Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
67 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
81 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
88 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
116 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
144 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
151 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
165 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
172 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
186 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
200 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
207 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
221 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
235 dias

A vez de Bottas? História da F1 mostra que vencedor com dobradinha em Melbourne sempre foi campeão

compartilhar
comentários
A vez de Bottas? História da F1 mostra que vencedor com dobradinha em Melbourne sempre foi campeão
17 de mar de 2019 15:03

Piloto finlandês tenta manter escrita após performance soberana no GP da Austrália de domingo

Se a história da Fórmula 1 for se repetir, teremos um novo campeão mundial em 2019. E ele pode ser Valtteri Bottas.

O finlandês dominou de ponta a ponta e ainda fez a volta mais rápida do Grande Prêmio da Austrália do último domingo, chegando mais de 20s à frente do companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton.

Desde que o GP da Austrália passou a ser disputado em Melbourne, aconteceram sete dobradinhas de uma equipe na prova. Em todas elas o piloto, bem como seu time, foram campeões ao fim da temporada.

Leia também:


Em 1996, Damon Hill contou com um problema de seu companheiro de Williams estreante Jacques Villeneuve para vencer em Albert Park. O britânico venceria o seu único título ao fim daquela temporada, com o time de Sir Frank ficando como campeão de Construtores.

Dois anos mais tarde, Mika Hakkinen ganhou em Melbourne em uma corrida que David Coulthard, seu companheiro de McLaren, o deixou passar depois de um erro da equipe no pit stop do finlandês. Hakkinen e a McLaren foram campeões.

Em 2000, Michael Schumacher contou com as quebras das McLarens para vencer o GP da Austrália, seguido de Rubens Barrichello. Ao fim da temporada, a Ferrari quebraria um jejum de 21 anos sem um piloto campeão.

No ano de 2004, Schumacher venceu novamente seguido por Barrichello, e a Ferrari ganhou um de seus campeonatos mais dominantes.

Em 2009, a então recém-criada Brawn GP venceu na Austrália com Jenson Button novamente seguido por Rubinho. Button e a equipe seriam campeões ao fim da temporada.

Em 2015 e 2016 a Mercedes venceu em Melbourne com dobradinha e foi campeã com fim da temporada. Mas, no primeiro desses anos, foi Hamilton quem triunfou na prova e ganhou o título com Rosberg em segundo. Na temporada seguinte, os papéis se inverteram.

Race winner Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, celebrates with the trophy, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 and Max Verstappen, Red Bull Racing on the podium

Race winner Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1, celebrates with the trophy, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 and Max Verstappen, Red Bull Racing on the podium

Photo by: Dirk Klynsmith / Sutton Images

Próximo artigo
Ferrari explica ordem para Leclerc não atacar Vettel na Austrália

Artigo anterior

Ferrari explica ordem para Leclerc não atacar Vettel na Austrália

Próximo artigo

Piloto da casa, Ricciardo vai mudar abordagem para GP da Austrália de 2020

Piloto da casa, Ricciardo vai mudar abordagem para GP da Austrália de 2020
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Valtteri Bottas Compre Agora
Equipes Mercedes Compre Agora