F1: Após marca de 100 poles, veja como números de Hamilton se comparam a outros campeões

Hamilton chegou à marca centenária de poles no GP da Espanha, a 270ª etapa que disputou em 15 temporadas na F1

F1: Após marca de 100 poles, veja como números de Hamilton se comparam a outros campeões

Neste sábado, Lewis Hamilton chegou à marca histórica de 100 pole positions na Fórmula 1. O britânico conquistou a distinção após uma ótima classificação para o GP da Espanha, em Barcelona, sendo o primeiro piloto no Mundial a atingir tal patamar. 

Para atingir tal marca, foram necessários 270 GPs para o heptacampeão. Isso dá uma taxa de aproveitamento de 37,04%, ou seja: a cada três etapas disputadas na F1, Hamilton largou na pole em aproximadamente uma delas.

Leia também:

No grid desde 2007, Hamilton vem acumulando recordes na F1, principalmente após sua ida à Mercedes, em 2013, e o início da era turbo híbrida, na temporada seguinte. Até aqui, o britânico já acumula sete títulos mundiais, empatado com Michael Schumacher, além de ser o recordista de poles (100), vitórias (96) e pódios (167).

Hamilton é o recordista absoluto de poles na F1 desde 02 de setembro de 2017, quando conquistou a primeira posição na classificação para o GP da Itália daquele ano, superando a marca que pertencia a Schumacher até então. Na ocasião, o então tricampeão chegou a Monza sete pontos atrás do líder Sebastian Vettel, mas saiu três à frente após a vitória.

Lewis Hamilton, Mercedes-Benz F1 campeón del mundo

Lewis Hamilton, Mercedes-Benz F1 campeón del mundo

E os números do britânico apenas em sua era na Mercedes impressionam. Desde que chegou à equipe alemã, no começo de 2013, Hamilton já acumula 74 pole positions. Somente esse período de pouco mais de oito anos seria suficiente para colocá-lo na ponta desta tabela.

Ao longo das 15 temporadas disputadas na F1, incluindo a atual, Hamilton foi superando as marcas de outros grandes nomes da história do esporte. Schumacher segue atualmente em segundo lugar, com 68 poles, pouco a frente do brasileiro Ayrton Senna, que completa o top 3 com 65.

Entre os pilotos que estão no grid da F1 em 2021, o segundo melhor colocado é o tetracampeão Sebastian Vettel, que vem em quarto na lista, com 57 poles. 

O crescimento do calendário da F1 nos últimos 20 anos colocam em perspectiva o tamanho do feito de pilotos de décadas anteriores, como é o caso de Senna, que segue em terceiro mesmo 27 anos após sua morte. Por isso, existe uma grande distância entre Vettel e os quintos colocados: Jim Clark e Alain Prost, com 33 cada. 

Como já era de se esperar, o top 20 é formado, em sua maioria, por alguns dos maiores campeões da história da F1, com Nigel Mansell (32), Nico Rosberg (30), Juan Manuel Fangio (29) e Mika Hakkinen (26), completando os dez primeiros colocados. Há apenas três exceções: René Arnoux, em 15º e Felipe Massa e Stirling Moss, empatados em 19º.

O top 20 ainda traz outro brasileiro: o tricampeão Nelson Piquet, na 11º posição, com 24 poles, empatado com Niki Lauda.

Juan Manuel Fangio, Maserati 250F

Juan Manuel Fangio, Maserati 250F

Photo by: Michael Tee / Motorsport Images

Apesar de ser o recordista absoluto de poles na F1, os números de Hamilton ainda são superados por outros grandes campeões do passado quando olhamos para a porcentagem de aproveitamento. Neste quesito, o pentacampeão Juan Manuel Fangio segue reinando absoluto. O argentino fez 29 poles em 52 provas disputadas, totalizando um aproveitamento de 55,77%.

Fangio é o único acima da marca de 50%. Em segundo vem o bicampeão Jim Clark, cujas 33 poles fecham um aproveitamento de 45,21%. Fechando o top 3, está outro piloto do grid original da F1: Alberto Ascari, com 42,42%. Com seus 37,04%, Hamilton se encontra na quinta posição, atrás ainda de Senna, com 40,12%.

Hamilton ainda se encontra atrás de outros campeões em mais algumas listas de recordes na F1, como o maior número de poles em uma mesma temporada, com um máximo de 12 em 2016, mas atrás ainda dos 15 de Vettel em 2011, 14 de Nigel Mansell em 1992, e 13 de Senna em 1988 e 1989 e Prost em 1993.

Outra delas é a sequência consecutivas de poles. Atualmente, o recorde de Hamilton é de sete, entre os GPs de Mônaco e da Itália de 2017, uma a menos que a marca de Senna, obtida entre Espanha 1988 e Estados Unidos 1989.

Por outro lado, Hamilton divide hoje com Schumacher e Senna o recorde do maior número de poles em um mesmo GP: oito. Enquanto a marca do piloto da Mercedes foi obtida na Austrália, o brasileiro chegou a esse número em Ímola, enquanto o alemão trinfou em Suzuka.

ThePlayer.com, a maior comunidade de apostas esportivas do mundo, está lançando o Desafio F1, o fantasy game que promete agitar a internet e distribuir muitos prêmios.

Para participar, basta se inscrever no ThePlayer.com e entrar na página do Fantasy, clicando aqui. Os vencedores serão conhecidos durante o programa PÓDIO MOTORSPORT, transmitido ao vivo no canal do Motorsport.com no YouTube.

F1 AO VIVO: HAMILTON bate VERSTAPPEN e chega a 100 POLES e os DESTAQUES do grid do GP DA ESPANHA |Q4

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #103: TELEMETRIA - Tudo sobre o GP da Espanha com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
F1: Confira como ficou grid de largada do GP da Espanha, com a 100ª pole de Hamilton

Artigo anterior

F1: Confira como ficou grid de largada do GP da Espanha, com a 100ª pole de Hamilton

Próximo artigo

F1: Reutemann é transferido para UTI após piora em quadro de saúde

F1: Reutemann é transferido para UTI após piora em quadro de saúde
Carregar comentários