Últimas notícias
Fórmula 1 GP da Bélgica

F1: De olho em 2023? AlphaTauri escala Lawson para treino livre no GP da Bélgica

Neozelandês guiará carro da equipe italiana em momento de baixa para Tsunoda, que está a sete corridas sem pontuar

Liam Lawson, AlphaTauri

A AlphaTauri anunciou nesta terça-feira que o neozelandês Liam Lawson, membro da Academia da Red Bull, guiará o AT03 da equipe italiana no primeiro treino livre para o GP da Bélgica de Fórmula 1. O anúncio mostra que o que o time de Faenza pode estar de olho para o próximo ano, com o destino de Yuki Tsunoda ainda incerto.

Neste ano, as equipes são obrigadas a cederem duas vagas ao longo do ano em treinos livres de sexta-feira para jovens talentos, com pouca ou nenhuma experiência na F1. A AlphaTauri vai gastar a primeira de suas cotas neste fim de semana.

Leia também:

Lawson, que é um dos principais nomes do programa da Red Bull no momento, viu suas chances crescerem após a crise de Jüri Vips, que já havia feito um TL com o time austríaco no começo do ano, tornando-se o principal candidato a uma vaga no próximo ano.

Com Pierre Gasly já garantido para o próximo ano, salvo alguma mudança dramática no mercado de pilotos, o ponto mais fraco da equipe italiana no momento é Tsunoda. O japonês mostrou ao longo dos últimos dois anos bons momentos, mas sempre alternados com performances anômalas ou repletas de erros, algo que desagrada a Red Bull.

Helmut Marko, consultor da Red Bull, já afirmou que é um admirador do talento de Tsunoda, mas alertou que o japonês precisava resolver algumas questões importantes, como a consistência e as explosões de raiva, um problema constante do piloto.

Liam Lawson

Liam Lawson

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

No momento, Tsunoda é apenas o 16º no Mundial com 11 pontos. A última vez que ele pontuou foi na Espanha, e a sequência de sete corridas fora do top 10 começa a pesar contra o piloto. Por isso o anúncio de Lawson chama a atenção, com a Red Bull considerando uma possível promoção do neozelandês no próximo ano.

Vale lembrar que a vaga de Tsunoda é a única ainda em aberto dentro da estrutura da Red Bull.

Podcast #191 – O que primeira parte da temporada da F1 em 2022 trouxe de bom e ruim?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Em vídeo promocional, Red Bull dá as primeiras voltas em Spa após reforma
Próximo artigo Anúncio de entrada da Audi na F1 com a Sauber é iminente, e pode acontecer já no GP da Bélgica; conheça detalhes

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil