Últimas notícias

Em GP “cansativo”, Hamilton exalta estratégia da Mercedes

Inglês elogia trabalho feito em disputa parelha com Vettel e minimiza escapada de pista em luta por posição: “Corridas têm de ser assim”

Podium: race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

Glenn Dunbar / Motorsport Images

Podium: race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, lead the field away at the start of the race
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, crosses the line and takes the chequered flag to win the race
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08

Lewis Hamilton considera que o trabalho feito pela Mercedes com sua estratégia foi fundamental para a vitória no GP da Espanha, quinta etapa da temporada de 2017, realizada em Barcelona.

Hamilton conseguiu lutar de igual para igual pela vitória após uma parada para troca de pneus que ocorreu em um momento importante, quando o safety car virtual havia sido desativado. Assim, o tricampeão encostou em Sebastian Vettel, fez uma ultrapassagem e venceu pela segunda vez no ano.

“O time fez um trabalho incrível hoje – e é assim que corridas têm de ser, o mais parelho possível. Sebastian esteve incrivelmente perto, incrivelmente rápido, mas a equipe fez um trabalho incrível na estratégia”, destacou o inglês.

 Para conquistar a vitória, Hamilton precisou superar alguns contratempos – a começar pela largada, quando foi superado por Vettel. “Eu não sei exatamente o que deu errado na largada. Achei que tinha feito o que precisava fazer, mas tive um pouco de derrapagem”, relatou.

Além disso, ele também travou um momento tenso quando Vettel, após um pitstop do alemão, acabou indo para fora da pista durante disputa na curva 1. “No calor do momento, é difícil saber o que rolou. Achei que tinha ficado sem espaço, lado a lado, mas foi perto. Mas é como eu disse: as corridas têm que ser assim e eu adorei. Não trocaria por nada nesse mundo.”

Desta forma, o GP da Espanha representou um enorme desafio físico para Hamilton, que demonstrava cansaço em suas interações pelo rádio. “Foi uma das corridas mais difíceis. Meu pescoço está bem, mas, fisicamente, perdi quase 2 kg. Os carros são rápidos, exigentes, e tive de acompanhá-lo [Vettel]: ele pilotou de forma fantasticamente boa. Foi um prazer competir contra um rival assim”, elogiou.

Com o resultado, Hamilton fica seis pontos atrás de Vettel, o líder do campeonato. 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Após vitória, Hamilton volta a encostar em Vettel na tabela
Próximo artigo Alonso admite que arriscou em toque com Massa na largada

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil