Lorenzo culpa Ducati por troca de moto desastrada em Brno

Jorge Lorenzo diz que equipe o chamou para troca e moto não estava pronta, o que acabou com as chances de um bom resultado; espanhol disse ainda que se corrida seguisse em pista molhada, a primeira vitória na Ducati poderia ter acontecido

Lorenzo culpa Ducati por troca de moto desastrada em Brno
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team, new fairing
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Carregar reprodutor de áudio

O GP da República Tcheca, realizado no último domingo (6), foi vencido de maneira dominante por Marc Márquez, que trocou de moto antes de todo mundo e se deu bem. Muitos acabaram se dando mal na troca de moto - um deles foi Jorge Lorenzo.

O espanhol chegou a liderar no início da prova e a Ducati tentou responder à estratégia de Márquez chamando Lorenzo para os boxes duas voltas depois do piloto da Honda ter entrado. No entanto, faltava um detalhe para que a troca acontecesse normalmente: a segunda moto não estava pronta para o tricampeão.

Com o tempo perdido, Lorenzo caiu para 19º e teve de minimizar o prejuízo, conseguindo terminar em 15º e conquistando um ponto. O espanhol explicou o que aconteceu, contando que o erro da Ducati acabou com qualquer chance de um bom resultado em Brno.

“Nosso problema foi a demora na decisão de preparar uma moto para condição de pista seca", disse. "Este atraso deu a Márquez a vantagem, pois ele planejou antes, provavelmente no grid, termuma moto ajustada para pista seca".

“Três curvas antes da entrada dos boxes recebi um aviso no painel da moto para entrar, então esperava que a moto estivesse pronta, mas não estava. A equipe, percebendo que Marc já andava mais rápido do que os demais, decidiu arriscar para tentar não perder mais tempo do que já estávamos perdendo", afirmou.

“Quando entrei no pitlane, vi a equipe trabalhando na moto, mudando a suspensão, finalizando o acerto. A moto estava meio estranha, então eles me disseram que meu acerto era intermediário, por isso não consegui ser veloz", contou.

Na chuva, "situação perfeita" para vencer

A largada de Lorenzo foi muito forte e o espanhol foi para a liderança da prova, mesmo em pista molhada - condição na qual ele vem sofrendo recentemente. Entretanto, o piloto da Ducati crê que se a prova em Brno fosse disputada com chuva, ele teria a melhor chance de vencer a primeira com o time de Borgo Panigale.

“A moto me passa muita confiança em pista molhada, eu estava muito veloz", disse. "Nosso azar é que 15 minutos antes da largada, a pista começou a secar. Na chuva, eu teria uma situação perfeita para vencer minha primeira prova com a Ducati - senti que tinha minha melhor chance aqui."

“Neste ano, tenho cometido uma série de erros, mas desta vez foram os rapazes da equipe que erraram. Temos de aceitar isso", completou.

compartilhar
comentários
GALERIA: Yamaha apresenta nova carenagem em teste
Artigo anterior

GALERIA: Yamaha apresenta nova carenagem em teste

Próximo artigo

Aleix Espargaró pede mudanças após acidente "assustador"

Aleix Espargaró pede mudanças após acidente "assustador"
Carregar comentários