Doente, Rossi revela alívio com pole "fantástica" no Japão

Valentino Rossi ressalta que pole em Motegi tem gosto especial após início de final de semana duro - tanto pelas dificuldades de acertar a moto quanto por não estar em perfeitas condições de saúde

Doente, Rossi revela alívio com pole "fantástica" no Japão
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Carregar reprodutor de áudio

Valentino Rossi conquistou, neste sábado (15), a pole position para o GP do Japão no fim da classificação, quando superou Marc Márquez. A 64ª pole de Rossi no Mundial de Motovelocidade, segundo o próprio italiano, tem um gosto especial, dadas as dificuldades enfrentadas pelo piloto até o momento em terras japonesas.

Sofrendo com as consequências da mudança de fuso horário - o que ele admitiu na coletiva de imprensa - até este sábado, o italiano revelou que não atuou em totais condições físicas na classificação. Além disso, Rossi destacou que vinha sofrendo para encontrar um bom acerto para a M1.

"É fantástica, pois é a terceira pole da temporada. Este é um bom número. Vínhamos sofrendo para encontrar o acerto ideal e também não estou 100% fisicamente, estou um pouco doente", disse.

"Antes do TL4, fizemos um grande trabalho com o time para encontrar o equilíbrio e já durante a sessão eu não estava tão mal. Além disso, fiz uma volta muito boa, freando muito bem na curva 11, indo muito bem nas curvas rápidas. Quando vi 1min43s9, fiquei muito feliz", afirmou.

Márquez revela cautela

Antes da volta voadora de Rossi, Márquez parecia imbatível e o grande favorito à pole. Entretanto, após a volta do italiano, o espanhol não conseguiu marcar tempos competitivos e terminou em segundo. Ainda assim, o líder do campeonato terminou o dia satisfeito.

"Honestamente, estou feliz. Claro, a pole seria algo melhor, mas estou me sentindo muito bem neste final de semana - muito melhor do que imaginava antes do início dos trabalhos aqui", disse.

"Na segunda ida à pista no Q2, eu era capaz de andar mais rápido, mas cometi um pequeno erro na primeira volta e a segunda foi atrapalhada pela bandeira amarela no local da queda de (Cal) Crutchlow, então não forcei porque seria perigoso demais", afirmou

"Talvez eu pudesse ter forçado mais, mas depois das quedas de Dani (Pedrosa) e Jorge (Lorenzo), é melhor tomar cuidado", completou o bicampeão.

compartilhar
comentários
Rossi bate Márquez no fim e larga na pole em Motegi
Artigo anterior

Rossi bate Márquez no fim e larga na pole em Motegi

Próximo artigo

3º, Lorenzo exalta volta e diz que deixou queda "para trás"

3º, Lorenzo exalta volta e diz que deixou queda "para trás"