MotoGP GP da Itália

MotoGP: Mir não correrá GP da Itália após acidente durante TL2

Campeão de 2020 segue com sequência de quedas, com a desta sexta-feira lesionando quinto dedo da mão direita

Joan Mir, Repsol Honda Team

Joan Mir não correrá no GP da Itália de MotoGP deste fim de semana depois de sofrer uma lesão na mão em um acidente durante o segundo treino livre nesta sexta-feira.

O piloto da Repsol Honda caiu na curva 1 a meio da sessão de uma hora, encerrando o seu dia.

Isso marcou a 12ª queda do campeão mundial de MotoGP de 2020 até agora nesta temporada, mais do que em todo o ano de 2022 enquanto pilotava pela Suzuki.

Leia também:

A Honda disse que Mir sofreu danos em torno do quinto dedo da mão direita e não continuaria com o fim de semana devido à “natureza exigente do Circuito de Mugello”.

A equipe disse: “Joan Mir teve um primeiro dia difícil no GP da Itália, uma queda no meio do segundo treino terminou seu dia mais cedo.

“Sentindo um desconforto significativo, o nº #36 foi examinar a mão e revelou danos ao redor do quinto dedo da mão direita.

“Devido à alta velocidade e natureza exigente do Circuito de Mugello, Joan Mir e a Repsol Honda Team decidiram retirar-se do resto da prova devido a uma lesão sofrida na mão direita.”

Joan Mir, Repsol Honda Team

Joan Mir, Repsol Honda Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Marc Márquez será agora o único piloto de fábrica da equipe para as corridas deste fim de semana, depois de ter recuperado de lesão na última etapa na França.

Márquez terminou em oitavo nos tempos combinados na sexta-feira, garantindo a ele uma vaga no Q2.

Alex Rins foi o melhor piloto Honda, da LCR, terminando o dia em terceiro, com o companheiro de equipe Takaaki Nakagami em 21º.

Mir marcou apenas cinco pontos desde que se juntou à Honda em 2023, todos eles no GP de Portugal de abertura da temporada.

Ele foi excluído da corrida da Argentina no fim de semana seguinte após cair na sprint, tendo sido levado ao hospital com traumatismo craniano e cervical.

Mir caiu em quatro rodadas consecutivas - no GP dos Estados Unidos, ambas as corridas em Jerez e em Le Mans.

Após a dupla queda no GP de França, Mir admitiu estar “com medo” de sofrer o mesmo destino de Jorge Lorenzo e Pol Espargaró na Honda dadas as dificuldades que enfrenta atualmente.

Mir é o quinto piloto diferente em seis anos a fazer parceria com Márquez na Honda, seguindo Dani Pedrosa em 2018, Lorenzo em 2019, Álex Márquez em 2020 e Espargaró em 2021-22.

O último ano de Pedrosa foi o primeiro sem vitórias na MotoGP, enquanto a carreira de Lorenzo na MotoGP foi efetivamente encerrada pelos problemas que sofreu na Honda.

Aston-Honda na F1 2026: Detalhes, impacto para RBR/Mercedes e o fator Alonso

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #233 - Leclerc ou Pérez: quem passou mais vergonha nas últimas provas?

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Bagnaia lidera TL2, Márquez cai e Quartararo terá de disputar Q1; Mir se lesiona e perde GP da Itália
Próximo artigo MotoGP: Bagnaia faz pole com direito a recorde em Mugello

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil