Ilha de Man anuncia alterações após acidentes em 2018

compartilhar
comentários
Ilha de Man anuncia alterações após acidentes em 2018
Por:
20 de abr de 2019 19:38

Organizadores do evento anunciaram mudanças de procedimento para 2019, após batidas de pilotos e carros no ano passado

O piloto inglês Steve Mercer sofreu ferimentos graves quando foi atingido por um carro que estava rumo ao incidente que tirou a vida do piloto Dan Kneen, durante os treinos para a prova da Ilha de Man de 2018.

Em reação imediata ao incidente, o Auto Cicle Union (ACU), organizador do evento, implementou um novo procedimento de bandeira vermelha, pelo qual todos os pilotos só retornariam ao paddock no caso de uma paralisação sob orientação dos comissários.

Leia também:

Mercer ainda está em tratamento em decorrência das lesões na coluna vertebral, e admitiu em uma recente entrevista ao jornal Isle of Man Examiner que ainda existe a possibilidade de perder uma perna.

Uma pesquisa sobre o incidente, especificamente analisando os motivos que os pilotos foram instruídos a errar no percurso de 37.73 quilômetros para retornar ao paddock, foi realizado no ano passado pelo ex-chefe da MSA, Rob Jones. As conclusões não foram divulgadas, com Mercer revelando que ele também não teve acesso ao relatório.

Na quinta-feira, 18 de abril, a ACU divulgou um comunicado de imprensa sobre o assunto, delineando as mudanças que entraram em vigor para o evento deste ano.

O comunicado diz: “A ACU deseja anunciar algumas mudanças importantes que ocorrerão após o a pesquisa que foi encomendada após um incidente infeliz no TT em 30 de maio do ano passado.”

“Foi decidido que este comunicado de imprensa será a declaração final fornecida, mas listando todos os pontos relevantes, espera-se que todas as perguntas sejam respondidas e que todos possamos esperar pelo evento de 2019.”

A ACU afirma que “será realizado um treino melhorado para todos os comissários seniores da corrida e um treino de comissários mais estruturado, enquanto os briefings dos pilotos serão mais aprofundados.”

Os carros de serviço e outros veículos oficiais agora terão GPS instalado e todos eles terão luzes no teto. Além disso, um novo limite de velocidade será imposto aos carros do circuito, enquanto um plano de segurança “mais abrangente” para o evento será elaborado. Um oficial de segurança para o evento também será colocado em prática.

O comunicado também observou que a ACU estava "satisfeita". Mercer está progredindo em sua recuperação, e insiste que está recebendo assistência financeira por meio de seus "amplos acordos de seguro".

Próximo artigo
Escocês de 26 anos morre após acidente na Ilha de Man

Artigo anterior

Escocês de 26 anos morre após acidente na Ilha de Man

Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Road racing
Pilotos Steve Mercer
Autor Lewis Duncan
Seja o primeiro a receber as últimas notícias