Após processo de Wolff e intervenção do Congresso dos EUA em prol da Andretti, F1 e FIA divulgam comunicado 'decisivo'

Depois de cobrança de políticos americanos em prol da Andretti e judiacilização de Susie Wolff, categoria e órgão fazem 'anúncio' importante de nova postura

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG and his wife Susie Wolff

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Fórmula 1 e Federação Internacional do Automobilismo 'soltaram' um comunicado conjunto que foi divulgado pela AP nesta quarta-feira e interessa à Andretti, que tenta entrar na categoria máxima. A novidade também vem após um 'escândalo' envolvendo o clã Wolff na elite global do esporte a motor.

O editor recomenda:

“O Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA nunca esteve tão forte e vem crescendo globalmente. A FIA e a F1 estão comprometidas em entregar os melhores resultados para todo o esporte", diz o comunicado conjunto.

"Para tanto, ambas as partes estão desenvolvendo um novo plano estratégico que permitirá aproveitar oportunidades e potencializar ainda mais a F1 nos próximos anos", finalizaram FIA e F1, conforme a AP (Associated Press).

Embora o texto oficial não mencione a Andretti, a equipe norte-americana é vista como uma potencial beneficiada do novo movimento das entidades. Isso pois elas vinham discordando publicamente acerca da possível entrada da escuderia dos Estados Unidos na categoria.

O 'não-alinhamento', aliás, vem sendo um ponto de tensão entre o presidente da FIA, Mohammed ben Sulayem, e o CEO da F1, Stefano Domenicali -- este, por sua vez, tem sua postura refratária ao ingresso do time americano no grid apoiada pela maioria das atuais equipes da elite do automobilismo mundial.

Outro recente ponto de tensão entre FIA e F1 foi a investigação promovida pelo órgão regulador em relação a Susie Wolff, esposa do chefe da Mercedes Toto Wolff e gestora da F1 Academy, categoria feminina promovida pela F1. Após polêmica por suposto conflito de interesses, a FIA 'encerrou' o caso.

Além disso, houve ainda a controvérsia sobre o valor de mercado da F1: quando surgiram notícias de uma eventual venda da categoria pelos atuais donos, a Liberty Media, o presidente da FIA afirmou que a competição não valia tanto quanto os valores citados pelas reportagens. O campeonato não foi vendido.

MARTÍN vence, mas MÁRQUEZ 'SE APROXIMA' da Ducati OFICIAL após bater PECCO na França. Jorge CHUTADO?

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

PÓDIO CAST #10 - Análise do GP da França e a briga Martín x Márquez pela vaga da Ducati

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Em medida 'anti-Magnussen', FIA cogita punições mais drásticas; saiba como
Próximo artigo F1: ‘Cláusula Marko’ traz detalhe sobre quando Verstappen poderia usá-la; entenda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil