Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
57 dias
06 mai
Próximo evento em
99 dias
20 mai
Próximo evento em
113 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
127 dias
10 jun
Próximo evento em
134 dias
24 jun
Próximo evento em
148 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
169 dias
29 jul
Próximo evento em
183 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
211 dias
02 set
Próximo evento em
218 dias
09 set
Próximo evento em
225 dias
23 set
Próximo evento em
239 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
246 dias
07 out
Próximo evento em
253 dias
21 out
Próximo evento em
267 dias
28 out
Próximo evento em
274 dias
05 nov
Próximo evento em
282 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
295 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
310 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
319 dias

Emerson Fittipaldi celebra 'volta' a Indianápolis ao lado de lendas como Alonso e Andretti: "Sou um dinossauro no simulador"

compartilhar
comentários
Emerson Fittipaldi celebra 'volta' a Indianápolis ao lado de lendas como Alonso e Andretti: "Sou um dinossauro no simulador"
Por:
, Repórter

Ícone na Fórmula 1 e na Indy, ex-piloto brasileiro está sendo 'treinado' pelo filho mais novo e mostra ansiedade para prova virtual

Bicampeão da Fórmula 1 e vencedor de duas edições da Indy 500, Emerson Fittipaldi concedeu entrevista exclusiva ao Motorsport.com via live de Instagram e revelou grande entusiasmo por sua 'volta' ao circuito de Indianápolis nos simuladores.

O ex-piloto brasileiro, que também venceu uma temporada da IndyCar, participará de uma edição virtual das 500 Milhas, enfrentando nomes lendários como Fernando Alonso e Mario Andretti, que correu com Emerson na F1. Fittipaldi, aliás, ficou empolgado durante os preparativos para a corrida virtual: "Estavam lá [no treinamento] Alonso e Andretti! O Mario estava andando comigo. É demais isso!".

Leia também:

Sem correr regularmente desde uma batida na Indy em 1996, Fittipaldi está 'sendo treinado' pelo filho mais novo, Emmo, que seguiu o gosto da família pelo automobilismo e também é piloto. "Meu coach é o Emmo. Ele evoluiu muito", disse Emerson.

O primeiro brasileiro a conquistar um título de F1 (pela Lotus, em 1972) mal pode esperar pelo 'retorno' à pista de Indianápolis. É o que você confere na imperdível entrevista no vídeo abaixo:

"Eles estão organizando as 500 Milhas de Indianápolis no simulador e pegaram vários pilotos de várias gerações, então hoje estavam lá Fernando Alonso, Mario Domínguez, Dario Franchitti, o [David] Brabham...".

"Mario Andretti! O Mario estava andando comigo. É demais isso! Hoje foi a primeira vez em que eu 'voltei' para Indianápolis. O carro é muito parecido com o carro de verdade guiando lá."

"Nós fizemos uma classificação de 5 [minutos] e duas baterias. A última demorou um pouco, mas estou aqui! E sábado, vão largar acho que 33 pilotos", revelou o brasileiro, campeão da Indy e vencedor de duas 500 Milhas de Indianápolis."

"Muito legal a gente poder correr em Indianápolis. É incrível. É tão bem feito que tem uma ondulação na curva 3 que é igualzinha. Eu lembro que tem a mesma ondulação de quando eu andava lá na curva 3. Todo mundo está entusiasmado."

"Eu sou um dinossauro no simulador. Quem é o meu coach, quem está me ensinando, é o Emmo [filho mais novo de Fittipaldi]. O Emmo está correndo, inclusive ele evoluiu muito."

"E é fantástica, porque o que se aprende no simulador... Por exemplo, você vai correr em Ímola... Quem nunca andou em Ímola e chega lá para correr de Fórmula 4, já está conhecendo a pista, as freadas e a ondulação de pista."

"É impressionante hoje a tecnologia. A vantagem de você andar e treinar. Não só conhecer a pista, mas ter a mão do carro e do equilíbrio. O carro [virtual] da Indy é muito parecido."

"Para dar vácuo, quando você está atrás de dois ou três carros, perde a traseira... Aí quando você está atrás, o carro sai de frente, por causa da turbulência", relatou Fittipaldi.

GALERIA: Confira 10 curiosidades sobre a carreira de Emerson Fittipaldi

Emerson nasceu em uma família que respirava velocidade: seu pai, Wilson, e sua mãe, Juzy, correram de moto e carro e foram figuras importantes no início do automobilismo brasileiro.

Emerson nasceu em uma família que respirava velocidade: seu pai, Wilson, e sua mãe, Juzy, correram de moto e carro e foram figuras importantes no início do automobilismo brasileiro.
1/10

Foto de: Sutton Motorsport Images

Ao contrário do que se diz, Emerson não foi o fator decisivo no título póstumo de Rindt em 1970. Seu triunfo nos EUA se deveu a um problema de Jacky Ickx – que devia vencer todos 3 GPs restantes para ser campeão.

Ao contrário do que se diz, Emerson não foi o fator decisivo no título póstumo de Rindt em 1970. Seu triunfo nos EUA se deveu a um problema de Jacky Ickx – que devia vencer todos 3 GPs restantes para ser campeão.
2/10

Foto de: Sutton Motorsport Images

Fittipaldi foi o único a terminar uma corrida na F1 com o Lotus 56B, na Itália em 1971. O carro era movido por uma turbina de helicóptero e não tinha nem câmbio e nem freio-motor. Mesmo tendo 150 cv a mais que os outros F1s da época, ele era ruim em curvas

Fittipaldi foi o único a terminar uma corrida na F1 com o Lotus 56B, na Itália em 1971. O carro era movido por uma turbina de helicóptero e não tinha nem câmbio e nem freio-motor. Mesmo tendo 150 cv a mais que os outros F1s da época, ele era ruim em curvas
3/10

Foto de: LAT Images

Campeã oito vezes entre equipes e 12 vezes entre pilotos, a McLaren viu seus dois primeiros mundiais vindos pelas mãos de Emerson Fittipaldi, no ano de 1974.

Campeã oito vezes entre equipes e 12 vezes entre pilotos, a McLaren viu seus dois primeiros mundiais vindos pelas mãos de Emerson Fittipaldi, no ano de 1974.
4/10

Foto de: LAT Images

O último pódio de Emerson na Fórmula 1 pode ser tido como uma bela passagem de bastão entre dois ídolos do automobilismo brasileiro. Aquela prova em Long Beach no ano de 1980 foi marcou a primeira vitória de Nelson Piquet.

O último pódio de Emerson na Fórmula 1 pode ser tido como uma bela passagem de bastão entre dois ídolos do automobilismo brasileiro. Aquela prova em Long Beach no ano de 1980 foi marcou a primeira vitória de Nelson Piquet.
5/10

Foto de: LAT Images

Para ir ao funeral de Ayrton Senna, Emerson precisou se ausentar dos primeiros treinos livres para a 500 Milhas de Indianápolis de 1994.

Para ir ao funeral de Ayrton Senna, Emerson precisou se ausentar dos primeiros treinos livres para a 500 Milhas de Indianápolis de 1994.
6/10

Foto de: Altamiro Nunes/AP Photo

Em 1995, o piloto acabou não se classificando para a Indy 500 após o carro da Penske não ter se adaptado bem à pista. Ele ainda tentou se garantir na prova com um carro da equipe Rahal, mas perdeu a vaga no grid para Stefan Johansson no Bump Day.

Em 1995, o piloto acabou não se classificando para a Indy 500 após o carro da Penske não ter se adaptado bem à pista. Ele ainda tentou se garantir na prova com um carro da equipe Rahal, mas perdeu a vaga no grid para Stefan Johansson no Bump Day.
7/10

Foto de: IndyCar Series

Após seu grave acidente em Michigan em 1996, que o fez encerrar a carreira na Indy, o ex-Beatle George Harrison gravou uma versão de Here Comes The Sun com letra dedicada a Emerson.

Após seu grave acidente em Michigan em 1996, que o fez encerrar a carreira na Indy, o ex-Beatle George Harrison gravou uma versão de Here Comes The Sun com letra dedicada a Emerson.
8/10

Foto de: JEP / Motorsport Images

A última corrida disputada por Emerson na carreira foi em 2014. Ele andou na Ferrari #61 da AF Corse com o italiano Alessandro Pier Guidi e o norte-americano Jeff Segal. O time finalizou em sexto e último na LMGTE-Am.

A última corrida disputada por Emerson na carreira foi em 2014. Ele andou na Ferrari #61 da AF Corse com o italiano Alessandro Pier Guidi e o norte-americano Jeff Segal. O time finalizou em sexto e último na LMGTE-Am.
9/10

Foto de: Ferrari Media Center

O clã Fittipaldi no automobilismo ainda segue. Pietro e Enzo, netos de Emerson, já competem nos carros, enquanto que seu filho mais novo, Emmo, atualmente inicia sua carreira no kart.

O clã Fittipaldi no automobilismo ainda segue. Pietro e Enzo, netos de Emerson, já competem nos carros, enquanto que seu filho mais novo, Emmo, atualmente inicia sua carreira no kart.
10/10

Foto de: Dutch Photo Agency

PODCAST Motorsport.com: Será o fim de Sebastian Vettel na Fórmula 1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Veja como foi a primeira prova virtual da Tríplice Coroa em Indianápolis

Artigo anterior

Veja como foi a primeira prova virtual da Tríplice Coroa em Indianápolis

Próximo artigo

Indy divulga novo calendário para 2020 sem etapa de Richmond; veja

Indy divulga novo calendário para 2020 sem etapa de Richmond; veja
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1 , IndyCar
Autor Carlos Costa