Domenicali diz que pilotos não podem ser "egoístas" com críticas à F1: "São parte de algo maior"

CEO da categoria ainda comentou a declaração de Verstappen sobre sair da categoria

Stefano Domenicali, CEO, Formula 1

Apesar do grande aumento de popularidade da Fórmula 1 desde que a Liberty Media assumiu os negócios em 2017, a categoria não se livrou de críticas de pilotos, chefes de equipe, mídia e dos fãs sobre certos aspectos dos finais de semana. E para o CEO Stefano Domenicali, estes não podem ser "egoístas" em suas críticas sobre os esforços feitos para melhorar o espetáculo.

O comentário de Domenicali vem em meio à desaprovação geral da cerimônia pré-corrida do GP de Miami, além da mudança no formato do fim de semana de sprint, algo que não tem aprovação universal desde a sua introdução, em 2021.

Leia também:

Recentemente, o bicampeão Max Verstappen sugeriu que, caso a F1 continue o caminho de mais corridas sprint como parte da expansão do calendário, ele teria que considerar sua continuidade na categoria.

Mas Domenicali, que tem um papel importante na concepção das sprints, acha que é errado que os indivíduos critiquem aspectos da F1 que ajudaram a tornar o esporte mais popular, aumentando ainda a popularidade de todos os envolvidos.

"Não queremos uma sociedade onde as pessoas não podem dizer o que querem", disse Domenicali ao Daily Mail. "Mas os pilotos precisam lembrar que são parte de algo maior. Não podemos ser egoístas".

"Eles são parte desse esporte e desse negócio, e ele cresce porque pensamos de forma maior. De vez em quando, sair da zona de conforto não é fácil, mas não podemos ser preguiçosos, do mesmo jeito que podemos revisar partes específicas das corridas sprint no fim do ano depois que tivermos feito as seis provas. Não teremos sprints em todos os finais de semana também".

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19

Photo by: Alexander Trienitz / Motorsport Images

"Mas temos uma nova audiência, e precisamos dar valor ao dinheiro investido em todas as sessões, não permitir que os pilotos andem em círculos apenas para o benefício de engenheiros e pilotos".

Os comentários de Verstappen sobre questionar seu futuro na F1 devido a coisas como as sprints dominaram as manchetes este ano. Domenicali minimizou essa possibilidade, revelando uma conversa com o holandês em Miami.

"Falei sobre essa questão com Max. Ele diz que ama o esporte e o que ele faz. Ele é um campeão mundial lutando por um terceiro título. Ele nasceu dentro de um carro. Acho que ele quer ficar por aqui até mais do que eu. Não é um problema".

ANÁLISE: Qual o 'tamanho' do 2023 de Alonso?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Engenheiro ex-F1, Rico Penteado comenta cancelamento de Ímola e relembra calamidades:

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Mercedes revela planos ambiciosos para nova fábrica "estilo Vale do Silício" em Brackley
Próximo artigo ANÁLISE: Por que é tão importante para a Mercedes ter uma sede "estilo Vale do Silício" para a F1

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil