Pole, Crutchlow crê que pode ser competitivo em pista seca

Cal Crutchlow insiste que ele é capaz de lutar no pelotão da frente no GP da Grã-Bretanha se a pista estiver seca na corrida

Polesitter Cal Crutchlow, Team LCR Honda

Polesitter Cal Crutchlow, Team LCR Honda

Gold and Goose / Motorsport Images

Polesitter Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Polesitter Cal Crutchlow, Team LCR Honda
Cal Crutchlow, Team LCR Honda

Após a primeira vitória na MotoGP na etapa anterior, na República Tcheca, Cal Crutchlow manteve a boa fase e conquistou a pole position para o GP da Grã-Bretanha, levando o público presente em Silverstone ao delírio.

A primeira pole do piloto em mais de três anos - a última veio ainda pela Tech 3, no mesmo Brno em que venceu há duas semanas - foi em pista molhada, condição próxima a da corrida em que o britânico desencantou e venceu pela primeira vez na categoria.

“Não creio, honestamente, que estava forçando muito", disse Crutchlow sobre a volta da pole. "Na volta seguinte eu forcei e quase caí na curva 1. Então vi o tempo da minha volta e percebi que os demais estavam mais lentos. Pensei 'é, talvez eu tenha me arriscado um pouco'. Então segui na pista em ritmo razoável, pensando em forçar caso alguém fosse mais veloz", afirmou.

“Percebi que as condições da pista pioraram com o aumento da chuva e seria difícil para eles melhorar. Arrisquei na hora certa. Acredito que, com o pneu duro, estamos em condições de ficar no top-5. Não temos tantos problemas aqui, pois não há muitos trechos de aceleração forte", observou.

Apesar dos feitos recentes em pista molhada, Crutchlow crê que pode ser competitivo em pista seca. “Sinto que podemos ser competitivos em uma corrida com pista seca. Farei o que puder para andar na frente e darei 100%, independentemente das condições climáticas", ponderou.

Sem grandes melhoras na moto no momento

Apesar de bons resultados nas últimas corridas - segundo lugar na Alemanha e a vitória na República Tcheca - Crutchlow diz que a LCR e a Honda não fizeram grandes progressos com a moto nesse período.

“Senti um grande avanço há quatro ou cinco corridas, mas agora as coisas não mudaram muito. A Honda tem trabalhado bem, em linhas gerais. A moto ainda é arisca, exigente fisicamente, mas conseguimos andar bem em todas as condições de pista nas últimas corridas. A situação tem melhorado um pouco", disse.

Crutchlow revelou, entretanto, que andou com um chassi novo na classificação. O uso na corrida, porém, ainda é incerto. "A HRC queria que eu avaliasse este chassi, então o fiz e o utilizamos na classificação. Não sei se o utilizaremos na corrida, mas é bom. Um pouco diferente, melhor em um ponto e pior em outro. Estou analisando-o para eles e talvez o utilizemos na corrida", completou.

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior 5º, Márquez lamenta mudança no acerto antes de queda
Próximo artigo Tranquilo, Viñales vence primeira; Rossi é 3º e Márquez 4º

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil