F1 deve manter 24 corridas por ano a longo prazo: “Número certo”, diz Domenicali

CEO da categoria também volta a falar sobre locais rotativos e mira GPs da Holanda e Bélgica

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19 at the start

O CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali, disse que 24 corridas é o "número certo" de eventos no calendário a longo prazo.

O calendário da F1 atingiria um recorde de 24 corridas em 2023, com a adição do GP de Las Vegas em novembro.

Leia também:

O retorno do GP da China em Xangai foi cancelado como resultado da política de Covid-19 em andamento, enquanto o GP da Emilia Romagna foi cancelado devido a fortes inundações, reduzindo o calendário para 22 provas.

Espera-se que o calendário de 2024 apresente os mesmos 24 eventos do cronograma deste ano, com negociações em andamento para estender o contrato do GP da Bélgica, já que uma tentativa de retornar à África do Sul não deu certo pelo segundo ano consecutivo.

Embora 24 seja o número máximo de corridas permitidas pelos acordos atuais, havia preocupações de que a F1 tentasse aumentar ainda mais esse número no futuro em meio ao desconforto que o calendário cobra do pessoal da F1.

Mas, de acordo com o CEO da F1, Domenicali, a categoria continuará com 24 eventos.

“O que queremos fazer no próximo ano é 24 e acho que 24 é o número certo”, disse Domenicali no podcast Beyond the Grid da F1. “É o número que é exigido dentro do mercado.

“Eu diria que é o equilíbrio certo entre isso, a complexidade da logística e das pessoas que estão trabalhando.

"Eu diria que este é o número que devemos almejar para ser estável por um longo tempo."

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Carlos Sainz, Ferrari SF-23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, Lance Stroll, Aston Martin AMR23, Lando Norris, McLaren MCL60, the rest of the field at the start

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Carlos Sainz, Ferrari SF-23, Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, Lance Stroll, Aston Martin AMR23, Lando Norris, McLaren MCL60, the rest of the field at the start

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

A competição por vagas no calendário só ficou mais acirrada em meio ao boom de popularidade da F1. Um esforço abrangente está sendo feito para levar o GP da Espanha para as ruas de Madri, enquanto conversas sobre etapas europeias rotativas continuam sendo uma opção.

"É verdade que Madri quer sediar uma corrida no futuro, nenhuma decisão foi tomada até agora", acrescentou. “Esse é outro grande sinal do estado de saúde da F1.

"Discussões comerciais e técnicas ocorrerão nos próximos meses.

“Pelo melhor da F1, tomaremos a decisão certa, mas precisamos lembrar que ainda temos contrato com Barcelona.

"Estamos realmente muito, muito felizes com a maneira como o Barcelona está lidando com o futuro porque, é claro, isso os ajudará a reagir, a buscar a melhoria necessária em todos os níveis.

Sobre locais rotativos, uma opção não é apoiada pelos organizadores das etapas da Holanda e Bélgica, mas permanece na mesa como uma solução de longo prazo, Domenicali disse: "Na Europa, espero ver corridas onde o princípio de rotatividade possa ser aplicado.

"Já existem conversas com alguns deles e isso é algo que nos próximos dois anos vamos esclarecer formalmente."

De acordo com Domenicali, esse aumento da competição também está forçando outros locais além de Barcelona a equiparar sua infraestrutura com alguns dos locais mais novos e chamativos da F1, com a reforma de Spa-Francorchamps como um excelente exemplo.

“As corridas históricas sempre farão parte do calendário, mas há a necessidade de alguns deles reconhecerem as mudanças que terão que fazer nas infraestruturas”, explicou. "Os torcedores estão chegando cada vez mais com necessidades diferentes.

"Se você não der a eles o que eles merecem, não é mais histórico, não é?

"Dois anos atrás, quando se discutia que a Bélgica estaria fora do calendário, a resposta era que a Bélgica estava no calendário, mas eles reagiram muito bem.

“Eles investiram em infraestrutura que está relacionada com a melhor experiência que queremos dar ao torcedor”.

VÍDEO: Quem desbancaria Verstappen na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se já há como comparar Verstappen e Senna na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Wolff se reúne com Hamilton para novo contrato, mas revela: “não depende só de mim”
Próximo artigo F1: Marko rebate declaração de Wolff em relação a Verstappen

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil