Evento tradicional homenageia Hill pelos 20 anos de título

Presença do ex-piloto e carros icônicos da carreira serão os grandes destaques do Race Retro de 2016

Evento tradicional homenageia Hill pelos 20 anos de título
Martin Brundle, Jenson Button, McLaren MP4-30 e Damon Hill
Claire Williams, Williams vice presidente da com Damon Hill, apresentador da Sky Sports; Felipe Massa, Williams e Natalie Pinkham, apresentadora da Sky Sports
Damon Hill, apresentador da Sky Sports
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 com Damon Hill, apresentador da Sky Sports; Martin Brundle, comentarista da Sky Sports e Natalie Pinkham, apresentadora da Sky Sports
Damon Hill
Carregar reprodutor de áudio

Um dos eventos mais importantes do mundo automobilístico, o Race Retro, irá homenagear Damon Hill pelo aniversário de 20 anos da única conquista do piloto na Fórmula 1. Entre os dias 26 e 28 de fevereiro, carros marcantes da carreira de Hill, como o FW18, dominante em 1996; o do ano anterior, o FW17; o que Hill venceu seu primeiro GP, na Hungria; além do carro que o ex-piloto utilizou em 1991, quando ainda era piloto de testes da Williams.

O próprio Damon Hill confirmou presença no dia que fecha a grande festa, além de convidados especiais a serem confirmados.

Tom Siddal, diretor do evento comemorou: "estamos entusiasmados em celebrar o aniversário do título de Damon Hill no Race Retro, que sei que trará memórias fantásticas para nossos visitantes. Estamos muito satisfeitos em trabalhar com a Williams Heritage, que permitiu que os fãs de F1 possam ver estes carros icônicos."

Jonathan Williams, da Williams Heritage também comentou: "a Williams Heritage foi criada em 2014 para mostrar os carros históricos para uma nova geração de fãs e estamos muito satisfeitos em participar da Race Retro deste ano. Este será o primeiro de uma série de eventos, em que a Williams Heritage vai comemorar 20 anos da conquista de Hill."

Damon Hill participou de 115 corridas, com 22 vitórias e 42 pódios. Além do título de 1996, ele foi vice no ano anterior e também em 1994, quando perdeu o título para Michael Schumacher, após o acidente polêmico que definiu o campeonato na Austrália.

compartilhar
comentários
Para Newey, mudanças de 2017 não deixarão F1 diferente
Artigo anterior

Para Newey, mudanças de 2017 não deixarão F1 diferente

Próximo artigo

Hunter-Reay: “F1 precisa de mais GPs nos EUA para ter fãs”

Hunter-Reay: “F1 precisa de mais GPs nos EUA para ter fãs”
Carregar comentários