Fórmula 1 GP da Emilia Romagna

F1: ‘Cláusula Marko’ traz detalhe sobre quando Verstappen poderia usá-la; entenda

Dispositivo contratual que pode liberar piloto para outro time tem prazo de validade

Max Verstappen, Red Bull Racing, arrives at the track with Helmut Marko, Consultant, Red Bull Racing

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Apesar de dominar a Fórmula 1 nos últimos anos, a Red Bull está longe de passar por dias tranquilos em 2024. A crise interna gerada pelo ‘caso Horner’, bem como o anúncio da saída de Adrian Newey, fazem crer que nada vai bem internamente no time que representa a marca de bebidas energéticas.

Leia também:

Após a saída de Newey e rumores que outros membros-chaves da parte técnica também podem abandonar a equipe, o futuro de Max Verstappen também tem sido alvo de especulações.

A mais forte, sem dúvida, é a sua ida para a Mercedes, com o chefe da equipe, Toto Wolff, não fazendo questão de esconder seu desejo pelos serviços do holandês.

Soma-se a isso a uma cláusula no atual contrato de Verstappen – que vai até o final de 2028 -, mas que liberaria o holandês para outro time no caso de Helmut Marko deixar a equipe, seja demitido ou por vontade própria.

O jornal alemão Bild publicou um detalhe importante sobre esta cláusula. Segundo a publicação, ela possui um ‘prazo de validade’ de um ano, ou seja, Verstappen poderá deixar a Red Bull, sem a necessidade de pagamento de multa, até um ano após o desligamento de Marko.

Isso deixaria o piloto em posição de avaliar melhor a situação interna na Red Bull, além de ter mais conhecimento sobre o desempenho da equipe a partir de 2026, que promete um maior equilíbrio no grid, com a equipe austríaca também produzindo suas próprias unidades de potência em conjunto com a Ford, sem o 'know-how' das rivais, como Mercedes e Ferrari.

O ROMPIMENTO de Senna e Reginaldo Leme: assessora de Ayrton, Betise cita ROLO e 'solução PEDRO BIAL'

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #282 – Histeria contra Hulkenberg na F1 é justificável?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Após processo de Wolff e intervenção do Congresso dos EUA em prol da Andretti, F1 e FIA divulgam comunicado 'decisivo'
Próximo artigo F1: Newey critica Red Bull por anunciar sua saída no aniversário de morte de Senna e fala sobre "estranho" GP de Miami

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil