Em dia de 'Brazilian Storm', Varela/Roldan vencem no maior rali da Argentina

Equipes do Brasil ocupam nove dos 11 primeiros lugares na categoria UTV

Rodrigo Varela

Algo como um Brazilian Storm – a invasão brasileira que ficou famosa no surfe mundial – está acontecendo no principal rali da Argentina. O South American Rally Race (SARR) vem sendo visto como uma espécie de mini-Dakar por utilizar trajetos nas mesmas regiões onde a maior prova cross-country do mundo foi realizada entre os anos de 2009 e 2018. E logo no primeiro dos nove dias de corrida, nesta quinta-feira (16), as equipes brasileiras sobraram: com vitória da dupla formada pelo atual campeão do Rally dos Sertões, Rodrigo Varela, e o campeão do Dakar 2017, Lourival Roldan, os competidores do país conquistaram nove das onze primeiras colocações. A exceção foram o quinto e o oitavo lugares, que foram garantidos por duplas argentinas.

Outro destaque da categoria UTV é a participação de Pâmela Bozzano, que se tornou a primeira pilota brasileira a disputar o Rally Dakar na Arábia Saudita no início de janeiro. Pâmela compete ao lado do navegador Cadu Sachs e terminou o dia na 11ª colocação. “Foi um dia muito perigoso. O trecho era muito sinuoso e com pilotagem subindo e descendo serras, algumas partes muito estreitas, perigosas, você tinha que ser muito preciso na pilotagem”, diz o vencedor Rodrigo Varela. “Mas conseguimos passar bem. O nosso UTV terminou em ótimas condições e conseguimos abrir uma boa vantagem neste primeiro dia. Então, foi um ótimo começo”, completou o piloto da equipe Can-Am Monster Energy.

Capotamento

O tricampeão mundial Reinaldo Varela, pai de Rodrigo, e o navegador argentino Fernando Imperatice acabaram capotando no meio da prova justamente em um trecho estreito e bastante sinuoso. “Uma dupla de outro UTV parou para nos ajudar. Felizmente os danos não foram sérios e nosso carro voltou a funcionar normalmente. Mas perdemos muito tempo”, lamentou o experiente piloto, que terminou o dia na 18ª colocação entre as 28 duplas inscritas na categoria UTVs.

Nesta sexta-feira, o SARR 2023 segue para sua segunda especial, em um trecho cronometrado de 240km entre Santiago del Estero e Santa María, além de outros 244km de deslocamentos usados para chegar ao local da largada e retornar ao acampamento. O South American Rally Race acontece vai até o próximo dia 25, com apenas um dia de descanso, em 21 de fevereiro.

Confira o resultado desta quinta-feira na Argentina na categoria UTV:

  1. Rodrigo Varela/Lourival Roldan (Brasil), tempo de 4h13min41s para 308km
  2. Fabio Pirondi/Daniel Spolidorio (Brasil), a 3min38s
  3. Jorge Wagenfuhr Junior/Humberto Ribeiro (Brasil), a 5min31s
  4. Pedro MacDowell/Enio Bozzano Júnior (Brasil), a 11min10s
  5. Nazareno Lopéz/Ricardo Torlaschi (Argentina), a 14min57s
  6. Allan Cestari/Weidner Moreira (Brasil), a 21min9s
  7. Ivan Rodrigo Kuhnen/Wellington Rezende Jr. (Brasil), a 22min18s
  8. Pablo Macua/Pablo Ingaramo (Argentina), a 22min10
  9. Maxwell Fernadez/Gustavo Bortolanza (Brasil), a 23min6s
  10. Rui Carlos Gengnagel/Andre Venson (Brasil), a 25min47s
  11. Pâmela Bozzano/Cadu Sachs (Brasil), a 26min30s
  12. Reinaldo Varela/Fernando Imperatice (Brasil/Argentina), a 43min14s

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Equipe pentacampeã do Sertões anuncia novo carro para temporada 2023
Próximo artigo Brasileiros já têm mais de uma hora de vantagem no 'Mini Dakar'

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil