Bicampeão da Indy diz que categoria é mais atraente que F1: "Aqui, o piloto pode realmente brilhar"

Josef Newgarden, nome consagrado nos Estados Unidos, acredita que divisão máxima do automobilismo se tornou uma disputa de fabricantes

Bicampeão da Indy diz que categoria é mais atraente que F1: "Aqui, o piloto pode realmente brilhar"
Carregar reprodutor de áudio

Josef Newgarden, piloto da Indy, disse que a categoria americana está melhor que a Fórmula 1, o que o fez não querer mudar para corridas a chamada divisão máxima do automobilismo. O piloto nativo dos Estados Unidos chegou a ser uma das esperanças do país de colocar seus talentos no mundial de F1.

Em 2009, ele terminou a temporada da Fórmula Ford em segundo lugar e, no ano seguinte, tornou-se piloto da GP3 (atual Fórmula 3). No entanto, não encontrou oportunidades para seguir na Europa e voltou aos EUA. Pouco tempo depois, foi campeão da Indy Lights em 2011 e venceu duas vezes o campeonato da Indy, em 2017 e 2019.

Leia também:

Antes do início da temporada de 2022, o piloto da Penske criticou a F1, que dificulta muito a entrada de nomes talentosos.

"Quando penso na Fórmula 1, vejo o mundial mais como uma competição de fabricantes", disse Newgarden, conforme relatado pela revista Speedweek. "Os designers estão tentando construir os carros mais rápidos para ser campeões."

Josef Newgarden, Team Penske Chevrolet

Josef Newgarden, Team Penske Chevrolet

Foto oleh: Phillip Abbott / Motorsport Images

A F1 libera cada fabricante para construir sua máquina sem uniformizar nenhum de seus componentes, ao contrário da Indy, que usa um chassi padrão da Dallara e os times trabalham apenas com dois fabricantes de motores - Honda e Chevrolet. Para o americano, essa distinção é muito importante.

"Quanto mais eu amadurecia, menos interessado ficava na F1. Não parecia uma corrida de pilotos disputando o título", comentou. "Diferente da Indy, que é mesmo um campeonato onde você, como competidor, pode brilhar. Na Fórmula 1 poucos podem fazer isso, é por isso que acho menos atraente."

"No entanto, claro que quero pilotar um carro deles, só para ter uma boa impressão", concluiu.

Os dois campeonatos são muito diferentes. Embora a Fórmula 1 sempre tenha sido o auge da excelência em engenharia com grande foco em design e desenvolvimento, a Indy priorizou um grid igualitário com orçamento muito menor.

Isso faz com que muitas equipes e pilotos se interessem em participar da categoria, considerando que a potência produzida também não é muito diferente.

TELEMETRIA DE FÉRIAS (Parte 2): Rico Penteado aponta favoritos para 2022

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #158 – TELEMETRIA DE FÉRIAS: Rico Penteado explica novo carro da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST:

compartilhar
comentários
Grosjean revela empolgação com final da F1 e defende Masi
Artigo anterior

Grosjean revela empolgação com final da F1 e defende Masi

Próximo artigo

Última chance de fazer sua voz ser ouvida na Pesquisa Global de Fãs da IndyCar

Última chance de fazer sua voz ser ouvida na Pesquisa Global de Fãs da IndyCar
Carregar comentários