GP do México - Corrida

compartilhar
comentários

Resumo

Status: Desconectado
10:46

E com a 'tristeza' de Lewis Hamilton por ter chegado em segundo, encerramos nossa transmissão por aqui. Agradecemos a todos que nos acompanharam no retorno do GP do México à F1 após 23 anos.

Daqui a duas semanas tem GP do Brasil e o Motorsport.com estará em Interlagos e levará até você, caro leitor, todas as informações do final de semana em que a categoria desembarca por aqui. Siga de olho em nosso noticiário e até lá!

10:46 A Manor pode ter ficado com as duas últimas posições na prova, como de costume. Mas todos vão ganhar sorvetes por lá. Cairia bem por aqui, não?
10:46 E quem conduz as entrevistas no pódio é Nigel Mansell.
10:46 Com a vitória no México e o abandono de Vettel, Rosberg retoma a vice-liderança da temporada, com 272 pontos. Hamilton chega aos 345.
10:46 Eis o "sombrero" dado aos pilotos para o pódio:
10:46 E Rosberg celebra com o público. Bela imagem.
10:46 Hoje não tem boné no pódio, mas "sombrero" mexicano.
10:46 A classificação final (somente com os que terminaram a prova):
10:46 Rosberg não vencia desde o GP da Áustria.
10:46 Felipe Nasr, com problema nos freios, abandonou a prova.
10:46 Hulkenberg, Perez, Verstappen e Grosjean completaram a zona de pontuação.
10:46 Kvyat foi o quarto e Ricciardo o quinto. Felipe Massa terminou a prova na sexta posição.
10:46 Nico Rosberg vence o GP do México, com Lewis Hamilton em segundo e Valtteri Bottas em terceiro.
10:46 Duelo interno na Lotus F1 pela décima posição. Quem leva a melhor?
10:46 Massa tenta um último esforço para superar Ricciardo.
10:46 Cinco voltas para o final da prova. Rosberg sustenta 1.2s de vantagem sobre Hamilton. O britânico conseguirá atacar nos instantes finais?
10:46 O quanto Maldonado chegou perto do muro? Veja:
10:46 Pastor Maldonado quase bate no muro e a Lotus F1 não perdoa:
10:46

A nove voltas para o final da prova, eis os dez primeiros colocados:

ROS
HAM
BOT
KVY
RIC
MAS
HUL
PER
VES
GRO

10:46 Williams incentiva Massa a partir para cima das Red Bulls, dizendo que ambos os carros são "vulneráveis", devido à menor velocidade de reta.
Carregar comentários