F4 Brasil: Victor Backes foi o piloto com a maior evolução na estreia

Piloto catarinense teve notável crescimento entre o primeiro treino e as provas no Autódromo Velocitta no último final de semana

F4 Brasil: Victor Backes foi o piloto com a maior evolução na estreia
Carregar reprodutor de áudio

No último final de semana, o catarinense Victor Backes deu início ao maior desafio de sua carreira. Em Mogi Guaçu (SP), no Velocitta o piloto de 20 anos disputou a etapa de abertura da Fórmula 4 Brasil, evento que marcou de forma bastante positiva sua estreia no automobilismo.

O editor recomenda:

Na quinta-feira (12), pouco mais de um mês depois de ser anunciado na KTF Sports, Backes participou de sua primeira sessão de treinos na Fórmula 4 Brasil com o carro de um de seus companheiros de equipe. “Como não era o meu carro, o pedal e o banco estavam errados. A ideia era ter o primeiro contato com a pista e, nestas condições bem adversas, fui cinco segundos mais lento que o líder”relembra Victor.

No dia seguinte, já com seu carro, mas ainda sem as condições ideais, Backes disputou seus dois primeiros treinos oficiais, quando se aproximou bastante dos primeiros colocados em meio a momentos de adaptação.

Animado pelos resultados, Victor partiu para a tomada de tempos, mas um erro no acerto do carro impediu que o piloto obtivesse um resultado positivo e, assim, o catarinense obteve apenas o 13º lugar no grid de largada das corridas 1 e 3.

A natural evolução e o talento de Backes fizeram com que o piloto escalasse o pelotão na primeira corrida. Largando em 13º, o catarinense superou oito concorrentes para receber a bandeirada em 5º e marcar seus primeiros pontos na Fórmula 4 Brasil.

Na prova seguinte, largando em quarto por conta da inversão de grid entre os oito primeiros, Victor “pulou” para terceiro rapidamente e se aproximou do segundo. Porém, ao tentar a ultrapassagem, Backes foi fechado pelo concorrente, saiu da pista, perdeu posições e finalizou em oitavo.

Por fim, na última corrida, Victor largou em 13º, esperou que os pneus aquecessem e passou a atacar. Buscando conquistar posições, o piloto foi outra vez tocado, agora por trás, o que acabou com as chances de Backes lutar por um pódio ou por um lugar entre os cinco primeiros colocados.

“Estou muito contente com a minha evolução desde a quinta-feira, quando tudo começou. Foi minha estreia em monopostos e também no automobilismo e entendo que me adaptei muito bem ao Fórmula 4”, avalia. 

“Fui competitivo, ganhei posições após largar em 13º em duas provas, mas fui atrapalhado duas vezes, o que me impediu até mesmo de subir no pódio. Mas acho que o balanço é positivo, pois fui o piloto que mostrou a maior evolução, e espero melhorar ainda mais na próxima”, finalizou.

Após a disputa das três primeiras provas de um total de 18, Victor Backes ocupa a 8ª posição na tabela de classificação depois de somar 15 pontos na primeira corrida, um na segunda e dois na terceira. A segunda rodada tripla da Fórmula 4 Brasil será disputada nos dias 30 e 31 de julho, no Autódromo de Interlagos, na capital paulista.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F4 Brasil: Lucas Staico celebra pole e pódio na rodada inaugural
Artigo anterior

F4 Brasil: Lucas Staico celebra pole e pódio na rodada inaugural

Próximo artigo

Rafa Câmara busca liderança da F4 Italiana em Misano

Rafa Câmara busca liderança da F4 Italiana em Misano