Crutchlow relembra início e diz que Lowes merece mais tempo

Cal Crutchlow criticou tratamento dado a Sam Lowes na Aprilia, relembrou próprio início na MotoGP e diz que compatriota merece mais tempo para provar valor

Crutchlow relembra início e diz que Lowes merece mais tempo
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Sam Lowes, Aprilia Racing Team Gresini

Sam Lowes segue cada vez mais pressionado na Aprilia. O piloto, estreante na MotoGP nesta temporada e com contrato até o final de 2018, já criticou abertamente o tratamento recebido dentro do time - que também deixou clara a insatisfação com o trabalho apresentado pelo novato até o momento.

No último final de semana, Lowes conseguiu a melhor posição de largada desde a estreia, passando para o Q2 e partindo da décima posição. Entretanto, o piloto caiu e abandonou quando ocupava a 15ª posição.

Apesar de toda a pressão, Lowes tem um defensor publicamente declarado: Cal Crutchlow. Questionado pelo Motorsport.com sobre a situação do compatriota, Crutchlow disse que sentia que o novato não teve tempo suficiente para mostrar potencial e considerava equivocado comparar a situação do piloto da Aprilia com a dos demais novatos.

“Lowes não teve uma chance igual a dos demais”, disse Crutchlow. “Ele ficou na garagem mais tempo do que ele ficou na pista até o momento na temporada - não por culpa dele. Ele teve problemas mecânicos e não foi capaz de mostrar valor."

“Eu entendo de onde a Aprilia vem, claro. Mas se eles estão olhando para (Johann) Zarco ou (Alex) Rins, eles estão olhando para uma situação errada", afirmou.

"A Yamaha de Zarco, você não faz ideia de como é uma moto fácil de pilotar. Se você colocasse ele em uma Aprilia ou uma Honda, ele estaria muito aquém do que está agora. Ele é um bom piloto, não me entenda errado. Porém você não pode olhar para aquilo e comparar."

Crutchlow comparou a situação de Lowes ao ano de estreia dele na MotoGP, em 2011, quando ele se transferiu do Mundial de Superbike para se juntar à Tech 3. Para o piloto da LCR, o compatriota comete os mesmos erros cometidos por ele no passado.

“Creio que Sam vai melhorar bastante, ele só precisa de tempo", acrescentou. "O que ele está fazendo com a moto não é completamente errado, mas é errado. É exatamente como eu pilotava quando cheguei aqui - e olhando onde terminei, eu fiz merda."

“Tinha discussões com Herve (Poncharal, chefe da Tech 3) no meu primeiro ano. Eu era o que queria deixar a MotoGP e voltar ao Mundial de Superbike, Herve era o que me dizia que eu apenas precisava de tempo, que deveria ficar e tentar me acalmar", contou.

“No ano seguinte, eu fui quarto na primeira corrida e consegui pódios logo de cara. É assim que as coisas acontecem, você precisa pegar experiência e tempo para melhorar, mas eles precisam dar tempo a ele", ressaltou.

Crutchlow, por fim, crê que a Aprilia também deveria pressionar Aleix Espargaró a obter melhores resultados. Para o britânico a RS-GP seria uma moto para disputar pódios se estivesse nas mãos de um piloto como Marc Márquez.

“Se você colocasse Marc naquela moto, ele a levaria ao pódio. Por que não colocam essa pressão em Aleix? Eu sei que Aleix foi o primeiro a defender Sam, não estou criticando ele, estou criticando a equipe. Os dois são bons pilotos e merecem estar no time", completou.

compartilhar
comentários
Por novo asfalto, MotoGP estende TL1 e TL2 em Sachsenring
Artigo anterior

Por novo asfalto, MotoGP estende TL1 e TL2 em Sachsenring

Próximo artigo

Dovizioso: Ducati pode ser competitiva em qualquer pista

Dovizioso: Ducati pode ser competitiva em qualquer pista
Carregar comentários