Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
44 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
51 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
65 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
79 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
93 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
100 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
114 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
128 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
135 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
149 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
170 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
184 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
212 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
219 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
233 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
240 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
254 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
268 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
275 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
289 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
303 dias

Alonso: decisão de deixar Ferrari e ir à McLaren parecia correta

compartilhar
comentários
Alonso: decisão de deixar Ferrari e ir à McLaren parecia correta
22 de jan de 2019 12:28

Espanhol diz que “10 de cada 10 pilotos” teriam feito a mesma coisa diante das dificuldades da Ferrari no início da era turbo híbrida

Fernando Alonso diz que não se arrepende de sua decisão de trocar a Ferrari pela McLaren na F1, já que considera que, àquela altura, parecia se tratar da mudança correta a se fazer.

O espanhol trocou de equipe em 2015, após cinco anos de frustração sem conseguir conquistar o título mundial em Maranello. A última temporada de vermelho foi a mais decepcionante, já que a Ferrari inicialmente não se adaptou bem ao regulamento V6 turbo híbrido e a equipe passou o ano sem vitórias.

Assim, Alonso assinou com a McLaren de 2015 em diante, já que a equipe inglesa iniciaria uma parceria exclusiva de fornecimento de motor com a Honda – fabricante com a qual obteve grande sucesso na vidada dos anos 80 para 90.

No entanto, a McLaren viveu momentos difíceis, sendo que Alonso não obteve um pódio sequer em sua nova passagem pela equipe; já a Ferrari se recuperou e se mostrou uma real candidata o título nas últimas duas temporadas.

“Depois que você termina o capítulo é fácil dizer, mas quando me juntei à Ferrari em 2010, acho que 10 de cada 10 pilotos teriam ido naquela direção”, disse Alonso.

“Tive azar em algumas corridas, mas sem uma bola de cristal é difícil tomar decisões.”

O espanhol explicou por que decidiu apostar no projeto da McLaren naquele momento. “Quando me juntei à McLaren-Honda, em 2015, ouvi durante todo o ano de 2014 que seria uma boa decisão, porque o motor turbo da Ferrari não era bom.”

“McLaren e Honda tiveram um ano de desenvolvimento livre, já que eles não correram em 2014, e foi uma grande decisão. Ouvi boas coisas e acho que 10 de cada 10 pilotos teriam ido naquela direção.”

Alonso se afastou da F1 para a temporada de 2019, de modo que se dedicará a competições de endurance e às 500 Milhas de Indianápolis.

Próximo artigo
Paul Ricard passa por obras de olho no GP da França de 2019

Artigo anterior

Paul Ricard passa por obras de olho no GP da França de 2019

Próximo artigo

Pilotos creem que Sauber será time a se “prestar atenção” em 2019

Pilotos creem que Sauber será time a se “prestar atenção” em 2019
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso Compre Agora