Chefe da Ferrari: Alcançar Mercedes não pode ser nosso único alvo

Mattia Binotto reitera que o foco do time de Maranello está nas melhorias aerodinâmicas

Chefe da Ferrari: Alcançar Mercedes não pode ser nosso único alvo
Carregar reprodutor de áudio

Em meio à má fase da Ferrari na atual temporada da Fórmula 1, o chefe da equipe italiana, Mattia Binotto, disse que o time de Maranello não pode ter como único objetivo em 2019 apenas alcançar a Mercedes.

Segundo o dirigente, um dos focos da escuderia vermelha é aumentar a pressão aerodinâmica de seu carro, de modo a atenuar os problemas do SF90 em circuitos de baixa velocidade, como se viu no GP da Hungria.

Leia também:

A Ferrari está tentando corrigir a deficiência aerodinâmica com uma série de atualizações, mas está ciente de que ainda não é suficiente. "Estamos com muita falta de downforce", disse o chefe da equipe.

"Certamente estamos buscando mais downforce, já neste ano. Na segunda parte da temporada, vamos tentar colocar o máximo de downforce que podemos, e o próximo ano exigirá ainda mais", comentou, tendo em vista o calendário de 2020 (entenda na galeria abaixo).

"Sabemos que nossos concorrentes estão se desenvolvendo e os carros do próximo ano terão bastante força descendente. Não podemos considerar a desvantagem de hoje como um alvo único. Tem que ser mais do que isso”, ponderou o italiano.

A performance da Ferrari no GP da Hungria deixou os dois carros vermelhos a mais de um minuto do vencedor, Lewis Hamilton, da Mercedes, no final. Binotto, porém, não acredita que a equipe já tenha que muar o foco para o ano que vem.

"Não apenas porque teremos os mesmos regulamentos, mas também porque o que fizermos neste ano será para o benefício do carro do próximo ano também”, explicou o chefe da equipe, que substituiu Maurizio Arrivabene neste ano.

CALENDÁRIO DE 2020 DEVE SER O MAIOR DA HISTÓRIA DA F1

O Motorsport.com apurou que o GP do México deve renovar com a F1 por mais três anos. E com a provável manutenção do GP da Espanha por pelo menos mais um ano, a categoria deverá perder uma de suas melhores provas de 2019: o GP da Alemanha.

A organização da categoria pretendia manter o número de 21 provas para 2020, mas os planos acabaram mudando e a tendência é que a próxima temporada tenha 22 corridas, uma quantia recorde.

Das 21 etapas de 2019, 18 estão garantidas para o ano que vem. A permanência de México e Espanha é altamente provável as entradas de Vietnã e Holanda já estão confirmadas, levando o número a 22. Nesse cenário, portanto, a Alemanha deve ficar de fora. Entenda na galeria abaixo:

GP da Austrália
GP da Austrália
1/23
A etapa de Melbourne seguirá abrindo a temporada da F1. A prova de 2020 já tem data confirmada: 15 de março.

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

GP do Bahrein
GP do Bahrein
2/23
Segunda etapa da temporada 2019, a prova de Sakhir foi marcada por grande decepção para Charles Leclerc e está confirmada para 2020.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

GP da China
GP da China
3/23
A etapa de Xangai de 2019 marcou a milésima corrida da história da F1 e segue no calendário em 2020.
GP do Azerbaijão
GP do Azerbaijão
4/23
A movimentada etapa de Baku se mantém no calendário do ano que vem.

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

GP do Vietnã
GP do Vietnã
5/23
O GP do Vietnã (layout na foto) está confirmado em 2020 e deve ocorrer em abril, pouco antes da habitual data da corrida espanhola.

Foto de: FOM

GP da Espanha
GP da Espanha
6/23
Depois de governo voltar atrás e decidir apoiar financeiramente a etapa, GP deve ficar no calendário.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

GP da Holanda
GP da Holanda
7/23
Confirmado em 2020, o GP da Holanda será disputado em Zandvoort (foto) e deve ser realizado em maio.
GP de Mônaco
GP de Mônaco
8/23
Tradicionalíssima prova de Monte Carlo segue na Fórmula 1.

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

GP do Canadá
GP do Canadá
9/23
Palco de polêmica entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton neste ano, a etapa de Montreal segue no calendário para 2020.

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

GP da França
GP da França
10/23
Alvo de duras críticas por conta de sua monotonia, a corrida de Paul Ricard também acontecerá no ano que vem.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

GP da Áustria
GP da Áustria
11/23
Responsável por reanimar os fãs da F1 com a espetacular vitória de Max Verstappen, a prova de Spielberg se mantém firme e forte para 2020.

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

GP da Grã-Bretanha
GP da Grã-Bretanha
12/23
Recém-confirmada na F1 até 2024, a etapa de Silverstone é o berço da categoria, já que foi sede da primeira corrida da história do campeonato, em 1950.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

A definir (GP da Alemanha)
A definir (GP da Alemanha)
13/23
A etapa de Hockenheim segue sem contrato para 2020 e deve ficar de fora da próxima temporada.

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

GP da Hungria
GP da Hungria
14/23
A tradicional prova de Hungaroring segue no calendário para 2020.

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

GP da Bélgica
GP da Bélgica
15/23
A etapa de Spa-Francorchamps, famosa pela curva Eau Rouge (foto) é uma das favoritas de pilotos e fãs e se mantém na F1.

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

GP da Itália
GP da Itália
16/23
Outra corrida tradicional que segue no calendário é o GP da Itália, disputado em Monza. O circuito renovou com a F1 neste ano e segue pelo menos até 2024, como Silverstone.

Foto de: Alessio Morgese / Luca Rossini

GP de Cingapura
GP de Cingapura
17/23
Palco de polêmicas, a exótica etapa de Marina Bay segue no calendário para 2020.

Foto de: Lionel Ng / Motorsport Images

GP da Rússia
GP da Rússia
18/23
Outra pista marcada por polêmica que segue na F1 é a de Sochi, que teve ordem de equipe da Mercedes em favor de Hamilton em 2018.

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

GP do Japão
GP do Japão
19/23
Outro histórico circuito que se mantém na categoria é o de Suzuka, palco de grandes decisões no fim dos anos 1980.

Foto de: Manuel Goria / Motorsport Images

GP do México
GP do México
20/23
A etapa de Hermanos Rodríguez teve problemas de financiamento, já que não terá mais apoio do governo. Assim, a negociação se arrastou, mas deu certo no fim.

Foto de: Pirelli

GP dos Estados Unidos
GP dos Estados Unidos
21/23
A etapa do Circuito das Américas segue no calendário da F1 em 2020.

Foto de: Bill Gulker

GP do Brasil
GP do Brasil
22/23
Até 2020, a corrida fica em Interlagos, famoso pelo S do Senna (foto). Depois, não se sabe: o Rio de Janeiro anunciou a construção de um autódromo e entrou na disputa com São Paulo pelo futuro da etapa brasileira da F1.

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

GP de Abu Dhabi
GP de Abu Dhabi
23/23
A luxuosa prova que vai noite adentro vem fechando o calendário nos últimos anos e está confirmada para 2020.

Foto de: James Gasperotti / Motorsport Images

compartilhar
comentários
Estrategista da Mercedes explica incidente constrangedor com champanhe no pódio da Hungria
Artigo anterior

Estrategista da Mercedes explica incidente constrangedor com champanhe no pódio da Hungria

Próximo artigo

GALERIA: Verstappen é o 100º pole da história da F1; você lembra de todos?

GALERIA: Verstappen é o 100º pole da história da F1; você lembra de todos?
Carregar comentários