Nelsinho Piquet domina após parada e vence pela primeira vez na Stock Car

Prova é a primeira de duas da Stock em Interlagos no final de semana, com a Corrida do Milhão no domingo

Nelsinho Piquet domina após parada e vence pela primeira vez na Stock Car
Carregar reprodutor de áudio

A Stock Car abriu o final de semana da Corrida do Milhão de modo diferente. Em vez de um treino classificatório, a categoria encaixou uma rodada dupla no autódromo de Interlagos, com uma corrida de 40 minutos mais uma volta de duração neste sábado, que terminou com a vitória de Nelsinho Piquet, em seu primeiro triunfo na categoria.

No treino classificatório, realizado mais cedo neste sábado, a pole position ficou com César Ramos, sua primeira na categoria. E Ramos abriu um domínio da Toyota no grid de largada, com o Corolla ocupando as quatro primeiras posições, com Nelsinho Piquet, Rafael Suzuki e Ricardo Zonta. Completando o Top 5, Julio Campos foi o primeiro entre os Cruze.

Leia também:

Neste final de semana, a Stock Car traz uma novidade para a temporada, que é o lastro de sucesso. Os melhores colocados da classificação receberam um lastro extra para as corridas. 

De acordo com a regra, os cinco primeiros colocados na tabela levaram o seguinte lastro extra: Rubens Barrichello (Toyota Corolla, 30 kg), Daniel Serra (Chevrolet Cruze, 25kg), Thiago Camilo (Toyota Corolla, 20kg), Ricardo Zonta (Toyota Corolla, 15kg) e Ricardo Maurício (Chevrolet Cruze, 15kg). Não haverá lastro na Corrida do Milhão, no domingo.

Antes da prova, a direção determinou a largada sob o safety car. A pista estava molhada, mas sem acúmulo de água e, apesar do sol ter ensaiado uma aparição sobre Interlagos, o tempo seguia nublado.

A prova iniciou oficialmente antes das 11h, com os carros seguindo o carro de segurança. A prova, de 40 minutos mais uma volta de duração, ficou nessa condição por duas voltas, totalizando quase cinco minutos.

Os pilotos, que largaram com pneus de pista molhada, já buscavam água nos primeiros minutos e Diego Nunes arriscou colocar o pneu slick antes da bandeira verde. Mas os resultados não foram dos melhores, com ele marcando tempos mais de 10 segundos mais alto que os de César Ramos nas primeiras voltas.

Na bandeira verde, César Ramos já começou recebendo muita pressão de Nelsinho Piquet, mas o piloto da Ipiranga levou a melhor. Pouco atrás, Rafael Suzuki evitava os avanços de Zonta pela terceira posição.

Com duas voltas sob bandeira verde, o grupo dos quatro primeiros já se afastava dos demais, abrindo uma boa diferença para Julio Campos em quinto. Nesse momento, a maioria do grid já estava fugindo da trajetória na reta oposta buscando água visando frear o superaquecimento dos pneus.

Na quinta volta, César conseguiu abrir uma vantagem de quase 1s5 para Nelsinho, que passou a ser seguido de perto por Rafael Suzuki. Enquanto isso, Zonta já não conseguia seguir mais os primeiros. Ao mesmo tempo, ele também não era ameaçado pela disputa entre Julio Campos e Lucas Foresti pelo quinto lugar. Enquanto Casagrande ocupava a sétima posição, Ricardo Maurício, Gaetano di Mauro e Thiago Camilo duelavam pela oitava posição.

Em questão de poucos minutos, Foresti, Casagrande e Ricardo Maurício conseguiram ultrapassar Julio Campos, que caiu para oitavo. Na frente, a disputa pela ponta entre César Ramos e Nelsinho esquentava, com ambos separados por menos de dois décimos.

Com 22 minutos para o fim do cronômetro, a janela de pit stops foi aberta e o grid prestava atenção nos tempos de volta de Diego Nunes, o único com pneus de pista seca. Seus tempos vinham melhorando consideravelmente nos últimos minutos, abrindo o precedente para todos colocarem slicks.

Nelsinho conseguiu assumir a ponta com 21 minutos para o fim em uma belíssima ultrapassagem, fazendo basicamente todo o S do Senna colado com César Ramos, conseguindo passar o piloto da Ipiranga na entrada da Reta Oposta. Os líderes pararam juntos, com 19min30s para o fim do tempo.

O piloto da Full Time levou a melhor, conseguindo aumentar sua vantagem em alguns segundos. César voltou atrás até de Julio Campos, que já havia parado.

Ainda na pista, Zonta conseguiu ultrapassar Suzuki e assumiu a liderança, já que ainda não havia parado. Mas, como havia largado com pouco combustível, precisou reabastecer e voltou em terceiro entre os que haviam parado, atrás de Julio Campos.

Logo após sair dos boxes, Pedro Cardoso, que está usando uma pintura em homenagem ao Flamengo neste fim de semana, foi parar na brita. A transmissão mostrou uma disputa entre o piloto e Cacá Bueno com um toque entre eles. Cacá conseguiu dar a volta e retornar à pista. O incidente trouxe o safety car de volta à pista.

No momento do safety car, a classificação era: Nelsinho Piquet, Julio Campos, Ricardo Zonta, Cesar Ramos, Rafael Suzuki, Daniel Serra, Thiago Camilo, Bruno Baptista, Ricardo Maurício e Lucas Foresti completando o Top 10.

O carro de segurança saiu com dez minutos para o fim do tempo e Zonta rapidamente foi pra cima de Campos. Thiago Camilo e Daniel Serra, que vinham em boa corrida, se encontraram e os dois acabaram rodando. Ambos conseguiram voltar, mas perdendo muitas posições.

Zonta e Campos também se encontraram na volta seguinte, na entrada do S do Senna. Enquanto Campos conseguiu manter o segundo lugar, César Ramos se aproveitou e pulou para o terceiro lugar. Já Nelsinho seguia tranquilo na ponta, abrindo 1s5 de vantagem.

Julio Campos errou a trajetória na Subida do Café e perdeu várias posições simultaneamente, com Ramos assumindo o segundo lugar. Após Ramos conseguir se afastar, Zonta abriu um pelotão enorme na disputa pelo terceiro lugar, com sete carros.

No final, Nelsinho Piquet dominou a prova depois da parada e não foi ameaçado por ninguém no resto da corrida, conquistando sua primeira vitória na Stock Car. Completando o Top 5, César Ramos, Ricardo Zonta, Rafael Suzuki e Ricardo Maurício.

Pos. No. Piloto Equipe Carro
1 33 Nelson Piquet Jr Full Time Bassani Corolla
2 30 Cesar Ramos Ipiranga Racing Corolla
3 10 Ricardo Zonta RCM Motorsport Corolla
4 8 Rafael Suzuki Full Time Bassani Corolla
5 90 Ricardo Mauricio Eurofarma-RC Cruze
6 83 Gabriel Casagrande R. Mattheis Motorsport Cruze
7 111 Rubens Barrichello Full Time Sports Corolla
8 11 Gaetano di Mauro Vogel Motorsports Cruze
9 18 Allam Khodair Blau Motorsport Cruze
10 44 Bruno Baptista RCM Motorsport Corolla
11 12 Lucas Foresti Vogel Motorsports Cruze
12 51 Átila Abreu Shell V-Power Cruze
13 29 Daniel Serra Eurofarma-RC Cruze
14 70 Diego Nunes Blau Motorsport Cruze
15 28 Galid Osman Shell V-Power Cruze
16 0 Cacá Bueno Crown Racing Cruze
17 120 Vitor Baptista KTF Sports Cruze
18 4 Julio Campos Crown Racing Cruze
19 5 Denis Navarro Cavaleiro Sports Cruze
20 85 Guilherme Salas KTF Sports Cruze
21 54 Tuca Antoniazi Hot Car Competições Cruze
22 21 Thiago Camilo Ipiranga Racing Corolla
23 80 Marcos Gomes Cavaleiro Sports Cruze
24 117 Matias Rossi Full Time Sports Corolla
25 43 Pedro Cardoso R. Mattheis Motorsport Cruze

A Stock segue em Interlagos no final de semana para uma das provas mais importantes da temporada 2020: a Corrida do Milhão. A classificação acontece às 8h15, com transmissão pelo SportTV e a corrida, novamente com 40 minutos + uma volta de duração, começa às 10h10, e você poderá acompanhar pela Rede Globo

Todas as notícias sobre a Corrida do Milhão e a prova paulistana da Stock Car você acompanha no site do Motorsport.com. Fique por dentro de todas as novidades e análises, além de conferir nosso canal no YouTube!

VÍDEO: Veja a verdade sobre o início da treta de Nelson Piquet e imprensa

PODCAST: O que resta para Massa no automobilismo após sair se sua equipe na F-E?

 

compartilhar
comentários
Em Interlagos, César Ramos brilha e conquista sua primeira pole na Stock Car
Artigo anterior

Em Interlagos, César Ramos brilha e conquista sua primeira pole na Stock Car

Próximo artigo

Nelsinho manda recado após primeira vitória na Stock: "Acho que vamos dar trabalho nesse campeonato"

Nelsinho manda recado após primeira vitória na Stock: "Acho que vamos dar trabalho nesse campeonato"
Carregar comentários