Como novo Williams FW45 se inspira nos favoritos da F1

Equipe traz novidades inspiradas em Red Bull, Ferrari e até mesmo Alpine

Alex Albon, Williams FW45

A Williams lançou seu carro alguns dias atrás e, dando sequência na programação, apresentou o seu real modelo para temporada 2023 da Fórmula 1 por meio de fotos, permitindo análises das diferenças vistas do ano passado para este.

Leia também:

E, embora não haja surpresas reais no layout do design, é interessante ver como a equipe se inspirou em outras partes do grid em um esforço para se restabelecer como parte do grupo que compõe o pelotão do meio.

Na frente do carro, há uma mudança no design do nariz, já que a ponta foi estendida para frente para se encontrar com o elemento principal do plano principal da asa dianteira e invoca uma sensação semelhante ao que vimos na Ferrari em 2022, pois permite algum espaço para expor o bordo de ataque da asa.

As linhas fechadas no nariz sugerem que há um painel superior instalado aqui, com uma estrutura interna menor. Isso permitiria que a equipe fizesse mudanças ao longo da temporada, caso surgisse uma solução aerodinamicamente mais eficiente, e é algo que vimos a maior parte do grid fazer em 2022 em qualquer caso.

O aspecto visualmente mais diferente de todos os modelos de 2023 serão dos sidepods, já que havia quatro ou cinco interpretações diferentes no início da temporada passada, mas rapidamente ficou claro que alguns eram simplesmente melhores do que os outros.

Notavelmente, o conceito de estilo downwash, defendido pela Red Bull e Alpha Tauri desde o início da temporada passada, é o que atraiu a maior parte das equipes, com a Williams não sendo diferente a esse respeito.

Williams FW44 side view comparison2

Williams FW44 side view comparison2

Photo by: Giorgio Piola

A Williams já havia feito essa troca ao longo de 2022, com um novo arranjo de sidepod sendo parte do grande pacote de atualização que chegou ao GP da Inglaterra (acima).

Um dos maiores obstáculos enfrentados ao fazer essa troca foi a composição interna do FW44, porém, com os radiadores, eletrônicos e outros coolers alojados nos sidepods posicionados de uma forma que não lhes permitia tirar o máximo proveito do novo forma de carroceria.

Um redesenho do zero para o FW45, incluindo o que provavelmente será um reposicionamento dos SIPS (Side Impact Protection Spars) permitiu que seus projetistas otimizassem a topografia da carroceria, o que é especialmente notável na escala do rebaixamento, como anteriormente sido abreviado pelas limitações físicas impostas por esses componentes internos.

O design apresentado em 2022 tinha mais semelhança geral com o conceito da Red Bull, mas apresentava uma entrada mais alinhada com a vista na Ferrari F1-75, um recurso que foi transportado, embora aprimorado como parte do design mais agressivo. 

Williams FW45 sidepod comparison

Williams FW45 sidepod comparison

Photo by: Williams F1

Seguindo a inspiração da Red Bull e da Ferrari, a Williams este ano aparentemente está de olho no design da Alpine, já que também moveu a agulha no conceito de downwash da Red Bull em sua própria direção em 2022.

Como parte disso, encontramos uma saliência alongada ao longo do ombro do flanco do sidepod, que também cria um canal mais definido para o fluxo de ar seguir enquanto viaja ao longo da seção em rampa em direção à parte traseira do piso e à região da garrafa de coca.

Como era de se esperar, também houve uma mudança no projeto da tampa do motor, uma vez que eles aplicaram a abordagem tipo prateleira que vimos muitos adotarem no decorrer da última temporada, o que também permite a utilização de uma saída de resfriamento traseiro para baixo.

Complementando a saída traseira está um painel de resfriamento dourado na lateral da tampa do motor, que sem dúvida terá várias interações dependendo da demanda durante a temporada, assim como foi o caso no ano passado. No topo da tampa do motor, vemos que a Williams mais uma vez optou por apenas uma pequena seção de barbatana de tubarão na parte traseira do conjunto.

Há alguns detalhes agradáveis ao redor dos espelhos e da auréola, com a anterior ostentando uma barbatana alongada no ombro do sidepods como parte de sua montagem de permanência no espelho, enquanto a seção traseira da auréola foi tratada com uma palheta em forma triangular semelhante às soluções da Ferrari e Mercedes vistas em 2022.

O assoalho do FW45 também parece ter se inspirado na frente da embalagem, com indicações da Ferrari, incluindo a vedação do piso externo entalhada (inserção inferior esquerda) e recorte traseiro com uma asa projetando-se da parte inferior (inserção inferior direita), embora também haja detalhes que você normalmente associaria à Red Bull, incluindo a borda Gurneys e a seção traseira cônica.

Williams FW45 comparison

Williams FW45 comparison

Photo by: Williams F1

McLaren-RBR? E a Honda? Carro nasce INCOMPLETO, Alpine VAZA, Aston agressiva e a Williams da F1 2023

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: com 'boom' de montadoras, F1 vive melhor fase da história? 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Collet deixa academia da Alpine, que terá brasileiro Matheus Ferreira
Próximo artigo F1: Pilotos apresentam capacetes para 2023; confira modelos

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil