Fórmula E
22 nov
-
22 nov
Evento encerrado
R
ePrix de Santiago
17 jan
-
18 jan
Próximo evento em
37 dias
R
ePrix da Cidade do México
14 fev
-
15 fev
Próximo evento em
65 dias
R
ePrix de Marraquexe
27 fev
-
29 fev
Próximo evento em
78 dias
R
ePrix de Sanya
20 mar
-
21 mar
Próximo evento em
100 dias
R
ePrix de Roma
03 abr
-
04 abr
Próximo evento em
114 dias
R
ePrix de Paris
17 abr
-
18 abr
Próximo evento em
128 dias
R
ePrix de Seul
02 mai
-
03 mai
Próximo evento em
143 dias
R
ePrix de Jacarta
05 jun
-
06 jun
Próximo evento em
177 dias
R
ePrix de Berlim
20 jun
-
21 jun
Próximo evento em
192 dias
R
ePrix de Nova York
10 jul
-
11 jul
Próximo evento em
212 dias
R
ePrix de Londres
25 jul
-
25 jul
Próximo evento em
227 dias

Pilotos da Fórmula E reclamam de pista de Santiago após corrida

compartilhar
comentários
Pilotos da Fórmula E reclamam de pista de Santiago após corrida
28 de jan de 2019 14:25

Com asfalto se desfazendo no meio da prova, pilotos se queixam de falta de aderência durante ePrix

O atual campeão da Fórmula E, Jean-Eric Vergne, levantou preocupações sobre o circuito de Santiago depois que os pilotos se depararam com defeitos severos na pista durante o ePrix do último sábado.

As altas temperaturas da pista, combinadas com a corrida da F-E ao longo do dia, fizeram com que a superfície da pista no novo local de 2,4 km do Parque O'Higgins começasse a se desfazer.

Grandes pedaços de asfalto eram visíveis dentro e fora da linha de corrida em determinados pontos ao redor da pista, levando uma série de pilotos a criticarem o estado da pista.

Vergne, que acabou abandonando, disse em suas mídias sociais depois da corrida que as condições da superfície da pista eram "extremamente perigosas".

"Nunca vi uma pista como esta, com asfalto saindo, se tornando extremamente perigosa", ele twittou.

"E esbarrar nos outros era necessário para ultrapassar... eu espero que isso mude."

Sebastien Buemi e Stoffel Vandoorne abandonaram após baterem na parede depois de andar sobre a borracha fora do traçado ideal em incidentes separados, enquanto Edoardo Mortara, da Venturi, chegou a rodar na saída da chicane – uma das áreas mais afetadas.

O piloto da BMW-Andretti, Alexander Sims, foi penalizado no tempo por ter sido julgado como tendo causado o incidente, apesar de ter sido inflexível sobre o fato de não ter feito contato com Mortara. A BMW lançou um protesto sobre a decisão, mas ele foi rejeitado pela FIA.

Próximo artigo
Buemi culpa software por acidente em Santiago

Artigo anterior

Buemi culpa software por acidente em Santiago

Próximo artigo

Após perder pódio por punição, Sims insiste que não bateu em Mortara

Após perder pódio por punição, Sims insiste que não bateu em Mortara
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E