Fórmula 1
02 jul
-
05 jul
Corrida em
13 Horas
:
33 Minutos
:
26 Segundos
R
GP da Estíria
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
4 dias
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
11 dias
R
GP de 70º aniversário
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
32 dias
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
53 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
60 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Canceled
24 set
-
27 set
Próximo evento em
81 dias
08 out
-
11 out
Canceled
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
109 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
116 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
130 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
144 dias

ANÁLISE: Como vai funcionar o novo Sistema de Desvantagem em Aerodinâmica da F1

compartilhar
comentários
ANÁLISE: Como vai funcionar o novo Sistema de Desvantagem em Aerodinâmica da F1
Por:
, Editor
28 de mai de 2020 17:07

Entre as mudanças ratificadas pela FIA na quarta-feira, está um novo sistema projetado para ajudar as equipes da parte de baixo da tabela

O Conselho Mundial de Automobilismo da FIA ratificou ontem as mudanças planejadas pela Fórmula 1 nos regulamentos esportivo, técnico e financeiro a partir de 2021, como parte de uma guinada para uma categoria mais sustentável e competitiva. E, entre as novidades apresentadas, está um novo sistema para equilibrar a performance dos carros em termos de aerodinâmica.

O teto orçamentário foi o principal elemento das discussões realizadas pela categoria nos últimos meses, sendo reduzido de 175 milhões de dólares (cerca de R$ 930 milhões) para 145 milhões (cerca de R$ 770 milhões) para 2021, em um movimento para não apenas reduzir os gastos, como também fomentar um grid mais competitivo, reduzindo a diferença de performance entre as equipes.

Leia também:

Além disso, houve uma outra medida imediata: uma diminuição progressiva na quantidade permitida de testes de aerodinâmica para as equipes nos túneis de vento, valendo já para 2021. Será a primeira vez que a categoria terá um sistema do tipo, visando nivelar as performances.

No momento, as equipes tem permissão de fazer 65 testes em seus túneis de vento por semana, mas esse número deve ser reduzido para uma base de 40 para 2021.

O novo regulamento esportivo irá dividir o ano em uma série de Períodos de Testes Aerodinâmicos (PTAs), com cada período durando cerca de oito semanas. Em cada PTA, haverá um número base de 320 testes em 400 horas de uso do túnel de vento, com 80 horas de "vento ligado".

Isso equivale a 40 testes por semana e 50 horas de ocupação, com 10 horas de "vento ligado".

Porém, esse valor base será válido apenas para a equipe que terminar em quinto no Mundial de Construtores de 2020. As equipes da frente perderão 2,5% a cada posição acima, deixando o campeão com 90% desse total - ou seja, 36 testes por semana.

Já as equipes que terminarem abaixo do quinto lugar no Mundial, tem um tempo de testes acrescido em 2,5% a cada posição abaixo. A equipe que terminar em décimo na classificação, terá 112,5% de tempo a partir do número base, o que equivale a 45 testes por semana.

Essa distribuição será baseada no Mundial de Construtores do ano anterior até o final de junho. A partir de julho, ela passará a seguir a ordem do campeonato do ano.

Os cortes para as equipes da frente serão ainda maiores entre 2022 e 2025. O campeão dos construtores irá receber apenas 70% do número base, o que equivale a 28 testes por semana.

A partir do segundo lugar, haverá um ganho de 5% por posição, deixando o sétimo colocado com a base de 40 testes. Já a equipe que terminar em último entre os construtores, terá 115% da base, ou seja, 46 testes por semana.

Exemplificando, com base no campeonato de construtores de 2019, as novas regras colocariam a Williams com nove testes no túnel de vento a mais que a Mercedes em 2021, e 18 testes adicionais por semana entre 2022 e 2025.

A expectativa da F1 com esse novo sistema é que o desenvolvimento adicional dará às equipes da parte de baixo da tabela mais oportunidades de diminuir a diferença para os carros da frente.

Entenda como vai funcionar o novo Sistema de Desvantagem em Aerodinâmica da F1:

Posição no Mundial de Construtores

% de testes de PTA em 2021 por equipe

Número médio de testes por semana em 2021

% de testes de PTA entre 2022 e 2025 por equipe

Número médio de testes por semana entre 2022 e 2025

90%

36

70%

28

92.5%

37

75%

30

95%

38

80%

32

97.5%

39

85%

34

100%

40

90%

36

102.5%

41

95%

38

105%

42

100%

40

107.5%

43

105%

42

110%

44

110%

44

10º ou abaixo

112.5%

45

115%

46

GALERIA: Os 50 carros mais malucos da história da F1

Galeria
Lista

March 2-4-0

March 2-4-0
1/50

Foto de: LAT Photographic

Arrows A2

Arrows A2
2/50

Foto de: LAT Images

McLaren MP4-29

McLaren MP4-29
3/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Lotus 49B

Lotus 49B
4/50

Foto de: LAT Photographic

Ensign N179

Ensign N179
5/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Arrows A22

Arrows A22
6/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Alfa Romeo 179

Alfa Romeo 179
7/50

Foto de: LAT Images

Force India VJM07

Force India VJM07
8/50

Foto de: LAT Images

Caterham CT05

Caterham CT05
9/50

Foto de: Alastair Staley / Motorsport Images

March 711

March 711
10/50

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Renault RS01

Renault RS01
11/50

Foto de: LAT Images

Lotus E22

Lotus E22
12/50

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Lotus 88

Lotus 88
13/50

Foto de: Team Lotus

Brabham BT46

Brabham BT46
14/50

Foto de: Jeff Bloxham / Motorsport Images

Honda RA108

Honda RA108
15/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ligier JS5

Ligier JS5
16/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Forti Corse FG01B

Forti Corse FG01B
17/50

Foto de: LAT Images

Williams FW26

Williams FW26
18/50

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

ATS HS1

ATS HS1
19/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Eifelland 21

Eifelland 21
20/50

Foto de: LAT Images

McLaren MP4/10B

McLaren MP4/10B
21/50

Foto de: LAT Images

Toro Rosso STR9

Toro Rosso STR9
22/50

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

Brabham BT26

Brabham BT26
23/50

Foto de: LAT Photographic

Williams FW08B

Williams FW08B
24/50

Foto de: Dom Romney / Motorsport Images

Alfa Romeo 177

Alfa Romeo 177
25/50

Foto de: LAT Images

McLaren M26

McLaren M26
26/50

Foto de: LAT Photographic

Life L190

Life L190
27/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Brabham BT34

Brabham BT34
28/50

Foto de: Rainer W. Schlegelmilch

Renault R29

Renault R29
29/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ferguson P99 4WD

Ferguson P99 4WD
30/50

Foto de: LAT Images

Ferrari 312 B3

Ferrari 312 B3
31/50

Foto de: Franco Nugnes

Maki F101A

Maki F101A
32/50

Foto de: Dave Dyer

Ferrari F310

Ferrari F310
33/50

Foto de: LAT Images

March 751

March 751
34/50

Foto de: LAT Images

Osella FA1I

Osella FA1I
35/50

Foto de: LAT Images

Merzario A1

Merzario A1
36/50

Foto de: LAT Images

Brabham BT55

Brabham BT55
37/50

Foto de: LAT Images

Tyrrell 025

Tyrrell 025
38/50

Foto de: Sutton Motorsport Images

Toleman TG183B

Toleman TG183B
39/50

Foto de: LAT Images

AGS JH22

AGS JH22
40/50

Foto de: LAT Images

Brabham BT42

Brabham BT42
41/50

Foto de: LAT Images

Zakspeed 861

Zakspeed 861
42/50

Foto de: LAT Images

Footwork FA12

Footwork FA12
43/50

Foto de: LAT Images

Ligier JS19

Ligier JS19
44/50

Foto de: LAT Images

Mercedes-Benz W196

Mercedes-Benz W196
45/50

Foto de: LAT Images

Lotus 56B gas turbine

Lotus 56B gas turbine
46/50

Foto de: LAT Images

Hesketh 308B

Hesketh 308B
47/50

Foto de: LAT Images

Cosworth 4WD

Cosworth 4WD
48/50

Foto de: David Phipps

BMW Sauber F1.09

BMW Sauber F1.09
49/50

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Tyrrell P34

Tyrrell P34
50/50

Foto de: LAT Images

VÍDEO: Engenheiro que trabalhou com Ricciardo e Sainz compara os pilotos

PODCAST: Alain Prost: 'apenas' o vilão dos brasileiros ou um gênio incompreendido?

 

Próximo artigo
F1: Ricciardo revela que negociou com a Ferrari antes de fechar com a McLaren

Artigo anterior

F1: Ricciardo revela que negociou com a Ferrari antes de fechar com a McLaren

Próximo artigo

Renda da McLaren cai com crise de coronavírus e pagamento milionário a Ron Dennis

Renda da McLaren cai com crise de coronavírus e pagamento milionário a Ron Dennis
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith