Promotor revela que trabalha na possibilidade do nascimento do TCR Brasil em 2022

Mauricio Slaviero, que é o responsável pela parte brasileira do TCR South America, disse que trabalha para que campeonato tenha versão nacional já para 2022

Promotor revela que trabalha na possibilidade do nascimento do TCR Brasil em 2022

Curitiba recebeu neste fim de semana a segunda etapa da história do TCR South America, pela primeira vez realizando a corrida de endurance no campeonato. A vitória ficou com Digo Baptista e com o holandês Tom Coronel.

A temporada inaugural ainda sofre com as restrições de viagens da pandemia de Covid-19, com todo o grid possível ainda sem estrear no campeonato, mas o promotor da categoria, Mauricio Slaviero já observa bons resultados, após o feedback dos competidores.

Leia também:

“O campeonato só está mostrando evolução, sabemos que ainda há muito trabalho pela frente, mas a cada piloto novo que anda no carro, a opinião é a mesma, que o carro é excelente. Essa corrida de duplas foi muito importante, mais pilotos puderam conhecer os carros, todos eles gostaram muito. Tivemos as estreias dos (Hyundai) Elantras, que não andaram em São Paulo, foi muito positivo, mostraram que são carros competitivos. Outro ponto positivo foi a vinda de pilotos estrangeiros. Estamos em evolução e a cada prova vamos ainda mais.”

A próxima etapa do TCR South America será no Velopark, nos dias 28 e 29 de agosto, no fim de semana que marcará a despedida brasileira do campeonato, mas que ainda será palco de estreias.

“Ainda existem três ou quatro carros que devem entrar no Velopark. Teremos a estreia do Link & Co, que testaram na Argentina e foram muito bem, mas em função das restrições de viagens em função da pandemia, eles infelizmente não puderam estar aqui, mas estarão no Velopark com certeza, esperamos ter um grid de 14 ou 15 carros lá.”

A satisfação é tão grande que motivou Slaviero a começar a colocar em prática a ideia de um campeonato brasileiro, o TCR Brasil, com a adição de mais algumas etapas no País, junto com as corridas valendo pelo campeonato sul-americano, já no ano que vem.

“Não tenho dúvida que estamos preenchendo uma lacuna grande que existia no mercado, isso está sendo muito bem recebido por todas as equipes”, disse Slaviero sobre o fato de o TCR ter carros com tração dianteira. “Eu, como representante da WSC aqui no Brasil, estou evoluindo bastante a possibilidade de além de termos o sul-americano no ano que vem, também, com algumas provas a mais, de se formar também o campeonato brasileiro. Espero poder anunciar mais detalhes em breve.”

F1 2021: Jornalista holandês vê Max maior do país, título perto e maturidade: “não erra duas vezes”

Como fica campeonato após guerra declarada entre Verstappen e Hamilton?

 

.

 

 

compartilhar
comentários
TCR South America: Digo Baptista e Tom Coronel vencem em Curitiba após largarem em penúltimo

Artigo anterior

TCR South America: Digo Baptista e Tom Coronel vencem em Curitiba após largarem em penúltimo

Próximo artigo

TCR South America: Após vitória, Digo Baptista segue confiante para correr em Rivera

TCR South America: Após vitória, Digo Baptista segue confiante para correr em Rivera
Carregar comentários