Fórmula 1 GP da Áustria

F1: Aston Martin será a primeira equipe a testar pneus de 2026 com Drugovich no carro

Pirelli inicia sessões de desenvolvimento dos pneus para a nova geração de carros da categoria

Felipe Drugovich, Aston Martin F1 Team

A Pirelli revelou que está prestes a dar início aos testes de pista para o desenvolvimento dos novos pneus da Fórmula 1, que serão introduzidos junto com a próxima geração de carros, em 2026. E com a produção na fábrica próxima de ser iniciada, foi confirmado o primeiro teste, que será realizado com a Aston Martin, tendo o brasileiro Felipe Drugovich a bordo.

Apesar de ainda faltar um ano e meio para o início da temporada de 2026, a Pirelli quer começar os testes o mais rápido possível, para evitar as críticas que recebe com a geração atual de seus compostos.

Leia também:

Por isso, a manufatura dos pneus está programada para começar em agosto, enquanto o primeiro teste está marcado para os dias 17 e 18 de setembro em Barcelona. A Aston Martin foi a escolhida para essa sessão inaugural. Porém, por se tratar de uma data entre os GPs do Azerbaijão e de Singapura, nem Fernando Alonso nem Lance Stroll participação, com Drugovich sendo o encarregado.

Apesar de a Aston Martin ter a distinção de ser a primeira a testar, todas as equipes devem participar de sessões ao longo do fim de 2024 e de 2025, ajudando a Pirelli na compreensão dos novos compostos, e acumulando dados importantes para o trabalho em cima dos carros novos. Na sequência, Alpine e McLaren devem estar nos testes.

"Seremos a primeira equipe a testar os pneus de 2026", disse o chefe Mike Krack ao Formu1a.uno. "Houve um processo de seleção, ou de loteria, porque as equipes querem fazer parte deste programa. Será uma troca com a Pirelli, e vamos tentar reproduzir ao máximo o carro que foi definido pelas regras da FIA".

Mario Isola, chefe de operações da Pirelli, revelou que o desejo inicial era ter um carro para que todas as equipes pudessem compartilhá-lo, mas a ideia foi rejeitada, com todas preferindo produzir seu próprio carro-mula (nome dado ao carro modificado para testes específicos).

"Teremos carros-mula produzidos pela equipes. Elas têm a liberdade de decidir qual carro querem modificar, a partir de 2021. E também podem usar um carro velho de 13 polegadas. A primeira ideia para 2026 era termos pneus de 16 polegadas, com diâmetros bem menores, alinhado com o antigo de 13. Por isso deixamos essa oportunidade em aberto. Mas agora decidiram seguir com o pneu de 18 polegadas".

Max vs Lando: de quem é a culpa? Verstappen é sujo ou Norris peca? Christian Fittipaldi e Vitor Genz analisam GP da Áustria de F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast #288 – A McLaren realmente chegou? Briatore arrumará Alpine com motores Mercedes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior OPINIÃO: Na Áustria, Verstappen prova mais uma vez que não mudou, nem amadureceu, desde 2021
Próximo artigo F1 precisa corrigir as regras para evitar "outro 2021", diz McLaren

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil