Petecof vê 2023 “em aberto” e não descarta correr nos EUA

Piloto que fez seis etapas no atual campeonato está no Velocitta na preparação dos carros da F4 Brasil

Gianluca Petecof

Gianluca Petecof

Campos Racing

O Velocitta recebe neste fim de semana a oitava etapa da Stock Car Pro Series e também a quarta da F4 Brasil e um piloto que em 2022 se envolveu nas duas competições é Gianluca Petecof. O paulista de 19 anos está em Mogi Guaçu, junto com o piloto Vitor Baptista, auxiliando na preparação dos carros para a rodada tripla na categoria de fórmula que estreou neste ano no País.

Leia também:

Petecof explicou em detalhes o seu trabalho com os carros da categoria que representam o passo seguinte para jovens pilotos que recém saíram do kart e buscam oportunidades até a F1.

“Estive próximo desse projeto desde o início”, disse Petecof com exclusividade ao Motorsport.com. “Desde o primeiro shakedown com o primeiro carro que chegou ao Brasil, depois um outro com todos os carros que chegaram ao Velocitta antes da primeira etapa, e agora novamente, testando os carros antes da quarta etapa.

“É uma felicidade participar deste grande projeto, pioneiro aqui no Brasil e certificada pela FIA, com o mesmo equipamento que eu usei lá fora, isso era muito necessário para o nosso automobilismo. Hoje fizemos aqui um novo shakedown para ajudar na equalização e deixar todo mundo preparado para o restante do campeonato.”

Mas, Petecof está de olho em 2023, revelando que ainda não há uma direção certa de onde vai correr na próxima temporada.

“Está tudo em aberto. É claro que eu estou aproveitando muito esse momento na Stock, foi uma grande porta aberta pela Full Time e pela Toyota aqui no Brasil, é um mundo completamente novo, eu fiz minha carreira inteira em categorias de base na Europa, conquistei meu título na Fórmula Regional em 2020, e agora veio essa mudança, com tudo novo, fui aprendendo a cada etapa.

“Já tivemos bons momentos no Rio e agora estou focando aqui, quem sabe um assento integral para 2023, mas claro, eu tenho um histórico de fórmula, é a minha casa, me sinto muito natural. Ainda hoje, guiando os carros da F4, foi fácil perceber, então nunca se sabe as oportunidades que podem aparecer amanhã.”

Uma das possíveis opções nos monopostos para o jovem piloto é o automobilismo norte-americano. Petecof revela que a Indy Lights poderá ser uma das opções.

“Os EUA têm um automobilismo que tem crescido muito, a gente vê uma estrutura muito boa no programa Road to Indy, os incentivos que eles dão, o acesso à categoria principal, então quem sabe também as terras americanas, quem sabe?”

PODCAST #193: 'Estilo Briatore' faz com que Piastri chegue à F1 queimado?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F4 Brasil: Pipe Barrichello Bartz inicia segunda metade da temporada no palco de primeiro pódio
Próximo artigo Baixe o Guia da Stock Car e F4 no Velocitta gratuitamente

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil