CEO da F1 afirma que história da categoria não pode impedir mudanças

compartilhar
comentários
CEO da F1 afirma que história da categoria não pode impedir mudanças
Por:
, Editor

Chase Carey disse ao podcast oficial da F1 que mudanças no esporte podem ser benéficas mesmo que não agradem todos os fãs

O CEO da Fórmula 1, Chase Carey, disse que a história e as tradições da categoria não podem se tornar uma "camisa de força" que não permite que a categoria considere mudanças de formato, como corridas com grid invertido, que são muito utilizadas em outros campeonatos.

A cúpula da F1 tem considerado mudanças para introduzir corridas curtas com grid invertido como um substituto para a classificação de alguns GPs.

Leia também:

A proposta foi rejeitada para 2020 depois que a Mercedes atrapalhou o acordo unânime e, embora as mudanças na estrutura de votação tenham tornado mais fácil avançar no futuro, a oposição parece ter crescido.

CEO e presidente da F1, Carey, disse que embora as mudanças não agradem a alguns fãs puristas, exemplos de outros esportes provaram que muitas vezes podem ser benéficos.

“Na maioria dos esportes, quando falam sobre mudanças, os fãs mais ferrenhos resistem a elas”, disse Carey ao podcast Beyond the Grid da F1.

“Major League Baseball, quando eles tinham um rebatedor designado, todo mundo não gostava. A NBA colocou uma linha de três pontos, os mais ferrenhos não gostaram.”

“Na verdade, na maioria dos casos, não em todos, mas na maioria dos casos, essas mudanças acabaram sendo vistas como positivas, trazendo uma nova energia, trazendo uma nova perspectiva”.

“Eu acho que você tem que ter cuidado para não enfeitar o esporte, que você está reconhecendo a importância da história e a importância do que tornou esse esporte especial, mas não deixe que isso se transforme em uma camisa de força que não permita que você considere as mudanças que podem realmente melhorar o esporte para os fãs”.

O diretor esportivo da F1, Ross Brawn, disse na sequência do dramático GP da Itália em Monza que era o momento perfeito para rever o plano de corrida sprint com grid invertido para 2021.

Mudanças na governança da F1 sob o novo Pacto de Concórdia de 2021 significam que apenas uma "super maioria" é necessária para aprovar uma mudança de formato, ao contrário da unanimidade exigida até neste ano.

Mas mais equipes têm emprestado sua oposição para se juntar à Mercedes, enquanto vários pilotos também expressaram preocupações sobre a mudança de formato, potencialmente desvalorizando as vitórias.

Carey enfatizou que qualquer decisão sobre uma mudança de formato seria uma “decisão do grupo” e que a F1 “não ditaria isso” às equipes.

“Acho que uma decisão como a específica sobre uma corrida de classificação, acho que é uma decisão do grupo. Da minha perspectiva, não vamos ditar isso”, afirmou. “Vamos começar, ver os prós e os contras, fazer o dever de casa apropriado sobre o que pensamos novamente, os benefícios e problemas com isso, e ter uma discussão honesta com todos”, disse Carey.

“É aí que é importante ter um espírito de parceria e não ver se isso é bom ou ruim para mim, como equipe, mas é bom ou ruim para o esporte, e fazer um julgamento informado”.

“É uma decisão que consideramos respeitosa com o esporte e criar corridas maiores para os fãs? No final do dia, é disso que se trata”.

“Nem todo fã vai gostar, você nunca vai chegar a 100%, e é por isso que temos que fazer o julgamento se é algo que achamos que vai melhorar o esporte”.

“Sem fazer parecer que estamos apenas jogando ideias contra a parede, devemos sempre nos esforçar para encontrar outras maneiras de tornar o esporte mais interessante e emocionante para os fãs”.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton 'DÁ O TROCO' em Stewart e cia e elege o momento de maior 'DRAMA' em sua carreira na F1

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

 

F1: Racing Point crê que Hulkenberg teria igualado Pérez com mais tempo em Nurburgring

Artigo anterior

F1: Racing Point crê que Hulkenberg teria igualado Pérez com mais tempo em Nurburgring

Próximo artigo

F1: Mercedes diz que não teve preocupações com volante de Hamilton no GP de Eifel

F1: Mercedes diz que não teve preocupações com volante de Hamilton no GP de Eifel
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith