Fórmula E resiste a pedidos de pilotos para mudar regras

compartilhar
comentários
Fórmula E resiste a pedidos de pilotos para mudar regras
Por:
8 de mar de 2019 14:39

Promotor do campeonato diz não querer mexer em formato das corridas após provas emocionantes nesta temporada

CEO da Fórmula E, Alejandro Agag disse que o campeonato totalmente elétrico está relutante em mudar suas regras de corrida apesar das reclamações dos pilotos no início da temporada 2018/19.

Para alguns pilotos, incluindo o atual campeão Jean-Eric Vergne, as regras da F-E precisam ser aprimoradas – com mais voltas ou tempo acrescentado no caso de um Safety Car ou Full Course Yellow – para garantir que a eficiência energética seja explorada e os pilotos não usem pé embaixo até o fim da corrida.

Leia também:

Embora não tenha descartado as mudanças nas regras, Agag explicou que a F-E e a FIA ainda não são favoráveis ​​a essa medida neste momento.

"Há uma certa lógica na questão do gerenciamento de energia", disse ele ao Motorsport.com. “Estamos em cima disso. Definitivamente a FIA e nós não somos alienígenas que não vivem neste planeta.”

“Existem algumas opções – você pode adicionar tempo de volta, você pode colocar mais modos de ataque para queima mais energia.”

“Mas você sabe, não toque em coisas que estão funcionando muito bem, esse é um princípio que costumo seguir, e nós tivemos provavelmente quatro das melhores corridas da história da Fórmula E neste ano.”

"Quem sabe, talvez tenhamos um péssimo problema e então comecemos a investigar, mas vamos primeiro ter um problema muito ruim, porque se tudo continuar indo bem, por que mudar?"

Quando perguntado sobre a possibilidade de variar o Modo Ataque, que foi de dois períodos de quatro minutos a 225kW em todas as quatro etapas até agora, Agag disse: "a razão pela qual isso está funcionando bem é a razão pela qual não queremos mudar".

“Mas a FIA está muito acima disso. Tivemos muita sorte com eles, e confiamos muito nisso.”

"Eles têm muitas ferramentas, fazem simulações e estão de posse de coisas que podem fazer para prever o que vai acontecer, então tenho certeza de que, se a FIA vir uma situação real, eles tomarão algumas medidas."

Próximo artigo
Porsche anda com seu carro de Fórmula E pela primeira vez

Artigo anterior

Porsche anda com seu carro de Fórmula E pela primeira vez

Próximo artigo

MotoGP, Indy e F-E: veja a agenda do fim de semana e onde assistir

MotoGP, Indy e F-E: veja a agenda do fim de semana e onde assistir
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Autor Alex Kalinauckas