Stock Car Brasil
13 set
-
15 set
Evento encerrado
18 out
-
20 out
Próximo evento em
22 Horas
:
33 Minutos
:
39 Segundos
R
Velo Città 2
08 nov
-
10 nov
Próximo evento em
21 dias
R
Goiânia II
22 nov
-
24 nov
Próximo evento em
35 dias

Chico Serra exalta bi de Daniel e quer mais: “torço para passar meus números”

compartilhar
comentários
Chico Serra exalta bi de Daniel e quer mais: “torço para passar meus números”
Por:
10 de dez de 2018 10:26

Tricampeão da Stock Car entre 1999 e 2001, pai do mais novo bicampeão da categoria vê evolução de Daniel na Eurofarma RC

Figura carimbada do paddock da Stock Car há muitos anos, Chico Serra acompanha a carreira do filho Daniel sempre que pode dos autódromos do Brasil pelos quais passa a categoria anualmente. Como não poderia ser diferente, o ex-piloto tricampeão da categoria foi um dos personagens do paddock mais felizes com o desfecho da final da temporada de 2018 em Interlagos neste domingo.

Chico – que conquistou seus três títulos em sequência, de 1999 a 2001 – quer mais é que Daniel não só iguale suas marcas, mas também as ultrapasse nos próximos anos.

“Vou torcer é para ele me passar. Pode ir à vontade”, disse dando risada após a prova ao Motorsport.com.

“É muito bom, cara. É muito legal ver o Dani nesta fase que ele está. Ele está muito focado no objetivo, vem em uma fase excepcional.”

“E vendo de perto ele e a equipe... eles estão trabalhando em um sincronismo fantástico. Estou vendo eles muito bem. Não podia estar mais feliz hoje aqui.”

Questionado sobre como viu a evolução de Daniel desde que chegou à Eurofarma RC e depois de anos batendo na trave no time de Andreas Mattheis, Chico acha que a mudança fez seu filho crescer e utilizar os aprendizados do passado como força para se firmar como o melhor piloto da categoria.

“Ele evoluiu muito como piloto sem dúvida nenhuma”, seguiu.

“Eu acho que foi um grande aprendizado na vida dele. Certamente foi um grande aprendizado na vida dele. Os anos de altos e baixos de antes foram a base do que ele está passando agora.”

Depois da conquista, Serrinha diz que não ligava muito para passar os números do pai... até o ano passado.

"No ano passado, eu disse que não ligava muito para números do meu pai", disse.

"Mas ter conseguido dois consecutivos e ele conseguiu três... quem sabe pode ser legal. Se eu chegar nos números do meu pai é porque minha carreira foi muito bem sucedida."

Próximo artigo
TABELA: Veja como ficou a classificação final da Stock Car em 2018

Artigo anterior

TABELA: Veja como ficou a classificação final da Stock Car em 2018

Próximo artigo

Fraga dispara contra Di Grassi após toque na última volta: ”Ridículo”

Fraga dispara contra Di Grassi após toque na última volta: ”Ridículo”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Evento Interlagos II
Autor Gabriel Lima