Stock Car 2022 além de Rubinho: os outros heróis do ano em números

Não foi apenas o bicampeão que brilhou na principal categoria da América Latina

A Stock Car foi feita de grandes nomes e muitos feitos na temporada 2022

Com 15 vencedores diferentes em 24 corridas, a temporada 2022 da Stock Car Pro Series já faz parte da história. No dia 11 de dezembro, Interlagos viu a coroação de Rubens Barrichello como bicampeão da categoria na esteira de uma dramática Super Final.

O editor recomenda:

A decisão do título no ‘templo’ foi o desfecho com chave de ouro de um campeonato que trouxe à tona grandes nomes, consagrou seis novos vencedores e entregou marcas impressionantes. Confira algumas delas a seguir, com informações levantadas também pela AudaceTech Racing Manager.O maior vencedorTricampeão da Stock Car, Ricardo Maurício repetiu uma façanha que já havia alcançado no ano passado e fechou a temporada como o piloto com mais vitórias em 2022. O paulista da Eurofarma-RC cruzou a linha de chegada na frente em cinco oportunidades. Maurício chegou a 35 vitórias na categoria — ficando a apenas duas de igualar Cacá Bueno e Thiago Camilo, os maiores vencedores em atividade.1º - Ricardo Maurício, 5 vitórias2º - Rubens Barrichello, 33º - Matías Rossi, 24º - Gabriel Casagrande, 25º - Nelson Piquet Jr., 2Quem mais liderouEle, de novo. Maurício liderou o maior número de voltas em 2022. O tricampeão esteve na ponta em um total de 64 giros, contra 42 de Rubinho. Destaque da nova geração, Bruno Baptista esteve à frente de 32 voltas. Nada menos que 27 pilotos lideraram ao menos uma volta no campeonato. Veja:1º - Ricardo Maurício, 64 voltas2º - Rubens Barrichello, 423º - Gabriel Casagrande, 394º - Daniel Serra, 355º - Bruno Baptista, 32Quem mais largou na frenteEis uma das estatísticas mais apertadas da temporada e que traz, novamente, Maurício na frente. Desta vez, em liderança compartilhada com Gabriel Casagrande. Além de conquista especial, a definição do pole rende ao dono da posição de honra o Troféu Snapdragon e dois pontos na tabela.1º - Ricardo Maurício e Gabriel Casagrande, 2 poles *2º - Rubens Barrichello, Ricardo Zonta, César Ramos, Bruno Baptista, Daniel Serra, Felipe Lapenna, Felipe Baptista e Marcos Gomes, 1*Não são consideradas poles quando um piloto larga na frente na Corrida 2 em razão da regra do grid invertido.Quem mais ultrapassouDurante boa parte da temporada, Tony Kanaan foi o piloto que despontou na liderança do ranking de ultrapassagens da Stock Car. Lenda da Fórmula Indy, o piloto da Full Time Bassani/Texaco Racing registrou 443 ultrapassagens, enquanto Gaetano di Mauro foi o segundo no quesito, com 382.1º - Tony Kanaan, média de 19,26 manobras *2º - Gaetano Di Mauro, 16,603º - Cacá Bueno, 16,044º - Ricardo Zonta, 15,735º - Matías Rossi, 15,47* Computadas também ultrapassagens nos pit-stops.O mais velozUm primeiro semestre difícil tirou de Maurício chances de título. Mas os números reforçam que o ‘Ligeirinho’ foi um dos grandes nomes do ano. Outra marca liderada pelo tricampeão é a de voltas mais rápidas: cinco. O feito em cada etapa rende ao piloto o Troféu Volta Mais Rápida Motorola.1º - Ricardo Maurício, 5 voltas mais rápidas2º - Ricardo Zonta, 43º - César Ramos, 34º - Matías Rossi, 25º - Rubens Barrichello, Gabriel Casagrande, Daniel Serra, Felipe Baptista, Diego Nunes, Guilherme Salas, Albert Costa, Denis Navarro, Marcos Gomes, Allam KhodairO mais eficienteBarrichello proporcionou algumas das performances mais notáveis neste ano. Em três etapas de 2022, Rubinho faturou o Troféu Claro 5G Man of the Race, destinado ao maior pontuador daquele evento. O ápice aconteceu em Goiânia, onde o bicampeão brilhou com uma jornada perfeita: pole position e vitória nas duas corridas da etapa disputada em março, rendendo 100% dos 56 pontos em disputa.1º - Rubens Barrichello (Goiânia, etapa 2), 56 pontos (100%)2º - Rubens Barrichello (Santa Cruz do Sul, etapa 9), 50 pontos (89,2%)3º - Gaetano Di Mauro (Velopark, etapa 6), 47 pontos (83,92%)4º - Ricardo Maurício (Galeão, etapa 3); Rubens Barrichello (Velocitta, etapa 4); Ricardo Zonta (Goiânia, etapa 10), 46 pontos (82,14%)5º - Gabriel Casagrande (Velopark, etapa 5), 45 pontos, (80,35%)Novos vencedoresCom seis novos vencedores, a Stock chegou a um número emblemático: ao todo, desde o ano do seu nascimento, 1979, a categoria teve 75 pilotos diferentes no topo do pódio. O 75º foi justamente o mais jovem da temporada: Felipe Baptista (KTF), 19 anos, foi o melhor na Corrida 1 da Final. Outro que brilhou foi Enzo Elias (Shell V-Power), vencedor da segunda prova da Corrida de Duplas aos 20 anos. Matías Rossi, Gaetano Di Mauro, Felipe Lapenna e Cesar Ramos completam a lista.“Matías Messi”Matías Rossi tornou-se o estrangeiro mais bem-sucedido da história da categoria. O argentino venceu pela primeira vez na Stock Car em maio, no Velocitta, e repetiu a façanha diante de uma multidão em Interlagos, em julho, consolidando uma grande temporada com o Toyota Corolla #117 da A.Mattheis Vogel. Assim como foi o caso de Lionel Messi no futebol, para Matías Rossi só falta o título para a consagração total na Stock Car.MulheresElas estão em toda parte atuando com competência, e a Stock espera ter uma piloto no grid o quanto antes – Alô, Bia Figueiredo! Na engenharia, Rachel Loh contribuiu muito para a primeira vitória de Cesar Ramos e Erika Prado se destaca cada vez mais na Cavaleiro. Mas 2022 foi o ano no qual a liderança de Babi Rodrigues levou a Hot Car à aguardada vitória da primeira equipe chefiada por uma mulher. Um feito histórico.Equipes na chegadaTrês times terminaram o ano disputando o título de pilotos. E isso não é para qualquer um. Há quem diga que a Stock Car chega a ser mais competitiva dentro do box do que na pista. Estas foram as finalistas:Full Time Sports: No meio da temporada era difícil apostar em um novo título para Rubens Barrichello. Mas o time comandado por Maurício Ferreira e Eduardo Bassani mostrou uma força de recuperação incrível, que resultou na tomada da liderança e conquista do campeonato de pilotos nos momentos finais da temporada.Eurofarma-RC: Com Daniel Serra, o time chefiado por Rosinei “Meinha” Campos esteve na batalha pela taça até a última corrida do campeonato e, somando os esforços de Ricardo Maurício, a Eurofarma-RC faturou seis vitórias, três poles e 14 pódios. A grande jornada valeu, pela 11ª vez, o título de campeã entre as equipes.A.Mattheis Vogel: A união vencedora entre Andreas Mattheis e Mauro Vogel resultou em um dos times mais fortes do grid. Depois da glória alcançada com Gabriel Casagrande no ano passado, nesta temporada a equipe localizada em Petrópolis (RJ) conseguiu o feito de levar seus dois pilotos como candidatos ao título na Super Final BRB. Casagrande e Matías Rossi faturaram duas vitórias cada e estiveram na maior parte do calendário entre os protagonistas. No fim, o título entre as equipes escapou por apenas 40 pontos.O regulamentoA Stock Car coroou um total de 15 vencedores diferentes nas 24 corridas desta temporada – ou praticamente um a cada dois pilotos do grid. Seis deles subiram ao topo do pódio pela primeira vez na categoria.

O classificatório chegou a ter 22 carros em menos de meio segundo e 30 em menos de um segundo na 11ª etapa, em Goiânia. Campeão, o modelo Toyota Corolla Gazoo Racing venceu dez provas. Seu concorrente, Chevrolet Cruze, triunfou em 14 corridas, praticamente dividindo as vitórias colocadas em jogo. Ao todo 27 pilotos ocuparam a liderança de uma corrida na Stock Car Pro Series 2022.

ÚLTIMO GP de Clark; Graham Hill e Pedro Rodríguez, datas BIZARRAS e +: corridas da F1 em fins de ano

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate os piores do ano na F1 2022

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Hamilton, Márquez e mundo do esporte a motor lamentam morte de Pelé
Próximo artigo Fórmula 1, MotoGP, Stock Car e mais: confira os calendários de 2023 das principais categorias do esporte a motor

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil