De volta ao comando da Stock, Col fala em “responsabilidade redobrada”

compartilhar
comentários
De volta ao comando da Stock, Col fala em “responsabilidade redobrada”
Por:
6 de abr de 2019 11:44

Diretor geral da Vicar diz estar voltando “para casa” e promete presença pesada da Stock Car em plataformas digitais neste ano

O ano de 2019 marca o retorno de Carlos Col ao comando da Stock Car. Ele era o diretor geral da Vicar até a ultima década, quando a produtora Time 4 Fun adquiriu a categoria. Col ficou uma década fora da Stock, e agora foi recolocado em seu antigo posto pela gestora da categoria.

Falando ao Motorsport.com, ele diz que se sente em casa e que os novos desafios da categoria o motivam para esta temporada.

Leia também:

“Dizer que ‘volto para a casa’ é bem adequado, já que estou reencontrado meus amigos e aquela que é minha família – pilotos, equipes, mecânicos e o resto das pessoas que trabalham na infraestrutura deste grande evento”, falou.

“Estivemos juntos durante muitos e muitos anos. Estou feliz, com uma responsabilidade redobrada em um momento que existem muitas soluções a serem dadas, momento de transição do automobilismo mundial e da própria Stock Car. São os desafios que nos movem, então estou feliz e motivado.”

Para ele, a categoria e o mundo mudaram, o que faz com que o momento atual seja único, sem que possa haver uma comparação entre o momento que deixou a categoria e o momento atual.

“A Stock Car está em franca evolução em vários aspectos. Agora estamos comemorando 40 anos de categoria, saímos lá dos Opalas – carros originais de rua com pneu radial – e hoje temos carros extremamente competitivos e tecnológicos, que demandam muita engenharia e são guiados por pilotos de grande renome internacional e de altíssima qualidade.”

“É uma categoria extremamente equilibrada – uma das mais equilibradas do mundo. Não é raro termos 15 ou 20 carros no mesmo segundo na classificação. São grandes diferenças entre o início e o estágio atual, mas estamos constantemente em mutação.”

Perguntado sobre o que esperar da temporada que marca os 40 anos da Stock Car, Col reforçou que a categoria seguirá com o bom pacote entregue nos últimos anos.

“Como sempre, o fã pode esperar excelentes corridas e excelentes espetáculos de automobilismo, com todo esse nível técnico dos pilotos e das equipes”, afirmou.

“Estamos cada vez mais querendo reaproximar a categoria das suas origens e dos fãs, dar um acesso mais livre e próximo. Queremos levar a Stock Car às ações de rua quando chegamos nas cidades. Estamos entrando em uma era digital, onde cada vez mais temos que estar no mundo digital.”

“Teremos conteúdos digitais ‘on demand’, para o público que não tiver como nos ver na hora, assista tudo quando queira, tenha acesso a isso quando quiser. Estes são os principais focos e pilares para este ano.”

Próximo artigo
Com plano visionário, novata KTF quer estar entre principais times da Stock Car

Artigo anterior

Com plano visionário, novata KTF quer estar entre principais times da Stock Car

Próximo artigo

Campos lidera segundo treino livre com condições mistas no Velopark

Campos lidera segundo treino livre com condições mistas no Velopark
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Stock Car Brasil
Evento Velopark
Autor Gabriel Lima