MotoGP
15 out
Evento encerrado
18 out
Evento encerrado
25 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
08 nov
Evento encerrado
22 nov
Evento encerrado

MotoGP: Quartararo não terá novos motores para últimas seis etapas

compartilhar
MotoGP: Quartararo não terá novos motores para últimas seis etapas
Por:

Piloto francês esgotou quantidade de motores que pode utilizar na temporada e não terá novas unidades para brigar pelo título em 2020

Fabio Quartararo utilizou seu quinto e último motor da temporada durante o GP da Catalunha e terá que enfrentar a reta final do campeonato sem um motor novo.

Em todos os domingos de corrida, a Federação Internacional de Motociclismo (FIM) informa sobre o uso de motores por cada piloto. Durante o GP da Catalunha, inclusive, soube-se que Valentino Rossi, que perdeu um de seus cinco motores no GP da Espanha, havia começado a utilizar o quinto e último equipamento no TL4 de Barcelona.

Leia também:

No entanto, não foi noticiado que o seu parceiro de marca, o francês Fabio Quartararo, líder do Mundial, também tinha utilizado seu quinto e último motor da temporada.

Especificamente, Quartararo usou o motor novinho em folha no TL3, TL4, Q2, Warm Up e na corrida da Catalunha, portanto ele não tem mais nenhum motor zero quilômetro em sua garagem.

Ao contrário de Rossi, que tem apenas quatro motores (todos usados), o francês tem cinco unidades, já que até agora é o único piloto da Yamaha que não teve que retirar nenhuma peça de seu numerário.

Além de Rossi, que quebrou o motor na corrida do GP da Espanha, Franco Morbidelli perdeu um de seus motores no GP da Andaluzia, enquanto Maverick Viñales teve que aposentar uma unidade durante o primeiro fim de semana de Jerez ao detectar um defeito no TL3. Nos três casos, os problemas foram atribuídos ao calor, que posteriormente se manteve mais ou menos intenso.

Assim, a Yamaha enfrenta as últimas seis corridas da temporada sem que nenhum dos seus pilotos tenha um novo motor, com o agravante de Quartararo e Viñales estarem imersos na luta pelo título.

Ao contrário, o piloto da Suzuki, Joan Mir, o grande rival das duas Yamaha pela coroa, tem seus cinco motores, um ainda zero km, e a quarta unidade com apenas 10 sessões (dois GPs) de uso.

Os detalhes da carta de Chase Carey sobre GP do Brasil e o que falta para o Rio ser confirmado na F1

PODCAST: A F1 perde força com a saída da Honda?

 

Lorenzo: Yamaha não me "desperdiçou" com falta de testes na MotoGP

Artigo anterior

Lorenzo: Yamaha não me "desperdiçou" com falta de testes na MotoGP

Próximo artigo

MotoGP: Pista de Portimão impressiona pilotos do grid após testes

MotoGP: Pista de Portimão impressiona pilotos do grid após testes