Fórmula 1 GP da Hungria

F1 terá novo formato de classificação na Hungria; entenda o que muda

Pilotos serão obrigados a utilizar um tipo de composto a cada segmento do quali em Budapeste. Medida pode ser definitiva para 2024

Fernando Alonso, Aston Martin F1 Team, hugs the tyre warmers

A Fórmula 1 e a Pirelli testarão um novo formato de classificação no GP da Hungria deste fim de semana, sendo o primeiro local, de dois programados, em uma ideia que pode se tornar definitiva para o próximo ano.

O quali manterá seu formato habitual de Q1, Q2 e Q3, mas não haverá estratégias de uso dos pneus, já que todos serão forçados a usar o pneu duro no Q1, o médio no Q2 e o macio no Q3.

Leia também:

A Pirelli levará para a Hungria o C5 (macio), o C4 (médio) e o C3 (duro). Eles são os três compostos mais macios da gama de pneus da F1 em 2023.

A F1 continua buscando ser cada vez mais sustentável e, ao estabelecer o número de pneus exigidos em cada fase classificatória, reduz-se o número de jogos usados ​​a cada final de semana, de 13 para 11. Além de usar menos pneus, a pegada de carbono também é reduzida ao transportar menos rodas ao redor do mundo, já que duas a menos para 20 pilotos significa mover 40 jogos a menos ou 160 pneus.

Cada piloto terá 11 jogos de pneus para todo o fim de semana, distribuídos da seguinte forma:

- Três conjuntos de pneus duros (um terá que ser usado na classificação no Q1)

- Quatro jogos de pneus médios

- Quatro jogos de pneus macios.

Sete jogos de pneus desses onze serão para classificação e corrida (na corrida eles terão que usar dois jogos diferentes obrigatoriamente), enquanto dos outros quatro, eles terão que devolver um à Pirelli após o TL1, outro após o TL2 e mais dois após o TL3.

Se a chuva aparecer novamente, a alocação de quatro pneus de chuva intermediários e três extremos permanece.

A primeira prova com este formato era para ser em Ímola, enquanto não havia data para a segunda, mas após o cancelamento do GP da Emilia Romagna devido às inundações na região, a estreia teve que ser adiada para Hungria e a segunda prova escolhida é o GP da Itália, em setembro.

Ricciardo de volta à F1 e de Vries demitido! Red Bull injusta? O que será de Pérez?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate impacto do 'ressurgimento' da McLaren na F1 2023

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior GP da Hungria de F1: Horários e como assistir etapa do Hungaroring, com F2 e F3
Próximo artigo RETA FINAL: A volta de Ricciardo, Red Bull atualizada, equipes novas e Aston em xeque

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil