Sertões: Equipe familiar ocupa 3 das 4 primeiras colocações

Na classificação geral, os pilotos Bruno, Gabriel e o atual campeão Rodrigo Varela são destaque na maior prova brasileira

Rodrigo Varela e Matheus Mazzei

Eles estão na categoria mais competitiva, que reúne 91 UTVs segundo as estatísticas atualizadas da organização. Mas, mesmo assim, conseguem se destacar praticamente todos os anos no Rally dos Sertões, a principal prova off-road do Brasil, que está em andamento e se encerrará no próximo sábado (19). Ontem, o mais jovem do clã, Bruno, venceu a especial mais longa da disputa, com 407km contra o cronômetro, em uma corrida que durou mais de seis horas no Semiárido Nordestino. E, na classificação geral da prova, na soma dos três dias disputados até agora, ocupam o segundo (Bruno), terceiro (Gabriel) e quarto lugares (Rodrigo). Novamente, a família Varela se posiciona como forte candidata a um pódio no maior desafio do rally nacional.

A família, aliás, defende o título, pois é a atual campeã com Rodrigo Varela e o navegador Matheus Mazzei. “No ano passado, quando fui campeão, muita gente achou que agora seria mais fácil vir para o Sertões, pois eu já tinha chegado lá (no título). Mas não é bem assim”, diz Rodrigo, 32 anos, filho mais velho do tricampeão mundial Reinaldo Varela, que também participa da prova. “Não tem jeito, a ansiedade toma conta e, em uma competição longa e cheia de perigos, ela pode ser a sua maior inimiga. Aprendi com meu pai, desde cedo, que o segredo aqui é olhar a corrida como um todo. Aqui, temos um ditado: “O Sertões só termina quando acaba”. Então, estar entre os dez primeiros nessa corrida é uma façanha esportiva, mas também psicológica”, completa.

O patrono da família, Reinaldo, 63 anos, também está na competição, ao lado do navegador Ari Fiuza – mas duas quebras o tiraram da briga pelo título. Embora a idade engane, Reinaldo ainda mantém o vigor ao volante, como atesta o tricampeonato mundial, conquistado em 2019, já sexagenário. Os três filhos, todos “criados na trilha”, como gosta de dizer, são resultado do casamento com Nani Varela, parceira de Reinaldo “em todas as minhas conquistas”.

A vitória de Bruno, 27 anos, foi comemorada pelo clã, assim como as boas colocações obtidas por seus irmãos. “Foi um sufoco, mas chegamos inteiros, nós e o carro. Essa foi uma especial que você poderia encaixar em qualquer Dakar: dificílima, muito exigente em todos os sentidos”, avaliou o caçula, que compete ao lado do navegador Gustavo Bortolanza. “Na verdade, até aqui, não tivemos moleza. Da nossa parte, o importante foi manter o foco durante todo o trajeto, pensando sempre em explorar os momentos certos para acelerar tudo e estar alertas para situações de risco. O carro foi perfeito e o fato de termos largado em vigésimo-primeiro e terminado em primeiro mostra que fomos realmente competitivos. Um dia pra ter orgulho. Estou muito feliz”, comemorou Bruno Varela.

O Sertões tem continuidade nesta terça-feira com a quarta etapa, uma corrida de 323km, a segunda mais longa da competição, encerrando a chamada fase “maratona” – na qual as duplas não podem receber auxílio das equipes. O trecho vai de Xique-Xique, na Bahia, até Petrolina, em Pernambuco, cidade que é ponto de partida ou chegada de várias das oito etapas deste ano. Confira abaixo o resultado da categoria UTV após três dias de prova, a classificação geral da disputa e outras informações sobre o Rally dos Sertões.

Resultado Etapa 03, segunda-feira (14/08), categoria UTV

1º) Bruno Varela/Gustavo Bortolanza (Can-Am Maverick X3), 407km em 6h12min02s64

2º) André Hort/Henry Ritter (Can-Am Maverick X3), a 1min45s06

3º) Gabriel Varela/Enio Bozzano (Can-Am Maverick X3), a 3min15s56

4º) Denísio do Nascimento/Gunnar Dums (Can-Am Maverick X3), a 3min52s25

5º) Felipe Fraga/Gabriel Dall Agnol (Can-Am Maverick X3), a 4min28s76

6º) Denísio Casarini/Ivo Mayer (Can-Am Maverick X3), a 4min51s26

Classificação geral após três etapas, categoria UTV

1º) Denísio do Nascimento/Gunnar Dums (Can-Am Maverick X3)

2º) Bruno Varela/Gustavo Bortolanza (Can-Am Maverick X3)

3º) Gabriel Varela/Enio Bozzano (Can-Am Maverick X3)

4º) Rodrigo Varela/Matheus Mazzei (Can-Am Maverick X3)

5º) Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo (Polaris RZR PRO R)

6º) Denísio Casarini/Ivo Mayer Gabriel (Can-Am Maverick X3)

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Sertões deixa para trás dia longo e tem areia pela frente
Próximo artigo Sertões se despede de Petrolina

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil