Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
MotoGP
04 out
-
06 out
Evento encerrado
R
GP do Japão
18 out
-
20 out
Próximo evento em
1 dia
IndyCar
30 ago
-
01 set
Evento encerrado
20 set
-
22 set
Evento encerrado
NASCAR Cup
11 out
-
13 out
Evento encerrado
R
Kansas II
18 out
-
20 out
Próximo evento em
1 dia
Stock Car Brasil
13 set
-
15 set
Evento encerrado
18 out
-
20 out
Próximo evento em
1 dia

Prefeitura de São Paulo suspende temporariamente corridas de moto em Interlagos

compartilhar
comentários
Prefeitura de São Paulo suspende temporariamente corridas de moto em Interlagos
29 de mai de 2019 15:19

Governo toma medida após duas mortes em menos de dois meses em etapas consecutivas do SuperBike Brasil, que anunciou paralisação

A morte de Danilo Berto em etapa do SuperBike Brasil em Interlagos no último domingo segue repercutindo. Depois de três das quatro montadoras da categoria anunciarem afastamento (Honda, Yamaha e Kawasaki, a BMW ainda não se posicionou), o Ministério Público de São Paulo designou promotor para acompanhar as investigações sobre o acidente do fim de semana e a própria organização do campeonato adiou a próxima etapa do campeonato. Agora, a Prefeitura de São Paulo anunciou a suspensão de corridas de moto no circuito da zona sul pelos próximos 60 dias.

Leia também:


A medida do governo municipal vem após a quarta morte de um piloto do SuperBike Brasil em Interlagos nos últimos três anos. Em abril de 2019, Maurício Paludete morreu após acidente no S do Senna. Com o incidente de Berto, a prefeitura divulgou a seguinte nota:

"A Prefeitura de São Paulo informa que, por conta do último e lamentável episódio ocorrido no Autódromo de Interlagos, no dia 26 de maio, que resultou na morte do piloto Danilo Berto, decidiu suspender preventivamente, por 60 dias, todos os eventos de motociclismo naquele local. Só serão permitidos eventos de passeio, com velocidade controlada e sem caráter competitivo.

A suspensão será mantida até que os promotores e organizadores dos eventos apresentem novas garantias de segurança, como vistorias em equipamentos e motos, certificação dos pilotos, medidas de resgates e relatório de bafômetro, entre outras exigências.

Após a fatalidade ocorrida anteriormente, no dia 14 de abril, o Autódromo já havia exigido dos organizadores – além das obrigações prévias de segurança, previstas no contrato e no padrão Federação Internacional de Motociclismo (FIM) – um Atestado de Responsabilidade Técnica (ART) assinado por um engenheiro responsável, avaliando a segurança da pista para cada prova.

Vale destacar que o Autódromo de Interlagos já recebeu, nos últimos 10 anos, cerca de 18 mil competidores e participantes dos eventos de motociclismo, num total de 300 etapas realizadas em 761 dias.

Por que pistas de automobilismo não são adequadas para a motovelocidade?

Circuitos que recebem motocicletas precisam de dispositivos adicionais de segurança, como amplas áreas de escape, com caixas de brita para reduzir a velocidade, muros distantes do traçado e revestidos com materiais que amorteçam impactos e evitem o retorno das motocicletas sobre os pilotos.

Do calendário atual da Fórmula 1, apenas quatro pistas recebem corridas de MotoGP. Interlagos não é habilitada pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM) por não estar adequada às normas de segurança.

Veja abaixo galeria que mostra as pistas que recebem a F1 e MotoGP:

Galeria
Lista

Austin - Circuito das Américas

Austin - Circuito das Américas
1/20

Áreas de escape largas marcam a pista americana.

Austin - Circuito das Américas

Austin - Circuito das Américas
2/20

Os muros são revestidos de barreiras de proteção.

Austin - Circuito das Américas

Austin - Circuito das Américas
3/20

Foto de: FIA World Rallycross

As áreas de escape ainda contam com caixas de brita.

Austin - Circuito das Américas

Austin - Circuito das Américas
4/20

Pista recebe várias categorias do esporte a motor.

Austin - Circuito das Américas

Austin - Circuito das Américas
5/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

Áreas de escape atendem aos requisitos máximos de segurança.

Barcelona - Circuito da Catalunya

Barcelona - Circuito da Catalunya
6/20

Foto de: XPB Images

Pista espanhola também tem áreas de escape largas nas curvas mais perigosas.

Barcelona - Circuito da Catalunya

Barcelona - Circuito da Catalunya
7/20

Foto de: XPB Images

E caixas de brita para desacelerar pilotos após quedas.

Barcelona - Circuito da Catalunya

Barcelona - Circuito da Catalunya
8/20

Foto de: XPB Images

Barreiras dos muros visam amortecer impactos e evitar o retorno das motos sobre os pilotos.

Barcelona - Circuito da Catalunya

Barcelona - Circuito da Catalunya
9/20

Foto de: XPB Images

Detalhe das britas em curva da pista de Barcelona.

Barcelona - Circuito da Catalunya

Barcelona - Circuito da Catalunya
10/20

Foto de: XPB Images

Áreas de escape generosas.

Austria - Red Bull Ring

Austria - Red Bull Ring
11/20

Foto de: Sutton Motorsport Images

Caixas de brita e barreiras de proteção nos pontos de risco da pista austríaca.

Austria - Red Bull Ring

Austria - Red Bull Ring
12/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Detalhes de pilotos da MotoGP em curva protegida por britas.

Austria - Red Bull Ring

Austria - Red Bull Ring
13/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Apesar da grama em alguns pontos, a faixa é estreita e seguida por brita.

Austria - Red Bull Ring

Austria - Red Bull Ring
14/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Curva com gramado, sucedida de curva com Termac e brita.

Austria - Red Bull Ring

Austria - Red Bull Ring
15/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Curvas de alta possuem asfalto e brita na área de escape.

Austria - Red Bull Ring

Austria - Red Bull Ring
16/20

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

O Termac permite o retorno dos pilotos de F1 à pista, com segurança.

Grã-Bretanha - Silverstone

Grã-Bretanha - Silverstone
17/20

Foto de: Colin McMaster

Silverstone possuí brita nos escapes e muros são distantes.

Grã-Bretanha - Silverstone

Grã-Bretanha - Silverstone
18/20

Foto de: JEP / Motorsport Images

Curva na entrada da reta é protegida com Termac, brita e os muros são afastados e protegidos com barreiras de ar.

Grã-Bretanha - Silverstone

Grã-Bretanha - Silverstone
19/20

Foto de: FIA Formula 2

Curva da entrada da reta em detalhe.

Grã-Bretanha - Silverstone

Grã-Bretanha - Silverstone
20/20

Foto de: LAT Images

Detalhe mostra a dimensão da caixa de brita e barreiras de proteção.

Próximo artigo
SuperBike Brasil anuncia adiamento de próxima etapa após mortes e saída de fabricantes

Artigo anterior

SuperBike Brasil anuncia adiamento de próxima etapa após mortes e saída de fabricantes

Próximo artigo

Alex Barros anuncia permanência no SuperBike Brasil e formação de Comissão de Segurança

Alex Barros anuncia permanência no SuperBike Brasil e formação de Comissão de Segurança
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Geral