MotoGP
21 ago
Evento encerrado
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
Canceled
15 out
Evento encerrado
16 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
R
GP de Teruel
23 out
Próximo evento em
2 dias
R
GP da Malásia
29 out
Canceled
R
GP da Europa
06 nov
Próximo evento em
16 dias
R
GP de Valência
13 nov
Próximo evento em
23 dias
R
GP de Portugal
20 nov
Próximo evento em
30 dias

MotoGP: Rins segura Márquez e vence movimentado GP de Aragón; Mir sai como novo líder do Mundial

compartilhar
comentários
MotoGP: Rins segura Márquez e vence movimentado GP de Aragón; Mir sai como novo líder do Mundial
Por:
, Repórter

Prova começou uma hora mais tarde que a programação original devido a baixa temperatura da pista

Depois de Fabio Quartararo conquistar a pole position para o GP de Aragón da MotoGP em meio a dores devido a uma forte queda no TL3 do sábado, o francês da Petronas não conseguiu manter o bom ritmo do fim de semana e em uma prova muito movimentada, Álex Rins escalou o pelotão, segurou Álex Márquez no final e deu à Suzuki a primeira vitória em 2020.

No treino do sábado, Quartararo conseguiu superar as dores no quadril, que o fizeram andar de muletas pelo paddock, para conquistar sua décima pole na MotoGP e criar uma situação boa para aumentar sua liderança no Mundial.

Leia também:

Com o teste positivo de Covid-19, Valentino Rossi não participou do final de semana e a Yamaha não colocou nenhum piloto em seu lugar, com Maverick Viñales sendo o único representante da equipe oficial. E a ausência de Rossi criou uma situação que não acontecia desde 1999 na categoria rainha do Mundial: o grid não contava com nenhum piloto campeão da MotoGP.

Na largada, Viñales subiu para a ponta e conseguiu abrir uma pequena vantagem para Quartararo, que passou a sofrer ataques de Franco Morbidelli. Enquanto isso, as Suzukis se deram bem, com Rins e Mir subindo para quarto e quinto, respectivamente. Já Dovizioso fez uma boa primeira volta, subindo para nono após largar em 13º.

Com três voltas de 23, Viñales já abria meio segundo para Quartararo, enquanto Rins pulou para terceiro a frente de Morbidelli. Mais atrás, Mir se livrava dos ataques de Miller para se manter em quinto, enquanto Dovizioso protagonizava uma boa luta contra Márquez pela oitava posição.

Foram necessários poucos giros para Álex Rins superar o francês da Petronas, e menos de uma volta para colar em Viñales, que havia aberto oito décimos na ponta. Na volta nove, o piloto da Suzuki pulou para a ponta.

Morbidelli e Quartararo disputavam o terceiro lugar mais atrás, com Joan Mir tentando chegar nessa briga. E nesse momento o espanhol da Suzuki brilhou: quando os pilotos da Petronas dividiram a curva, Mir aproveitou o espaço fazendo uma ultrapassagem dupla, pulando direto para a terceira posição.

 

Pouco atrás, Álex Márquez seguia com a boa fase, passando Nakagami e Miller para assumir a sexta posição. Já na décima volta, o piloto da Honda havia escalado mais duas posições, chegando a quarto após passar Quartararo e Morbidelli.

Na frente, Rins abria uma vantagem de seis décimos para Viñales na volta 13 de 23, enquanto Mir seguia o espanhol da Yamaha de perto, tendo Márquez em seu calcanhar, com o piloto da Honda correndo atrás de seu segundo pódio consecutivo. Mas um erro de Viñales o jogou para quarto logo na sequência.

 

Enquanto isso, Dovizioso seguia em oitavo, correndo atrás de Miller para buscar mais pontos. Já Quartararo não apresentava bom rendimento em sua moto, caindo para a 14ª posição.

A cinco voltas do fim, Mir e Márquez reduziam a vantagem que Rins tinha na ponta, enquanto abriam uma boa diferença para Viñales em quarto, com mais de dois segundos. Já Quartararo seguia sofrendo com a estratégia de pneus, caindo para fora da zona de pontuação, ocupando a 17ª posição.

Na volta 19, Márquez aproveitou de um erro de Mir na curva para assumir a segunda posição, começando a diminuir a diferença para Rins, que começou a volta em seis décimos, terminando em 0s160.

No final, Álex Rins conseguiu segurar as investidas de Álex Márquez e deu à Suzuki a primeira vitória na temporada 2020, com Joan Mir completando o pódio e assumindo a liderança do Mundial, aproveitando que Fabio Quartararo terminou fora da zona de pontos. Completaram o Top 10: Maverick Viñales, Franco Morbidelli, Takaaki Nakagami, Andrea Dovizioso, Cal Crutchlow, Johann Zarco e Jack Miller.

Com isso, Mir entra para a história como o primeiro piloto da Suzuki a liderar o Mundial desde Kenny Roberts em 2000, quando a categoria rainha ainda era a 500cc.

A MotoGP volta à pista já na próxima semana, ainda no circuito de Aragón, para o GP de Teruel, 11ª etapa da temporada 2020 de um total de 14. Após a passagem por Aragón, restarão duas provas em Valência e o final do campeonato em Portimão.

Cla # Piloto Moto Voltas Diferença Abandono Pontos
1 42 Spain Alex Rins Suzuki 23     25
2 73 Spain Alex Marquez Honda 23 0.263   20
3 36 Spain Joan Mir Suzuki 23 2.644   16
4 12 Spain Maverick Viñales Yamaha 23 2.880   13
5 30 Japan Takaaki Nakagami Honda 23 4.570   11
6 21 Italy Franco Morbidelli Yamaha 23 4.756   10
7 4 Italy Andrea Dovizioso Ducati 23 8.639   9
8 35 United Kingdom Cal Crutchlow Honda 23 8.913   8
9 43 Australia Jack Miller Ducati 23 9.390   7
10 5 France Johann Zarco Ducati 23 9.617   6
11 33 South Africa Brad Binder KTM 23 13.200   5
12 44 Spain Pol Espargaro KTM 23 13.689   4
13 41 Spain Aleix Espargaro Aprilia 23 14.598   3
14 27 Spain Iker Lecuona KTM 23 15.291   2
15 9 Italy Danilo Petrucci Ducati 23 15.941   1
16 88 Portugal Miguel Oliveira KTM 23 18.284    
17 6 Germany Stefan Bradl Honda 23 20.136    
18 20 France Fabio Quartararo Yamaha 23 21.498    
19 38 United Kingdom Bradley Smith Aprilia 23 25.300    
20 53 Spain Tito Rabat Ducati 23 25.558    
  63 Italy Francesco Bagnaia Ducati 2 21 Laps Abandono  

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

VÍDEO: As 5 maiores tretas entre campeões da F1

 

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

 

MotoGP: Yamaha confirma que Rossi não terá substituto no GP de Teruel, encerrando chance de volta de Lorenzo

Artigo anterior

MotoGP: Yamaha confirma que Rossi não terá substituto no GP de Teruel, encerrando chance de volta de Lorenzo

Próximo artigo

Mir: "Ser líder da MotoGP agora não serve de nada"

Mir: "Ser líder da MotoGP agora não serve de nada"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Guilherme Longo