Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Chefe da Ferrari assume culpa por falhas na Alemanha

compartilhar
comentários
Chefe da Ferrari assume culpa por falhas na Alemanha
Por:
Traduzido por: Daniel Betting
27 de jul de 2019 17:47

Matteo Binotto reconheceu que algo deu errado em seus processos de revisão, mas confia em reação no GP da Alemanha

O desastre da Ferrari no treino classificatório para o GP da Alemanha foi tão grande quanto inesperado. Os carros da equipe italiana eram os favoritos para conquistar a pole da corrida de Hockenheim, após liderarem todas as sessões de treinos livres. Mas duas falhas mecânicas prejudicaram seus pilotos, com Sebastian Vettel não sendo capaz de marcar sequer uma volta cronometrada no Q1.

O alemão teve que retornar aos boxes depois de identificar uma falta de potência em sua primeira volta do Q1, e a equipe detectou um problema no turbo do carro do alemão que não conseguiu resolver nos oito minutos restantes da sessão. Assim, Vettel terá que largar em último em sua corrida de casa.

Charles Leclerc, no entanto, conseguiu avançar para o Q3 após ser o primeiro no Q1 e o segundo no Q2, mas o monegasco não conseguiu ir para a pista na rodada final. O motivo: um problema com a bomba de gasolina de seu carro.

Leia também:

Diante de tal desastre, Mattia Binotto, chefe da equipe de Maranello, reconhece a decepção, mas confia na recuperação da equipe na prova deste domingo.

“Estamos muito decepcionados porque não tivemos um bom desempenho e é algo que não deveria acontecer. É uma pena para nossos pilotos, porque acho que eles poderiam ter feito uma boa classificação hoje; vamos ver o que acontece amanhã. Eu sinto a responsabilidade pessoalmente", confessou após o classificatório em Hockenheim.

"Tivemos dois problemas: um com o resfriamento do turbo e outro com a bomba de gasolina de Leclerc. Estaremos prontos para a corrida de amanhã. Sabemos que temos um bom ritmo, então vamos em frente e teremos ainda mais fome para voltar."

Insistido em como é possível que dois erros coincidam na mesma sessão, o italiano deixou claro que "é algo que devemos analisar internamente. Não acredito em sorte, acredito que devemos melhorar nossos processos internos. Ainda temos um longo caminho a percorrer, mas temos que continuar e não sermos tão rigorosos com a maneira como resolvemos o problema. Há coisas a aprender e essa é uma delas."

Sobre as opções para a corrida de domingo, onde Leclerc sairá do 10º lugar e Vettel do fundo do grid, Binotto confia no ritmo de corridas longas de seus carros e acredita que eles podem oferecer um bom show.

"Não devemos contar com a chuva, temos um bom ritmo de corrida e tudo pode acontecer. Devemos nos concentrar em nosso ritmo para recuperar. Sebastian já fez isso na Áustria, embora não atrás de todo mundo. Mas tenho certeza de que podemos completar uma boa corrida amanhã e vamos com mais fome do que antes", disse.

"Eu não acho que há uma necessidade de substituir peças da unidade de potência, mas vamos considerar todas as possibilidades."

GALERIA: Relembre os erros recentes de Sebastian Vettel na Fórmula 1

Galeria
Lista

GP do Azerbaijão, 2017

GP do Azerbaijão, 2017
1/11

Foto de: Sutton Motorsport Images

Em segundo logo atrás de Lewis Hamilton, Sebastian Vettel acabou acertando o britânico antes de uma relargada. Acreditando que Hamilton freou propositalmente, ele jogou seu carro na Mercedes. O alemão tomou um stop and go de 10 segundos e chegou apenas em quarto.

GP do México, 2017

GP do México, 2017
2/11

Foto de: Sutton Motorsport Images

Perdendo o primeiro lugar na saída, Vettel bateu em Hamilton após ser superado pelo britânico e por Max Verstappen. Ele quebrou sua asa dianteira e furou o pneu de Hamilton - o que não impediu o tetracampeonato de Lewis naquele dia.

GP do Azerbaijão, 2018

GP do Azerbaijão, 2018
3/11

Foto de: Sutton Motorsport Images

Depois de fazer a pole e liderar a maior parte da prova, Vettel perdeu a liderança devido a um pit stop em um Safety Car. Na relargada, ele arriscou passar o então líder, Valtteri Bottas, logo na primeira curva. Ele travou seus pneus e passou reto. Perdendo rendimento, Seb ainda foi ultrapassado por Hamilton, Raikkonen e Perez, terminando em quarto após o abandono de Bottas pelo estouro de um de seus pneus.

GP da França, 2018

GP da França, 2018
4/11

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Tentando superar Bottas na largada, o alemão encheu a traseira do finlandês na primeira curva, destruiu sua asa dianteira e teve que ir aos pits. Saindo em terceiro, ele chegou em quarto no dia de mais uma vitória de Hamilton.

GP da Alemanha, 2018

GP da Alemanha, 2018
5/11

Foto de: Steve Etherington / Motorsport Images

Com uma boa vantagem à frente, Vettel foi vítima de uma garoa que caia no circuito de Hockenheim, acabou errando e batendo. Com o Safety Car entrando na pista, Hamilton – que largara de 14º após um problema mecânico na classificação – viu Bottas e Kimi indo para os pits e ficou na pista. Ele assumiu a liderança e ganhou a prova.

GP da Itália, 2018

GP da Itália, 2018
6/11

Foto de: Manuel Goria / Motorsport Images

Após atacar Raikkonen sem sucesso na primeira chicane da corrida, Vettel foi acossado por Hamilton chegando para a segunda chicane. Por dentro, ele arriscou frear tarde para se defender, bateu no carro de Lewis e acabou rodando. O piloto, que tinha provavelmente o melhor conjunto para a pista de Monza, chegou apenas em quarto na vitória de Hamilton.

GP do Japão, 2018

GP do Japão, 2018
7/11

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

Saindo de nono após um erro da Ferrari na classificação, Vettel arriscou uma ultrapassagem em Verstappen no início da corrida na curva Spoon, tocou com o holandês e rodou. Ele só pôde ser o sexto em mais uma vitória de Hamilton.

GP dos EUA, 2018

GP dos EUA, 2018
8/11

Foto de: Jerry Andre / Motorsport Images

Saindo de quinto, o alemão foi para cima de Daniel Ricciardo na primeira volta, arriscou em uma freada e novamente rodou. Depois de cair diversas posições, ele subiu para quarto evitando o título de Hamilton, que chegou em terceiro. Lewis foi o campeão da prova seguinte.

GP do Bahrein, 2019

GP do Bahrein, 2019
9/11

Foto de: Simon Galloway / Motorsport Images

Depois de superar o parceiro Leclerc na largada pela liderança, ele viu o monegasco dando o troco após algumas voltas. Em seguida, Sebastian começou seu duelo com Hamilton. Ele foi atacado pelo britânico depois de sua segunda parada. E tentando se manter à frente de Lewis, ele errou e acabou rodando. Ovalizando seus pneus, ele acabou perdendo a asa dianteira após voltar à pista. Vettel terminou em quinto.

GP do Canadá, 2019

GP do Canadá, 2019
10/11

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

Neste caso, Vettel não pagou mico, mas se prejudicou. Em batalha com Hamilton pela vitória, o alemão escapou na chicane de Montreal e acabou fechando o rival quando retornou à pista. Vettel venceu, mas tomou controversa punição de 5s no tempo de prova e caiu para segundo.

GP da Grã-Bretanha, 2019

GP da Grã-Bretanha, 2019
11/11

Foto de: Hasan Bratic / Motorsport Images

O circuito de Silverstone foi palco para o último erro crasso de Vettel na F1. Em briga com Verstappen, Vettel encheu a traseira da Red Bull e acabou caindo para o fim do grid. O alemão terminou a prova da Inglaterra em penúltimo.

Próximo artigo
Verstappen lamenta perda de potência que arruinou sua estratégia

Artigo anterior

Verstappen lamenta perda de potência que arruinou sua estratégia

Próximo artigo

Wolff lamenta revés da Ferrari na Alemanha

Wolff lamenta revés da Ferrari na Alemanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Alemanha
Localização Hockenheimring
Equipes Scuderia Ferrari
Autor Sergio Lillo