37 46'26.195 1.392 0.895     15
4   17 Netherlands Nick de Vries Germany Mercedes 37 46'28.594 3.791 2.399     12
5   22 United Kingdom Oliver Rowland France DAMS 37 46'29.821 5.018 1.227     10
6   11 Brazil Lucas di Grassi Germany Audi Sport Team Abt 37 46'34.608 9.805 4.787     8
7   20 New Zealand Mitch Evans United Kingdom Jaguar Racing 37 46'39.617 14.814 5.009     6
8   36 Germany Andre Lotterer Germany Porsche Team 37 46'40.558 15.755 0.941     4
9   94 United Kingdom Alex Lynn India Mahindra Racing 37 46'45.804 21.001 5.246     2
10   19 Brazil Felipe Massa Monaco Venturi 37 46'47.612 22.809 1.808     1
11   2 United Kingdom Sam Bird United Kingdom Virgin Racing 37 46'47.714 22.911 0.102      
12   5 Belgium Stoffel Vandoorne Germany Mercedes 37 46'48.191 23.388 0.477      
13   27 United Kingdom Alexander Sims United States Andretti Autosport 37 46'48.378 23.575 0.187      
14   48 Switzerland Edoardo Mortara Monaco Venturi 37 46'48.692 23.889 0.314      
15   64 Belgium Jérôme d'Ambrosio India Mahindra Racing 37 46'48.717 23.914 0.025      
16   66 Germany René Rast Germany Audi Sport Team Abt 37 46'49.184 24.381 0.467      
17   51 United Kingdom James Calado United Kingdom Jaguar Racing 37 46'51.403 26.600 2.219      
18   33 Germany Daniel Abt United Kingdom NIO Formula E Team 37 46'53.924 29.121 2.521      
19   18 Switzerland Neel Jani Germany Porsche Team 37 46'54.330 29.527 0.406      
20   7 Switzerland Nico Müller United States Dragon Racing 37 46'59.234 34.431 4.904      
21   6 Brazil Sergio Camara United States Dragon Racing 37 47'01.118 36.315 1.884      
22   3 United Kingdom Oliver Turvey United Kingdom NIO Formula E Team 37 47'26.276 1'01.473 25.158      
23 nc 28 Germany Maximilian Gunther United States Andretti Autosport 0 0.000          
24 dns 4 Netherlands Robin Frijns United Kingdom Virgin Racing 0 0.000

 

F1 2020: Show de Verstappen e tudo sobre o GP dos 70 anos da F1 com Lito Cavalcanti e Rico Penteado

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

 

F-E: Gunther segura Frijns no fim e vence em Berlim; Da Costa é 4º e se aproxima de título

Artigo anterior

F-E: Gunther segura Frijns no fim e vence em Berlim; Da Costa é 4º e se aproxima de título

Próximo artigo

F-E: Da Costa celebra Portugal após título mas revela: "Estive tão perto de desistir tantas vezes"

F-E: Da Costa celebra Portugal após título mas revela: "Estive tão perto de desistir tantas vezes"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E