Domenicali defende uma F1 atraente para montadoras no futuro com "pilotos novamente no centro"

O novo CEO da categoria delimitou alguns de seus principais objetivos para quando assumir o cargo, substituindo Chase Carey

Domenicali defende uma F1 atraente para montadoras no futuro com "pilotos novamente no centro"

Em duas semanas, a Fórmula 1 entrará em uma nova era: Chase Carey sai do cargo de CEO, que passará a ser ocupado pelo ex-chefe da Ferrari Stefano Domenicali. E o italiano já começa a traçar os primeiros planos para a sua gestão, afirmando que os pilotos estarão no centro do projeto e a categoria voltará a ser atrativa para as montadoras graças a custos sustentáveis e um espetáculo envolvente para o público.

Em uma entrevista ao jornal italiano Gazzetta dello Sport, Domenicali, que também foi CEO da Lamborghini, deu detalhes sobre o que pretende fazer a partir de cinco de janeiro, quando passará a ocupar oficialmente o cargo de Carey na Formula One Management.

Leia também:

Domenicali chega ao topo do principal campeonato do esporte a motor em um momento turbulento, mas mantém uma impressão positiva.

"A F1 hoje, como plataforma global de esportes e negócios, ainda é a que possui o maior número de espectadores e fãs e, por isso, segue muito forte e sólida. Muitos tentaram encurralá-la dizendo que é antiga e que perdeu o interesse. Isso não é nada verdadeiro".

"Pelo contrário, acredito que teremos um interesse cada vez maior de fabricantes, equipes privadas... Vamos provar isso com fatos. Vamos fazer crescer também a parte do espetáculo".

"A Mercedes vem ganhando há anos, mas sempre tivemos ciclos. O certo é reunir os estímulos e garantir que o esporte coloque novamente os pilotos no centro. Como, por exemplo, no motociclismo, onde percebemos a diferença que o piloto faz. E, nesta frente, a F1 nunca esteve em uma forma tão boa quanto agora, com tantos pilotos jovens e fortes".

Domenicali destacou quais elementos serão centrais nessa mudança de paradigma dentro da F1.

"É claro que o elemento carro tem um peso muito importante. Esse peso só diminui quando temos situações de imprevisibilidade como no segundo GP no Bahrein. Quando as cartas estão misturadas, surgem corridas extraordinárias, mas isso não é suficiente".

"Demos um passo adiante com as regras de 2022, em que o impacto da aerodinâmica será reduzido e os carros poderão ficar mais próximos uns dos outros. O segundo elemento é o teto orçamentário, que fará com que as grandes equipes revisem seus métodos de desenvolvimento".

"Mas o show passa por outras formas de desenvolvimento. Queremos envolver mais as pessoas por meio dos pilotos. A nossa oferta deve ser de esportes, junto com entretenimento, música... Um GP deve ser como um show, uma experiência única".

Apesar de Domenicali lamentar o impacto que a saída da Honda terá ao esporte, ele defendeu a manutenção da tecnologia híbrida.

"É um momento que será enfrentado nos próximos meses e que envolverá novos produtores. Na lógica da diversidade, o futuro da F1 é a tecnologia híbrida. Porque investir apenas no elétrico é um erro. É preciso diversificar a oferta, de olho nos custos".

"Não é possível esperar que os fabricantes enfrentem os investimentos que os motores atuais envolvem. Começaremos um corte drástico para evitar erros que foram cometidos no passado".

"Temos também que simplificar as regras: se você pegar o regulamento técnico ou esportivo, parece uma Bíblia. Precisamos simplificar, mantendo a área interpretativa a menor possível, evitando ambiguidades".

Domenicali termina fazendo previsões otimistas para o futuro da F1.

"A F1 se tornará fascinante para as montadoras. A F1 pode ser uma ótima plataforma para reafirmar a diversidade, mesmo para aqueles que investiram tanto no elétrico. A F1 oferecerá a possibilidade de desenvolver outras tecnologias e outras propulsões com foco na sustentabilidade".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

EXCLUSIVA COM LECLERC: Saiba como admiração de pai de piloto por Senna influenciou estrela da F1

PODCAST: Como ficará marcada a temporada de 2020 da F1?

 

compartilhar
comentários
Ecclestone volta a criticar Hamilton e faz previsão sobre Leclerc em entrevista

Artigo anterior

Ecclestone volta a criticar Hamilton e faz previsão sobre Leclerc em entrevista

Próximo artigo

F1: Red Bull anuncia a contratação de Pérez para a temporada 2021

F1: Red Bull anuncia a contratação de Pérez para a temporada 2021
Carregar comentários