Correndo em "casa", Force India mira pontuar com ambos os carros

Meta da equipe de Nico Hulkenberg e Paul Di Resta é diminuir a vantagem de 27 pontos da Sauber entre os construtores

Correndo em "casa", Force India mira pontuar com ambos os carros

Mirando pontuar com ambos os carros para descontar parte dos 27 pontos que tem de desvantagem em relação à Sauber na luta pela sexta colocação do Mundial de Construtores, a Force India espera um bom resultado correndo em casa, no GP da Índia, no próximo final de semana.

Em uma crescente no campeonato, com o sétimo e sexto lugares nas últimas duas provas, Nico Hulkenberg tem a receita para repetir a dose na Índia. “Não cometer erros, ter uma classificação tranquila e uma corrida limpa”. O alemão, porém, nunca correu de F-1 no circuito de Buddh. “Já andei com um carro de rua e no simulador, mas acho que ainda tenho um pouco a aprender na sexta-feira”, reconheceu.

Seu companheiro Paul Di Resta, por outro lado, espera se recuperar depois de ter ficado fora dos pontos nas últimas duas provas. Na Índia, contudo, o escocês acredita que terá carro para ficar entre os 10. “Temos de nos classificar no top 10. Isso nos colocará na briga e permitirá que nos concentremos na corrida. Por todo o ano, mostramos ter um carro capaz de se classificar no Q3, mas o grid está muito apertado e não temos nenhuma margem, então você precisa acertar tudo. Ano passado fomos muito competitivos nesta pista, então espero que o mesmo ocorra em 2012”.

Na estreia de Buddh, Adrian Sutil conquistou um nono lugar, como lembra o chefe da equipe, Vijay Mallya. “Lembro do orgulho que senti ano passado ao ver nossos carros correndo na Índia com as cores da bandeira indiana. Foi um momento com o qual sonhei e uma grande conquista esportiva para nosso país. Marcar pontos foi a cereja do bolo”, afirmou.

“Neste ano, gostaria que melhorasse e visse nossos dois carros nos pontos, pelo menos. A diferença para a Sauber é de 27 pontos agora. É bastante, mas não é impossível chegar neles até o final do ano. Acho que podemos ficar felizes com nosso nível de consistência. Colocamos pelo menos um carro no top 10 da classificação em 80% das provas e marcamos pontos em 75% das corridas”, completou Vijay.

compartilhar
comentários
Hamilton quer tornar a Mercedes vencedora "igual minha McLaren"
Artigo anterior

Hamilton quer tornar a Mercedes vencedora "igual minha McLaren"

Próximo artigo

Assista a uma volta no palco do GP dos Estados Unidos

Assista a uma volta no palco do GP dos Estados Unidos
Carregar comentários