Escudo divide pilotos sobre melhor tipo de proteção

Jolyon Palmer, Marcus Ericsson, Felipe Massa, Valtteri Bottas opinaram sobre qual seria o melhor sistema de proteção de cockpit para a cabeça dos pilotos

Escudo divide pilotos sobre melhor tipo de proteção
Felipe Massa, Williams FW38 with the Halo cockpit cover
Kevin Magnussen, Renault Sport F1 Team RS16 with the Halo cockpit cover
Renault F1 Team, Halo
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS16 with a Halo cockpit cover
Marcus Ericsson, Sauber C35 with a Halo cockpit cover
Sebastian Vettel, Ferrari SF16-H with the Halo cockpit cover
Draft of the Shield protection system, detailed
Draft of the shield protection system
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08

O dispositivo de proteção de cockpit Halo foi tema de muitos debates durante a temporada de 2016, em meio às expectativas de que seria introduzido em 2018.

Entretanto, as reuniões recentes do grupo e a comissão da estratégia de F1 em Paris estabeleceram o sistema Escudo, recentemente apresentado, como uma opção.

De acordo com Jolyon Palmer, há um número de pilotos ainda apoiando o Halo e alguns preferem que nada mude no atual aspecto do carro.

"Não há uma opinião dos pilotos", disse Palmer. "Algumas pessoas parecem pensar que existe, mas não há. Está muito dividido, alguns não querem nada, outros pensam que o Escudo é uma boa ideia, outros ainda querem o Halo."

Após se colocar contra o Halo, Palmer diz que o escudo era "menos ofensivo visualmente", mas insistiu que preferia a maneira como as coisas estão no momento.

"Meus pontos de vista não mudaram, acho que a F1 é suficientemente segura", disse ele. "Honestamente, acho que os pilotos não estariam correndo se estivessem preocupados com sua própria segurança. Todos ainda estão correndo."

"Fernando [Alonso] vai correr na Indy 500, que é muito mais perigosa. Eu acho desnecessário."

Halo X Escudo

O surgimento do conceito de Escudo como a alternativa não parece ter levado a uma mudança significativa de opinião entre os céticos da F1, mas entre aqueles a favor de proteção extra na cabeça têm perspectivas diferentes sobre qual a melhor opção.

Marcus Ericsson e Felipe Massa são dois que expressaram preferência pelo conceito do Halo.

"Para mim, eu ainda acredito que o Halo seja a melhor solução, porque senti, quando testei, que não havia qualquer inconveniente de tê-lo", disse o piloto sueco.

"Como todos sabemos, ele dá maior proteção para os pilotos, então eu ainda apoio ele, mas sei que as opiniões entre pilotos estão muito divididas."

"Acho que devemos ir com o Halo, porque o dispositivo mantém o conceito de monoposto. Não é a coisa mais bonita do mundo, mas dê um pouco de tempo e acho que vai ficar bom."

Massa, entretanto, reiterou sua posição de que as vantagens da segurança do Halo eram mais importantes do que a estética.

"Se você me perguntar o que prefiro, o Escudo me parece mais bonito, mas é um pouco pior para a segurança", disse o brasileiro. "E para mim a coisa mais importante é a segurança."

Por outro lado, Valtteri Bottas, classificou o Escudo de "um bom passo" sobre o Halo, com o companheiro de equipe Lewis Hamilton concordando que era "uma melhoria" e que "parecia melhor do que as outras opções que chegaram até agora."

No entanto, muitos enfatizaram que o conceito ainda exige mais desenvolvimento e que sua eficiência seria difícil de julgar até os testes em pista, que está prevista ainda nesta temporada.

Relatos adicionais por Jonathan Noble

compartilhar
comentários
Kimi sobre relação com presidente da Ferrari: Está tudo bem
Artigo anterior

Kimi sobre relação com presidente da Ferrari: Está tudo bem

Próximo artigo

FIA revela planos para aumentar números e nomes nos carros

FIA revela planos para aumentar números e nomes nos carros
Carregar comentários