Fórmula 1
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
14 dias

Equipes divergem quanto ao retorno dos pneus Pirelli de 2018

compartilhar
comentários
Equipes divergem quanto ao retorno dos pneus Pirelli de 2018
Por:
25 de jun de 2019 17:07

Alguns times pedem que os pneus de 2018 substituam os que a fabricante criou neste ano, enquanto outros defendem que nada seja alterado durante o campeonato

Os pneus introduzidos na Fórmula 1 pela Pirelli em 2019 vêm sendo alvo de discussões entre as equipes. De todos os times, apenas a Mercedes aprendeu como tirar o máximo proveito dos novos compostos, enquanto Ferrari, Red Bull e outros rivais não foram capazes de se ajustar à novidade. Nas últimas semanas, algumas das equipes que ficaram para trás, começaram a discutir a possibilidade de levar um pedido à FIA para que os pneus desta temporada sejam substituídos pelos do ano passado.

Leia também:

A Red Bull já deixou bem clara a sua frustração com os pneus deste ano, acreditando que a fina espessura dos compostos introduzidos nesta temporada acabou favorecendo a Mercedes e seus rivais.

O assunto foi discutido informalmente novamente por alguns times durante o fim de semana em Paul Ricard. Se sete times pedirem por mudanças nas especificações, a FIA poderia, em teoria, autorizar a alteração. No entanto, esta opção parece fora de alcance, já que vários times acreditam que uma mudança de direção no meio do campeonato não seria apropriada.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que para ele seria injusto penalizar aqueles que otimizaram os carros de acordo com os pneus de 2019.

“É bastante lógico que aqueles que não compreenderam o funcionamento dos pneus vão tentar alterar os pneus”, falou Wolff quando perguntado pelo Motorsport.com. “Minha abordagem como esportista é que eu não acho que a F1 deveria mudar as regras porque alguns estão fazendo as coisas melhor do que os outros”.

“Eu não quero parecer arrogante. Mas por outro lado, este é um esporte de alta tecnologia imperdoável. Nós demos um grande passo durante o inverno para chegarmos ao limite de nossos problemas de configuração e entendermos como os pneus funcionaram no ano passado”.

“No deram alguns conjuntos para testar em Abu Dhabi para tentarmos entender e parece que fizemos um trabalho ok. E mudar as regras no meio da temporada é algo como introduzir um equilíbrio de performance em um esporte que sempre foi sobre excelência implacável.”

“Se o esporte precisa disso, então nós precisamos ter uma discussão sobre a filosofia da F1 como um pináculo dos esportes a motor”.

Cyril Abiteboul, da Renault, também se opõe ao princípio de uma mudança no meio do ano.

“Esta reação no meio da temporada é algo que eu particularmente nunca gostei. Eu acho que a F1 tem um problema com a Mercedes, mas não é mudando os pneus de repente que a dominância da deles vai desaparecer”.

“Eu acho que é um problema profundo ou questão que precisa ser investigada, mas eu acredito apenas na evolução da F1 para solucionar a situação adequadamente ao invés de ser reativo a um time que apenas construiu uma vantagem fantástica. Eu acho que nós sempre podemos discutir sobre 2020”.

O chefe da Alfa Romeo, Frédéric Vasseur, concorda que as equipes precisam se ajustar aos pneus que têm no momento.

“Minha posição é que se você começar a reclamar sobre os pneus porque eles não estão se ajustando ao seu carro, seria como carros com baixa pressão aerodinâmica só fossem correr em Monza, Montreal e outras pistas assim”.

“Mas em algum momento nós temos que lidar com o que temos, e eu acho que por outro lado a Pirelli teria alguma dificuldade com a produção, porque nós já encomendamos pneus para várias corridas”.

Próximo artigo
Dê uma volta virtual no Red Bull Ring com o game F1 2019

Artigo anterior

Dê uma volta virtual no Red Bull Ring com o game F1 2019

Próximo artigo

Doria desmente Bolsonaro sobre F1 no Rio e critica Deodoro e até Museu Nacional

Doria desmente Bolsonaro sobre F1 no Rio e critica Deodoro e até Museu Nacional
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes Compre Agora , Renault F1 Team , Alfa Romeo
Autor Adam Cooper