E-Stock 2024 abre temporada com vitórias de Tavares e Campos em Interlagos

Pro e Pro-Am reuniram nada menos que 83 pilotos na abertura do campeonato, que entregou corridas muito movimentadas e batalhas até a bandeirada final

E-Stock 2024

A temporada 2024 da E-Stock começou em grande estilo. Com patrocínio da Vivo Fibra Gamer e da Extreme SimRacing e organizado pelo IRB Esports, o campeonato virtual oficial da Stock Car Pro Series teve início na noite da última quinta-feira (6) com duas corridas muito movimentadas nas classes Pro e Pro-Am e nada menos que 83 pilotos na pista.

Na primeira prova da etapa, destinada aos competidores da categoria Pro-Am, a vitória ficou com Bruno Campos (Toyota Corolla da Hub Racing) depois de travar belo duelo durante várias voltas com Gabriel Felipe (Corolla da Oak Racing Team).

Leia também:

Já a batalha que envolveu nomes graúdos do automobilismo virtual e também das pistas reais, na Stock Car e Stock Series, teve como vencedor Luiz Felipe Tavares (Corolla da Bengutan Racing). O vice-campeão da última temporada da E-Stock triunfou depois de disputa contra Victor Miranda (Delinte Esports by TK). Felipe Baptista (Texaco Racing), um dos destaques do ano na Stock Pro, foi o segundo colocado na prova.

Nesta nova temporada, a E-Stock segue a versão real da Stock Car Pro Series e traz no seu regulamento uma corrida de 50 minutos para cada uma das categorias, mantendo a parada obrigatória nos boxes — sem janela pré-estabelecida — e seis acionamentos do push to pass para cada piloto ao longo da prova.

Cada uma das duas fases do campeonato tem seis corridas para as categorias Pro e Pro-Am. Os cinco primeiros colocados de cada fase estarão classificados para a Super Final, que será realizada ao melhor estilo do Super Bowl da NFL e vai acontecer no mesmo fim de semana da Super Final BRB da Stock Car Pro, no Autódromo de Interlagos, em dezembro.

Na união entre o automobilismo virtual e o real, o campeão na classe Pro vai ganhar um teste com um carro da Turismo Nacional em Interlagos.

A transmissão ao vivo da etapa contou com Valentina Piaz como convidada especial. Fenômeno do drift, a competidora participou como comentarista e prometeu acelerar entre os craques do automobilismo virtual durante o campeonato 2024 da E-Stock.

Vitória da paciência e estratégia

A prova que abriu o calendário da categoria mais graduada da E-Stock 2024 começou com pilotos de destaque do universo virtual, como Luiz Felipe Tavares, Victor Miranda, Slan Santos, Neto Nascimento e Rademac Romanetto, e também das pistas reais, como Felipe Baptista, Dudu Barrichello, Arthur Leist, os três da Stock Car, e Arthur Gama, líder do campeonato da Stock Series, e o companheiro de equipe Artcon Racing, Gustavo Frigotto, que já acelerou no grid da Stock Pro.

Tavares começou muito bem a temporada. Logo de cara, o vice-campeão da E-Stock em 2023 cravou a pole position com a volta em 1min38s657. Victor Miranda registrou o segundo melhor tempo, a 0s236 da posição de honra, enquanto Victor Tieri e Jackson Resende largaram logo atrás. A terceira fila foi formada por pilotos da Stock Car: Arthur Leist em quinto e Felipe Baptista na sexta posição. Dudu Barrichello largou da nona posição.

43 pilotos largaram para a primeira etapa da Pro em 2024, uma prova determinada pela estratégia. Com 50 minutos, a corrida foi vencida por quem soube poupar equipamento e acionou o push to pass no momento certo para atacar seus oponentes. Victor Miranda aproveitou para pular na frente, enquanto Tavares esteve no pelotão que contava também com Felipe Baptista, Jackson Resende, Victor Tieri e Arthur Leist.

Baptista chegou a assumir a liderança da prova, mas Tavares avançou para a primeira posição antes de fazer seu pit-stop e consolidou a ponta da corrida depois que todos os oponentes fizeram as paradas. Luiz Felipe confirmou a vitória com push sobrando e vantagem confortável, de 6s730, enquanto Baptista terminou em segundo após vencer duelo com Victor Miranda, o terceiro colocado.

Victor Tieri e Victor Veloso fecharam o top-5. Pedro Picanço foi o sexto, seguido por Arthur Leist e Neto Nascimento. Jackson Resende foi o nono e Slan Santos, o décimo.

“Foi uma baita corrida! Sabia que era importante economizar um pouquinho [o carro], guardar os pushes, já que é uma corrida longa, então é preciso pensar bastante no que vai ser feito a longo prazo. Mas estávamos com um bom ritmo. Começamos com o pé direito e esperamos continuar assim. Feliz demais por estar em um evento top, um grande campeonato”, declarou o vencedor da noite na Pro.

Pro-Am com duelo até a volta final

A primeira pole position do campeonato ficou com Bruno Campos, da Hub Racing, que marcou 1min39s578 como melhor tempo. Foi uma sessão bastante apertada, em que os três primeiros na classificação ficaram separados por menos de 0s1: Gabriel Felipe (Oak Racing Team) largou em segundo, a 0s053 do pole, e Fabio Candido (Team Brasil Racing) partiu em terceiro, 0s064 atrás.

Formado por 40 carros — 25 deles no mesmo segundo na tomada de tempos —, o grid contou também com Célio Vinícius, piloto da Turismo Nacional no automobilismo real, correndo pela equipe própria, a Cel Energia.

A batalha pela vitória na primeira corrida da nova temporada foi empolgante e durou da largada à bandeirada. Bruno Campos e Gabriel Felipe duelaram pelo triunfo, com diferença entre eles quase sempre inferior a 1s. Outra disputa interessante ocorria entre Fabio Candido e o experiente Gelson Xavier, que lutavam por um lugar no top 3.

Campos e Gabriel Felipe se alternaram na liderança da prova, em cenário que durou praticamente até o final e que era impulsionado também pelos acionamentos do botão de ultrapassagem. Nas voltas finais, quem entrou para a batalha foi Gelson Xavier, que lutava pela primeira posição contra Bruno Campos e um Gabriel Felipe já sem push to pass.

Sem defesa, o piloto foi ultrapassado na abertura do último giro, e Campos comemorou uma suada vitória em Interlagos, com Felipe em segundo e Xavier completando o pódio. Os três primeiros ficaram separados por meros 0s282.

O vencedor na Pro-Am destacou a estratégia que mesclou agressividade e paciência no momento certo para triunfar. “A ideia foi ir com a ‘faca nos dentes’ desde o começo. Consegui economizar um pouco de combustível atrás do Gabriel no primeiro stint antes da parada, saí na frente, guardei os pushes para o fim e foi essa a ideia. O objetivo é somar o máximo possível de pontos sempre para garantir o campeonato”, disse Bruno Campos.

Com transmissão ao vivo pelos canais da Stock Car Pro Series e do IRB Esports no YouTube, a segunda prova da E-Stock 2024 está marcada para a noite de 20 de junho (quinta-feira) e será disputada no circuito norte-americano de Road America.

E-Stock 2024, fase 1, etapa de Interlagos

Pro (20 primeiros)

1º - Luiz Felipe Tavares (Toyota Corolla/Bengutan Racing), 30 voltas
2º - Felipe Baptista (Toyota Corolla/Texaco Racing), a 6s730
3º - Victor Miranda (Toyota Corolla/Delinte Esports by TK), a 9s581
4º - Victor Tieri (Chevrolet Cruze/Lobo Racing), a 13s226
5º - Victor Veloso (Toyota Corolla/Bengutan Racing), a 13s364
6º - Pedro Picanço (Toyota Corolla/AC7 E-Racing Team), a 13s602
7º - Arthur Leist (Toyota Corolla/Delinte Esports by TK), a 14s098
8º - Neto Nascimento (Toyota Corolla/Bengutan Racing), a 14s557
9º - Jackson Resende (Toyota Corolla/Delinte Esports by TK), a 15s947
10º - Slan Santos (Chevrolet Cruze/W2 E-ProGP), a 18s075
11º - Ralph Benítez (Toyota Corolla/Delinte Esports by TK), a 22s631
12º - Lucas Murno (Toyota Corolla/Bravo Snow Schatten), a 24s858
13º - Henrique Pettinari (Chevrolet Cruze/AC7 E-Racing Team), a 29s192
14º - William Lima (Toyota Corolla/piloto independente), a 29s957
15º - Daniel Mageste (Chevrolet Cruze/W2 E-ProGP), a 32s241
16º - Gustavo Foizer (Toyota Corolla/Aclat Racing), a 32s527
17º - Felipe Malinowski (Toyota Corolla/DB Design Racing), a 32s666
18º - Paulo Godoi (Toyota Corolla/Aclat Racing),a 38s345
19º - Felipe Husmann (Toyota Corolla/piloto independente), a 39s772
20º - Luizinho Gonzaga (Chevrolet Cruze/AC7 E-Racing Team), 43s964
Volta mais rápida: Victor Miranda, 1min39s039, volta 2

Pro-Am (20 primeiros)

1º - Bruno Campos (Toyota Corolla/Hub Racing), 30 voltas
2º - Gabriel Felipe (Toyota Corolla/Oak Racing Team), a 0s257
3º - Gelson Xavier (Toyota Corolla/Hub Racing), a 0s282
4º - Fabio Candido (Toyota Corolla/Team Brasil Racing), a 4s688
5º - Felipe Mota (Toyota Corolla/AC7 E-Racing Team), a 5s795
6º - Pedro Ferrari (Toyota Corolla/Cel Energia), a 18s281
7º - Helder Fernando Cunha (Toyota Corolla/Visamundo Grip Racing), a 19s090
8º - Jonathan Carneiro Guizilin (Toyota Corolla/Costa Racing), a 20s634
9º - André da Croce (Chevrolet Cruze/Union Esports), a 24s741
10º - Luís Fioravante Foguete (Toyota Corolla/Veneziano Racing), a 25s870
11º - Rodrigo Pedroso (Toyota Corolla/Track Friends), a 30s978
12º - Fernando Signoretto (Toyota Corolla/Sub Racing), a 31s176
13º - Fernando Takahashi (Toyota Corolla/Rosso E-Sports), a 40s985
14º - Eduardo Toaldo (Chevrolet Cruze/Bravo Snow Schatten), a 41s838
15º - Ulisses Mantovani (Toyota Corolla/Rosso E-Sports), a 44s403
16º - Alex de Mattos (Toyota Corolla/piloto independente), a 1min01s032
17º - Lucas Eduardo Bento (Toyota Corolla/CDR Gaming), a 1min04s099
18º - Leandro Rolim (Toyota Corolla/piloto independente), a 1min05s853
19º - Lucas Limoli (Toyota Corolla/piloto independente), a 1min09s507
20º - Rodrigo Luiz (Toyota Corolla/Hub Racing), a 1min16s376
Volta mais rápida: Gabriel Felipe, 1min39s937, volta 26

Calendário Primeira Fase

Etapa 1: Interlagos (06/06)
Etapa 2: Road America Full Course (20/06)
Etapa 3: Hungaroring (04/07)
Etapa 4: Okayama Full Course (18/07)
Etapa 5: Circuito do Algarve (25/07)
Etapa 6: Hockenheim (01/08)

Calendário Segunda Fase

Seletiva entre 5 e 12 de agosto

Etapa 1: Nürburgring (22/08)
Etapa 2: Road America (05/09)
Etapa 3: Suzuka (19/09)
Etapa 4: Ímola (03/10)
Etapa 5: Spa-Francorchamps (17/10)
Etapa 6: Interlagos (31/10)

Super Final: entre 14 e 15 de dezembro, em Interlagos, no fim de semana da Super Final BRB da Stock Car Pro Series.

MAX SEGURA NORRIS E VENCE, Russell ERRA mas bate Hamilton no PÓDIO! SHOW DE HORROR de Ferrari/ Pérez

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast Motorsport.com debate: Como demissão de Ocon impacta no mercado da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Podcast #283 – A McLaren já passou a Ferrari e é a segunda melhor da F1?

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil